WhatsApp Twuitter

Segunda, 19 de junho de 2017, 16h21

Ministério Público apresenta nova denúncia contra Sergio Cabral e Adriana Ancelmo


O MPF-RJ (Ministério Público Federal do Rio de Janeiro) apresentou nova denúncia contra o ex-governador do Rio Sergio Cabral (PMDB), a ex-primeira-dama Adriana Ancelmo e mais dois assessores. A acusação é de crime de lavagem de dinheiro. Cabral já é réu em 9 processos, e na semana passada foi condenado a 14 anos e 2 meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro em um deles.

A nova acusação, de lavagem de dinheiro, foi apresentada pelos procuradores na sexta-feira (16). Os procuradores se basearam em documentos apresentados pela joalheria H.Stern, que firmou acordo de leniência.

O MPF-RJ sustenta que o casal adquiriu 189 joias e pedras preciosas em joalherias, ao custo de R$ 11 milhões. Segundo o MPF-RJ, as peças seriam prova de crime. Uma delas chegou a custar R$ 1,8 milhão. Do total de joias, contudo, apenas 40 foram encontradas. A procuradoria agora quer saber onde foram parar as outras 149.

 

No mesmo processo em que condenou Cabral, o juiz federal Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, absolveu a ex-primeira-dama dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro sob a alegação de não haver "prova suficiente de autoria ou participação" da mulher do ex-governador do Rio de Janeiro em desvios do Comperj (Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro),da Petrobras. 



// matérias relacionadas

Segunda, 11 de dezembro de 2017

08:36 - Operação da Polícia Federal investiga esquema de propina em créditos tributários

Quinta, 07 de dezembro de 2017

08:48 - Futuro da investigação da Lava Jato está em jogo, diz delegado da PF

Quarta, 06 de dezembro de 2017

08:54 - Mãe de Geddel e Lúcio teria papel ativo na lavagem de dinheiro

Terça, 05 de dezembro de 2017

11:36 - Tribunal de 2ª instância de Lava Jato mantém bloqueio de ativos de Bendine

08:23 - Relator dá celeridade a recurso de Lula no TRF-4

Segunda, 04 de dezembro de 2017

11:49 - Para Mendes, prisão em 2º grau da Lava Jato tornou-se 'dispensável'

Sexta, 01 de dezembro de 2017

13:11 - Cuiabá terá ato de apoio à Lava Jato no domingo

Quinta, 30 de novembro de 2017

11:09 - PT teme Lula ligado a Cabral em caravana no Rio

11:08 - Lava Jato mudou relação de empresas com o governo

08:38 - Justiça solta Rosinha Garotinho, mas manda usar tornozeleira eletrônica


// leia também

Segunda, 11 de dezembro de 2017

08:21 - Senado fará esforço para votar propostas às vésperas do recesso

Domingo, 10 de dezembro de 2017

14:30 - Temer participa de reunião da OMC em Buenos Aires

14:00 - Magno Malta usa CPI para se cacifar como vice de Bolsonaro

08:33 - Temer viaja para Argentina com expectativa de acordo com UE

08:20 - Alckmin propõe fechar questão pela reforma da Previdência

Sábado, 09 de dezembro de 2017

09:17 - Convenção do PSDB neste sábado marcará pré-lançamento de Alckmin à Presidência

09:00 - Banco Central pode ter de explicar inflação baixa pela primeira vez

08:26 - 124 deputados de partidos da base dizem votar contra reforma da Previdência

Sexta, 08 de dezembro de 2017

17:45 - 'Usei minha impopularidade para fazer as reformas necessárias', diz Temer em SP

16:45 - 'Não debato com pessoas condenadas por crime', diz Moro referindo-se a Lula