WhatsApp Twuitter

Terça, 15 de maio de 2018, 17h30

Meirelles diz que candidatura de Bolsonaro preocupa o mercado


Ex-ministro da Fazenda, o pré-candidato à Presidência da República Henrique Meirelles levantou dúvidas, nesta terça-feira, 15, sobre a pré-candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ) ao Palácio do Planalto. Após participar de evento sobre os dois anos do governo Michel Temer, no qual o emedebista elencou uma série de resultados da gestão, Meirelles disse que o ‘histórico‘ de votações do militar gera ‘insegurança‘ no mercado.

‘O problema do Bolsonaro é o histórico de votação dele, isso também preocupa o mercado. Hoje falei com gestores dos maiores fundo de investimento do Brasil e tem preocupação. O histórico de votações dele no Congresso. É difícil. O mercado é cético de uma mudança radical, tudo que ele pensa‘, disse.

Meirelles também fez a mesma a avaliação das pré-candidaturas de Ciro Gomes (PDT) e Marina Silva (Rede Sustentabilidade). ‘Ciro, por exemplo, quer acabar com a reforma trabalhista e mais outras coisas. Tudo isso é um sinal que gera insegurança‘, afirmou.

Por fim, o emedebista disse que o partido tem feito pesquisas internas e defendeu com base nisso que o ‘potencial de crescimento‘ de seu nome nas pesquisas de intenção de voto ‘é enorme‘. ‘Essas pesquisas (internas) mostram que o potencial de crescimento do meu nome é muito grande, quando se conhece meu histórico, todo o trabalho que eu fiz, o resultado que está acontecendo‘, disse. Caso eu seja mesmo o candidato, eu terei condições de desenvolver uma campanha muito forte. Mostrando nos programas de televisão o que estamos mostrando nas pesquisas qualitativas, o resultado será similar‘, afirmou. 



// matérias relacionadas

Terça, 22 de maio de 2018

19:00 - Marina diz buscar aliança com partidos que a apoiaram em 2014

Domingo, 20 de maio de 2018

11:11 - Aliança competitiva em reduto eleitoral ainda é minoria

Quinta, 17 de maio de 2018

16:22 - PSC não considera apoiar outro candidato ao Planalto, diz Pastor Everaldo

13:45 - Após Bolsonaro, Alckmin admite facilitar porte de armas se for eleito

Quarta, 16 de maio de 2018

19:00 - Bolsonaro; Se dependesse de mim, Magno Malta (PR) seria meu vice

Terça, 15 de maio de 2018

13:37 - 91% dos deputados alvo da Lava Jato disputam eleição

Segunda, 14 de maio de 2018

13:55 - Sem Lula, Bolsonaro lidera em todos os cenários, indica pesquisa CNT/MDA

Quinta, 10 de maio de 2018

18:30 - Alckmin diz querer manter diálogo com Temer, DEM e Solidariedade

Quarta, 09 de maio de 2018

14:16 - Minha candidatura é a de presidente, diz Henrique Meirelles

Terça, 08 de maio de 2018

19:00 - Para Maia, votos de Barbosa devem se pulverizar


// leia também

Terça, 22 de maio de 2018

21:00 - No Senado, relator adia votação de texto sobre proteção de dados

17:27 - Fachin vota por condenação de Meurer por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

16:47 - Paulo Maluf é novamente condenado pela Primeira Turma do STF

16:42 - TJ-MG rejeita pedido de Azeredo para aguardar em liberdade julgamento de embargos

16:00 - Governo não solicitou mudança em política de preços, diz Guardia

14:00 - ONU rejeita pedido de medidas cautelares de Lula para ser solto

13:51 - Justiça nega recurso e pede prisão imediata de Eduardo Azeredo

10:11 - TSE deve discutir hoje cota do fundo eleitoral para mulheres

09:54 - Justiça analisa último recurso de Azeredo no mensalão mineiro

Segunda, 21 de maio de 2018

19:27 - Alckmin fará giro pelos Estados e prepara lançamento de plano de segurança