WhatsApp Twuitter

Segunda, 19 de junho de 2017, 15h30

Lava Jato

Defesa de Andrea Neves pede que acusações não sejam julgadas pelo STF


BBC Brasil

Andrea Neves é acusada de intermediar pagamento de R$ 2 milhões feito por Joesley Batista

A defesa de Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB-MG), recorreu nesta segunda-feira (19) ao STF (Supremo Tribunal Federal) para que as acusações não sejam julgadas pela Corte. Em petição enviada no início da tarde ao ministro Marco Aurélio, relator do caso, os advogados de Andrea pedem o desmembramento do processo e o envio da investigação para a primeira instância da Justiça.

Na investigação aberta no STF, a irmã do senador é acusada de intermediar o pagamento de R$ 2 milhões feito pelo empresário Joesley Batista, dono da empresa JBS. Em depoimento de delação, o empresário também afirmou que Andrea teria solicitado R$ 40 milhões para a compra de um apartamento.

A defesa argumenta que Andrea Neves não tem foro privilegiado, e, por isso, não pode ser julgada pelo Supremo. Os advogados ainda reiteraram novo pedido para que a irmã de Aécio, que está presa há um mês, em Belo Horizonte (MG), seja libertada.

Na semana passada, por 3 votos a 2, a Primeira Turma da Corte decidiu manter a prisão da irmã de Aécio. Durante o julgamento, sem contestar o mérito das acusações, a defesa de Andrea pediu a substituição da prisão por medidas cautelares. Segundo os advogados, Andrea já foi denunciada pela PGR e, por isso, não há necessidade da manutenção da prisão para garantir o andamento das investigações, conforme sustenta a procuradoria. 



// matérias relacionadas

Quarta, 28 de junho de 2017

20:20 - Senador atesta que atuou de forma republicana

14:39 - STF retoma julgamento sobre validade de delações da JBS

10:37 - Fagundes combina reunião com 'homem da mala'

10:35 - Pena de Duque mais que dobra e chega a 43 anos na Lava Jato

10:32 - Temer sufoca a PF, afirma procurador após suspensão de passaportes

Terça, 27 de junho de 2017

18:35 - Janot defende denúncia e diz que ninguém está acima da lei

17:46 - Temer classifica denúncia de 'ficção', critica Janot e cobra provas concretas

15:51 - 'Denúncia é grave, mas não é condenação', ameniza Alckmin

14:50 - Eunício diz que denúncia contra Temer cabe ao STF e à Câmara

13:20 - Reunidas as assinaturas para recurso contra arquivamento


// leia também

Quarta, 28 de junho de 2017

15:11 - Renan vai deixar liderança do PMDB no Senado com discurso crítico a Temer

10:36 - MPF abriu procedimento para investigar Miller a respeito da JBS

10:33 - Renan e Jucá divergem sobre reforma trabalhista

10:33 - Deputados aprovam oito emendas da MP da regularização fundiária

10:31 - Começa sessão da CCJ do Senado para votar parecer da reforma trabalhista

10:29 - Senadores discutem restrições de entrada em sessão para votar parecer de reforma

08:21 - Supremo retoma caso JBS e discute revisão de acordos de delação premiada

08:14 - Denúncia contra Temer reforça onda de pressão no PSDB pelo desembarque

Terça, 27 de junho de 2017

18:06 - Nicolao Dino é o mais votado por procuradores para suceder Janot na PGR

12:49 - No dia seguinte da denúncia, Temer passa a manhã no Jaburu