WhatsApp Twuitter

Quinta, 14 de junho de 2018, 08h46

Política Nacional

Pesquisa exclusiva - conheça o perfil do presidente que o brasileiro quer


A maior parte dos brasileiros não quer que o próximo presidente eleito esteja envolvido em processos com a Justiça. Este perfil foi levantado pela “Pesquisa de Opinião Pública — As Características Ideais do Futuro Presidente do Brasil”, divulgada nesta quarta-feira (12) e encomendada pela RecordTV e pelo R7 ao instituto Real Time Big Data.

Em meio a escândalos de corrupção e desvios éticos, 85% dos entrevistados querem que o próximo presidente não esteja sendo investigado.

Outros 15% afirmam que o presidente pode ser investigado, porque “é normal ter processos”. A maioria (72%) também quer que o presidente tenha apoio de políticos e partidos, considerando esta uma característica importante para a governabilidade.

Divulgação

O coordenador da pesquisa, Bruno Soller, avalia que o perfil do presidente vai de acordo com a região em que o eleitor vive.

— Existe grande variação regional quanto ao perfil do presidente. Cada região projeta a figura do presidente na sua realidade. Alguns dados interessantes, como na região Sul, em que 92% da população projeta um presidente de cor branca, pois lá tem um maior contigente de brancos. Quando vai para o Nordeste, eles projetam um presidente, se possível, gordo, porque lá ganho de peso é visto como prosperidade. As regiões projetam como se veem representadas.

No Brasil, brancos são preferidos (75%), seguidos por negros (15%), pardos (4%), orientais (3%) e indígenas (3%).

No Sudeste, a preferência é por brancos (71%), negros (25%), pardos (2%), orientais (2%) e indígenas (0%), nesta ordem. A região Nordeste é mais equilibrada: brancos (63%), negros (29%), pardos (7%), indígenas (1%) e orientais (0%). No Norte, os brancos também são os preferidos, com 81%, seguidos dos negros (11%), pardos (4%), indígenas (4%) e orientais (0%). No Centro-Oeste, 75% preferem os brancos, 21% os negros, enquanto 2% preferem pardos, 2% os orientais e 0% os indígenas. No Sul, conforme mencionoou Soller, 92% preferem brancos, seguidos por negros (6%) e orientais (2%) — indígenas e pardos não chegaram a 1%.

Para os entrevistados, os assuntos que devem ser priorizados na pauta do próximo presidente são combater a corrupção (21%), recuperar a economia e gerar empregos (20%), resolver o caos da saúde (18%), resolver de uma vez por todas a questão da segurança pública (17%), revolucionar a educação (13%) e se preocupar mais com os pobres, com atenção ao desenvolvimento social (11%).

Ainda segundo Soller, os dados apontam um perfil mais conservador do eleitor brasileiro.

— O brasileiro pretende votar em um presidente que tenha alguns princípios mais conservadores. E o eleitor também se mostra conservador. Por mais que os jovens já estejam mais liberais, ainda há uma tendência mais conservadora mesmo entre eles.

 



// matérias relacionadas

Segunda, 18 de junho de 2018

16:25 - Alckmin afina alianças do PSDB com PSD em jantar na casa de Kassab

16:04 - Não seria demais falar que quase tudo está errado no Brasil, diz Bolsonaro

13:18 - Alckmin diz que apoio de Temer seria honroso, mas lembra que MDB tem candidato

10:41 - Alvaro Dias recusa apoiar candidatura de irmão no Paraná

08:22 - Na Bahia, Rui Costa enfrentará temas espinhosos na campanha

Sábado, 16 de junho de 2018

13:30 - Marco Aurélio afirma que ato ressoa como censura

09:51 - CNJ proíbe manifestações políticas de juízes nas redes

09:34 - Parlamentares pedem cota para candidata negra

Sexta, 15 de junho de 2018

09:22 - Apresentador Luiz Datena se candidata a ser o novo outsider

Quinta, 14 de junho de 2018

12:30 - Partidos pagam salários de até R$ 27 mil


// leia também

Terça, 19 de junho de 2018

19:00 - Rosa Weber arquiva inquérito contra deputado federal Paes Landim

18:30 - Governador da Bahia adia anúncio de chapa majoritária

18:00 - Advogado de Gleisi diz que acusações são 'frágeis' e 'contraditórias'

17:03 - Sem citar Temer, Kassab defende legado do governo

17:02 - Ciro Gomes é vaiado e deixa evento para prefeitos de Minas Gerais

15:47 - Garotinho é condenado a prestar serviços à comunidade

13:46 - Em vídeo, Gleisi afirma que denúncia no STF é perseguição contra PT

13:36 - Em nova campanha, Temer vincula impopularidade à crise de governos passados

12:00 - Procurador aponta 9 itens que incriminariam Capez na Máfia da Merenda

11:59 - Após reação negativa, deputados retiram apoio à criação de CPI contra Lava Jato