WhatsApp Twuitter

Quarta, 14 de junho de 2017, 11h43

R$ 46,6 milhões devolvidos

Ex-governador Silval 'perde' avião, fazendas e apartamento - veja lista de bens

Welington Sabino, editor do GD


A mudança de postura do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), que depois de quase 2 anos preso no Centro de Custódia da Capital (CCC) decidiu confessar sua participação em crimes de corrupção e desvio de milhões de reais dos cofres do Estado, não foi o único fator que motivou a juíza Selma Arruda a revogar as 3 prisões preventivas e converter em prisão domiciliar.

João Vieira

Silval precisou dar garantias financeiras de que está disposto a ressarcir o erário e devolver tudo, ou pelo menos parte dos valores desviados dos cofres públicos. No pedido de liberdade, ofereceu para perdimento imediato bens avaliados em R$ 46.6 milhões entre fazendas, apartamento e até um avião bimotor Sêneca, modelo EMB-810 D, com capacidade para transportar 6
pessoas.

Ele autorizou a alienação dos bens se comprometendo a garantir a manutenção e zelo, bem como pagamentos de IPTU e demais tributos ou taxas incidentes até a alienação dos imóveis dados como garantia.

A juíza Selma Arruda concordou e expediu o alvará de soltura para Barbosa deixar o Centro de Custódia e passar a cumprir a prisão em sua residência mediante uso de tornozeleira eletrônica.

Os bens devolvidos pelo ex-governador são os seguintes:

Um lote urbano localizado no município de Sinop, com dois mil e quinhentos metros quadrados avaliado em R$ 860 mil.

Uma área rural de 4.114,9550 hectares , localizada em Peixoto de Azevedo, denominada Fazenda Serra Dourada II, avaliada em R$ 33.1 milhões.

Uma área rural de um 1.248,6647 hectares localizada em Peixoto de Azevedo, denominada Fazenda Lagoa Dourada 1 avaliada em R$ 10.4 milhões
Uma aeronave prefixo PT- VRX modelo EMB-810D, avaliada em R$ 900 mil.

Um imóvel localizado nos lotes 1 e 2 Quadra 13 da Rua Amsterdam Bairro Rodoviária Parque em Cuiabá, com edificação, avaliado em R$ 1.2 milhão.

Ex-chefe de gabinete também entrega imóvel

Outro que também ofereceu garantia para ganhar liberdade foi Silvio César Corrêa Araujo, ex-chefe de gabinete de Silval Barbosa. Ele ofereceu para garantia o perdimento imediato o imóvel avaliado em R$ 472.9 mil ao mesmo tempo em que autoriza a venda antecipada e se mantém responsável por sua manutenção e zelo e pagamentos de IPTU e demais tributos bem como taxas incidentes até a efetiva alienação.

O imóvel consiste nos lotes 3 e 4 da Rua Amsterdam Quadra 13, no bairro Rodoviária Parque Cuiabá, na Capital. As avaliações dos bens foram apresentadas pelas defesas dos réus.



// matérias relacionadas

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

09:51 - Ex-secretário reafirma delação e consegue se livrar de tornozeleira

Terça, 20 de fevereiro de 2018

10:27 - Apartamento de R$ 470 mil do delator Pedro Nadaf é arrematado em leilão

Sexta, 16 de fevereiro de 2018

19:05 - Nadaf quer o perdão após roubar e delatar comparsas

Terça, 30 de janeiro de 2018

16:38 - Juíza cancela sequestro de casa em nome de coronel preso por corrupção

Quinta, 25 de janeiro de 2018

15:47 - Chefe da PGR prefere ver aliado de Silval na cadeia

Quarta, 24 de janeiro de 2018

13:27 - Silval e mais 9 são alvos de bloqueio de R$ 15,8 milhões

Quarta, 17 de janeiro de 2018

15:30 - Depoimentos de Silval à CGE respingam em 106 empresas e vários servidores

07:45 - Silval Barbosa aconselha novo governador a não cometer crimes

Terça, 26 de dezembro de 2017

14:34 - Ex-diretora da Fecomércio é condenada a 3 anos e 8 meses de prisão

Sexta, 22 de dezembro de 2017

15:33 - Juíza destaca lealdade de comparsa de Silval em condenação


// leia também

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

07:29 - PF mantém posse sobre documentos e celulares apreendidos em empresa de secretário

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

13:32 - Assembleia que afastou presidente da Fecomércio é anulada pela Justiça

10:30 - Gaeco e Defaz começam interrogar 240 testemunhas sobre desvios no Detran

07:59 - João Emanuel vai ao Supremo para afastar juíza Selma

07:35 - STF autoriza investigação contra Bezerra por suspeita de fraude em licitação

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

17:04 - Raquel Dodge pede a junção das delações de Silval e familiares

10:40 - Juiz sai de processo contra delator que não devolveu R$ 17 milhões

09:03 - Eder apela contra condenação a 10 anos e 8 meses de prisão

08:35 - Promotora corre contra o tempo para garantir Arcanjo na cadeia

07:30 - STF quer desmembrar investigação contra deputado por fraude em licitações