WhatsApp Twuitter

Quinta, 12 de outubro de 2017, 11h30

improbidade

MPE pede e Justiça decreta indisponibilidade de bens de ex-prefeito

Cristina Gomes, repórter MP/MT


Divulgação

Ex-prefeito Adalberto Navair Diamante

A Justiça acatou pedido liminar efetuado pelo Ministério Público do Estado de Mato Grosso e decretou a indisponibilidade de bens do ex-prefeito do município de Marcelândia, Adalberto Navair Diamante, até o montante de R$ 326,476 mil. Ele é acusado de improbidade administrativa por ter retido no fim de sua gestão valores de empréstimos consignados dos servidores públicos municipais e não ter repassado o dinheiro às instituições bancárias credoras.

De acordo com o promotor de Justiça Matheus Pavão de Oliveira, o ex-prefeito foi intimado a prestar informações sobre o paradeiro do recurso, porém, não comprovou ter dado destinação lícita e tampouco ter devolvido aos cofres públicos os valores retidos não repassados, deixando nítido a relação entre a conduta fraudulenta e o prejuízo causado ao município.

Consta na ação, que como o desvio do dinheiro ocorreu no fim do mandado de Adalberto Navair, coube a administração seguinte arcar com o prejuízo ocasionado, indenizando as instituições financeiras credoras, fato que causou mais uma vez dano ao erário.

“É notório que tais comportamentos de administradores públicos abalam a imagem e a credibilidade do ente municipal e de toda a sociedade, incutindo a falsa ideia de que tudo é possível com o dinheiro e bens públicos, pouco importando a Lei ou a moral, disseminando um sentimento de dilapidação do patrimônio e de estímulo a falcatruas, ilegalidades, irregularidades e imoralidades”, assegurou o promotor de Justiça.



// matérias relacionadas

Quinta, 14 de dezembro de 2017

09:11 - Justiça mantém bloqueio a imóvel de ex-secretário de Fazenda

Sexta, 01 de dezembro de 2017

16:18 - Coronel Taborelli se entrega à Justiça após pedido de prisão

Quarta, 29 de novembro de 2017

20:06 - Justiça expede mandado de prisão contra coronel e ex-deputado Taborelli

14:55 - Ex-secretário de Saúde e mais 4 viram réus por prejuízo de R$ 1,7 mi

Segunda, 27 de novembro de 2017

14:14 - Bosaipo não apresenta testemunhas e é intimado

Quinta, 23 de novembro de 2017

17:45 - MPE investiga sobrepreço de R$ 5,1 milhões em obra

Terça, 21 de novembro de 2017

16:27 - Justiça bloqueia R$ 340 mil em bens de presidente do Sindicato Rural

Segunda, 20 de novembro de 2017

12:28 - Marcada audiência em processo contra Wilson Santos por superfaturamento

Domingo, 12 de novembro de 2017

08:40 - Sinfra e CGE investigam 2 empresas por irregularidade em contrato de R$ 20 milhões

Quarta, 01 de novembro de 2017

15:28 - Juiz bloqueia R$ 12 milhões de ex-prefeito, servidores e empresários


// leia também

Quinta, 14 de dezembro de 2017

18:49 - Justiça mantém prisão de acusados por chacina em Colniza

17:35 - Oito desembargadores votam pela aposentadoria compulsória de juiz

16:00 - Justiça federal determina intervenção na Casa de Bem Bem

15:48 - TJ decide não investigar promotor por agressão à ex-esposa advogada

15:23 - Juiz determina bloqueio de R$ 13 milhões nas contas do Estado

11:40 - Juíza Selma nega devolver documentos apreendidos de Faiad

10:01 - JBS pagará indenização de R$ 200 mil e valor será revertido à comunidade

09:39 - TRT condena transportadora a contratar pessoas com deficiência

08:50 - Decolar.com é condenada por antecipar viagem de férias

Quarta, 13 de dezembro de 2017

17:26 - TJ mantém juíza Selma em processo contra oficial de justiça