WhatsApp Twuitter

Terça, 13 de março de 2018, 08h25

Política de MT

Sobrinho de Riva recorre para não devolver R$ 42 milhões por crimes em garimpo

Arthur Santos da Silva, repórter do GD


O magistrado Paulo Cézar Alves Sodré, juiz da Sétima Vara Federal de Mato Grosso, recebeu apelação do empresário João Paulo Riva, sobrinho do ex-deputado Riva, condenado a 2 anos e 8 meses de reclusão em processo por exploração irregular de garimpo e crimes ambientais. O apenado também é condenado a pagar R$ 67 mil pela degradação da área e R$ 42,5 milhões pela quantidade de ouro retirado.

Otmar de Oliveira

A pena de reclusão de João Paulo foi convertida em duas restritivas de direito, mas ele recorre para não precisar pagar o valor milionário. O condenado já tentou reformar sentença, mas o agravo foi negado no fim de 2017.

Segundo o denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF), no período de 2010 a 2012, João Paulo Riva, na condição de gerente de operações da “Metais Juara Ltda”, explorou continuamente recursos minerais pertencente à União. A exploração, sem autorização legal, ocorreu no município de Poconé.

Fiscalização constatou que o alvará de exploração de uma área nomeada como Fazenda São Vicente estava vencido. A retirada do ouro foi uma parceria com José Vicente Nunes Rondon (proprietário da fazenda) e José Francisco Borba Martins.

Na defesa, João Paulo argumentou pela improcedência da ação penal. Segundo ambos a exploração no local descrito na denúncia não existiu. Os réus afirmaram ainda que a prática de extração não foi ocasionada por eles.

Em sua decisão, o juiz Paulo Cézar Alves Sodré considerou que a materialidade da exploração irregular foi comprovada por diversos laudos periciais.

Priminho Riva, irmão do ex-parlamentar e pai de João Paulo, chegou a ser denunciado, mas foi absolvido e não precisa recorrer.
 



// leia também

Quarta, 20 de junho de 2018

18:14 - TJ nega liberdade a acusado de desviar R$ 23 milhões de cooperativa

16:55 - Eder Moraes tacha delação de Silval como 'sorrateira' e forjada com aliado

13:39 - Juiz nega pedido para João Arcanjo visitar shopping

13:35 - Governador diz confiar no Judiciário e não comenta prisão de Paulo Taques

11:19 - TCE mantém suspensa licitação de R$ 202 milhões para construir pontes

09:17 - Ministra cita criação artificial de provas para manter Paulo Taques preso

08:07 - Juiz se mantém em ação e vê possível crime de arapongagem cometido por Selma

07:10 - José Riva e Humberto Bosaipo viram réus por fraude de R$ 2,2 milhões

Terça, 19 de junho de 2018

15:23 - Justiça manda supermercado indenizar mulher que teve intoxicação com torta

14:00 - Juíza dá prazo para produção de provas contra Wilson Santos