WhatsApp Twuitter

Quarta, 14 de junho de 2017, 11h43

R$ 46,6 milhões devolvidos

Ex-governador Silval 'perde' avião, fazendas e apartamento - veja lista de bens

Welington Sabino, editor do GD


A mudança de postura do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), que depois de quase 2 anos preso no Centro de Custódia da Capital (CCC) decidiu confessar sua participação em crimes de corrupção e desvio de milhões de reais dos cofres do Estado, não foi o único fator que motivou a juíza Selma Arruda a revogar as 3 prisões preventivas e converter em prisão domiciliar.

João Vieira

Silval precisou dar garantias financeiras de que está disposto a ressarcir o erário e devolver tudo, ou pelo menos parte dos valores desviados dos cofres públicos. No pedido de liberdade, ofereceu para perdimento imediato bens avaliados em R$ 46.6 milhões entre fazendas, apartamento e até um avião bimotor Sêneca, modelo EMB-810 D, com capacidade para transportar 6
pessoas.

Ele autorizou a alienação dos bens se comprometendo a garantir a manutenção e zelo, bem como pagamentos de IPTU e demais tributos ou taxas incidentes até a alienação dos imóveis dados como garantia.

A juíza Selma Arruda concordou e expediu o alvará de soltura para Barbosa deixar o Centro de Custódia e passar a cumprir a prisão em sua residência mediante uso de tornozeleira eletrônica.

Os bens devolvidos pelo ex-governador são os seguintes:

Um lote urbano localizado no município de Sinop, com dois mil e quinhentos metros quadrados avaliado em R$ 860 mil.

Uma área rural de 4.114,9550 hectares , localizada em Peixoto de Azevedo, denominada Fazenda Serra Dourada II, avaliada em R$ 33.1 milhões.

Uma área rural de um 1.248,6647 hectares localizada em Peixoto de Azevedo, denominada Fazenda Lagoa Dourada 1 avaliada em R$ 10.4 milhões
Uma aeronave prefixo PT- VRX modelo EMB-810D, avaliada em R$ 900 mil.

Um imóvel localizado nos lotes 1 e 2 Quadra 13 da Rua Amsterdam Bairro Rodoviária Parque em Cuiabá, com edificação, avaliado em R$ 1.2 milhão.

Ex-chefe de gabinete também entrega imóvel

Outro que também ofereceu garantia para ganhar liberdade foi Silvio César Corrêa Araujo, ex-chefe de gabinete de Silval Barbosa. Ele ofereceu para garantia o perdimento imediato o imóvel avaliado em R$ 472.9 mil ao mesmo tempo em que autoriza a venda antecipada e se mantém responsável por sua manutenção e zelo e pagamentos de IPTU e demais tributos bem como taxas incidentes até a efetiva alienação.

O imóvel consiste nos lotes 3 e 4 da Rua Amsterdam Quadra 13, no bairro Rodoviária Parque Cuiabá, na Capital. As avaliações dos bens foram apresentadas pelas defesas dos réus.



// matérias relacionadas

Sexta, 13 de abril de 2018

07:15 - Polícia investiga membros por vazamentos de operação que prendeu Silval

Quarta, 28 de março de 2018

18:42 - Dono de mansão de R$ 5 mi pede justiça gratuita

Sexta, 23 de março de 2018

07:48 - Inimigos públicos, Faiad deseja sorte a Selma na carreira política

Quarta, 21 de março de 2018

11:46 - Sindicância na Fecomércio coloca em risco delação de Nadaf

Sexta, 09 de março de 2018

07:23 - Juíza revoga prisão do delator Silvio Corrêa, aliado de Silval

Quinta, 08 de março de 2018

19:09 - Comparsa de Silval está livre de prisão domiciliar

09:00 - Desembargador falta e julgamento de sindicância contra a juíza Selma é adiado

Quinta, 01 de março de 2018

17:01 - Estado prorroga processo contra a Consignum por mais 6 meses

Segunda, 26 de fevereiro de 2018

19:43 - Tornozeleira não deixa Pedro Nadaf achar emprego

11:37 - Esposa, filho e irmão de Silval prestam depoimentos


// leia também

Domingo, 22 de abril de 2018

08:30 - Justiça acata ação do Ministério Público e 'expulsa' sindicato de terreno público

Sábado, 21 de abril de 2018

08:30 - Juiz anula estabilidade de servidor da Assembleia efetivado sem concurso

Sexta, 20 de abril de 2018

17:17 - TJ autoriza protesto de R$ 5,5 mi contra cooperativa que foi presidida por Eraí

15:49 - Farmacêuticos estão proibidos de aplicar botox e outros procedimentos estéticos

15:35 - Justiça libera R$ 1,8 milhão aos trabalhadores de Hospital Regional de Sinop

12:13 - Empresário Zezo Malouf é alvo de penhora de R$ 3,6 milhões - veja fac-símile

11:15 - Wilson Santos é condenado em R$ 6 milhões e perda direitos políticos

11:00 - Investigações do Gaeco avançam em outros contratos no Detran

08:31 - Mauro Mendes sofre bloqueio de R$ 300 mil em ação por fraude em leilão

08:01 - Cidinho quer testemunha do Maranhão em ação por desvio de rendas públicas