WhatsApp Twuitter

Terça, 12 de junho de 2018, 09h59

Operação Registro Espúrio

Depois de mais de três horas, PF deixa gabinete de deputada estadual investigada


Depois de mais de três horas, agentes da Polícia Federal deixaram hoje (12) o gabinete da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ). Os policiais passaram parte da manhã no Anexo 4 da Câmara dos Deputados para cumprir mandado de busca e apreensão no âmbito da segunda fase da Operação Registro Espúrio.

Divulgação

A PF investiga se a parlamentar tem participação na organização criminosa que atua na concessão fraudulenta de registros sindicais no Ministério do Trabalho. Também foi feita busca e apreensão no Rio de Janeiro, onde a deputada mora. A primeira fase da operação ocorreu em maio.

Em nota, a asessoria de Cristiane Brasil disse que a deputada foi surpreendida pela operação e que espera que os fatos sejam esclarecidos em breve. Segundo o texto, a deputada não tem papel nas decisões tomadas pelo Ministério do Trabalho. ‘Espero que as questões sejam esclarecidas com brevidade, e meu nome, limpo‘, diz Cristiane Brasil. 



// matérias relacionadas

Segunda, 18 de junho de 2018

10:37 - PF faz diligências em factoring de delator

Quinta, 14 de junho de 2018

09:38 - Polícia Federal cumpre 24 mandados em três Estados brasileiros

Quarta, 13 de junho de 2018

10:02 - PF desarticula rede de contrabando de cigarros com atuação no Sul e Uruguai

Terça, 12 de junho de 2018

09:01 - Polícia Federal faz operação contra deputada Cristiane Brasil

Quarta, 06 de junho de 2018

11:34 - Operação Dominus, da PF, investiga crime eleitoral no RS

Terça, 05 de junho de 2018

10:10 - Polícia investiga origem de repasses no Ministério do Trabalho

Sexta, 01 de junho de 2018

17:57 - PF deve agitar Cuiabá com duas novas operações

Quarta, 30 de maio de 2018

08:22 - PF desarticula organização que frauda registros sindicais

Quinta, 24 de maio de 2018

09:23 - Operação da Polícia Federal e do Ibama ataca fraudes em madeireiras

Quarta, 16 de maio de 2018

11:52 - Investigados pela PF usam Refis para reduzir e parcelar dívidas de R$ 3,8 bi


// leia também

Segunda, 18 de junho de 2018

17:30 - Justiça condena Marcos Valério a 16 anos e 9 meses de prisão no mensalão mineiro

17:15 - Promotoria arquiva inquérito de caixa dois na campanha de Mercadante

16:25 - Alckmin afina alianças do PSDB com PSD em jantar na casa de Kassab

16:18 - Conselho de Ética da Câmara deve instaurar processo contra Nelson Meurer

16:04 - Não seria demais falar que quase tudo está errado no Brasil, diz Bolsonaro

13:30 - Cármem Lúcia assume a Presidência da República

13:18 - Alckmin diz que apoio de Temer seria honroso, mas lembra que MDB tem candidato

12:30 - Polícia Civil investiga ações do ex-senador Luiz Estevão na Papuda

11:14 - Cármen Lúcia marca para 20/6 retomada de julgamento sobre delação premiada

11:04 - Temer está no Paraguai para participar de reunião de cúpula do Mercosul