WhatsApp Twuitter

Segunda, 08 de janeiro de 2018, 12h26

Ribeirão Cascalheira

Prefeito e vice são cassados por exames grátis


Divulgação

Reynaldo Fonseca Diniz

Por unanimidade, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE-MT), cassou o mandato do prefeito Reynaldo Diniz (PR), de Ribeirão Cascalheira (894 km de Cuiabá) e do vice-prefeito Gleison Oliveira (PR).

O gestor é acusado de abuso de poder político e econômico nas eleições de 2016, ao realizar 460 exames oftalmológicos gratuitos na população, durante o pleito eleitoral. Os serviços foram prestados pelo secretário Municipal de Saúde, Jair Barros.

Reynaldo,  Gleison e Jair foram multados em R$ 10 mil e declarados inelegíveis por 8 anos. A decisão foi proferida no dia 19 de dezembro de 2017.



// leia também

Quinta, 18 de janeiro de 2018

18:44 - Prefeita de Alto Paraguai tem contas bloqueadas

12:11 - PF concluirá perícia e senador pode ser cassado

08:42 - Indicação de Wilson Santos para o TCE ganha força

Quarta, 17 de janeiro de 2018

18:34 - Vereadores decidem se cassam prefeito de Acorizal

16:48 - Fux é criticado por 'inércia' contra Pedro Taques

15:40 - CPI contra Taques tem cheiro de chantagem

Terça, 16 de janeiro de 2018

17:54 - Justino nomeia mais 54 servidores comissionados

16:35 - CPI contra Pedro Taques promete muitas surpresas

15:43 - Cuiabá tem as prostitutas mais caras do Brasil

11:10 - Jajah diz que não é dono de TV e nem devolve VI