WhatsApp Twuitter

Terça, 13 de março de 2018, 15h29

pedido de habeas corpus

Defesa de arquiteta cuiabana que matou gari em SP tenta revogar prisão

Karine Miranda, repórter do GD


A defesa da arquiteta cuiabana Hívena Queiroz Del Pintor Vieira, 27, entrou com pedido de habeas corpus na Justiça de São Paulo para impedir a prisão da jovem que atropelou e matou um gari em 2015.

Marcelo Goncalves/Sigmapress/Estadão Conteúdo

Defesa de cuiabana que atropelou gari entra com pedido de habeas corpus

A prisão preventiva foi decretada pela juíza da 24ª Vara Criminal do Estado de São Paulo, Sônia Nazaré Fernandes Fraga, após a cuiabana não comparecer a uma audiência sobre o caso no início de março.

Leia mais - Juíza de SP decreta prisão de cuiabana que atropelou gari

Hívena é acusada de atropelar e matar o gari Alceu Ferraz, 61, enquanto ele realizava a limpeza da via pública no centro de São Paulo, em 2015. Na ocasião, ela também atropelou José João e não prestou socorro.

Leia mais - Prisão de arquiteta cuiabana que atropelou gari é absurda, diz advogado

O pedido de habeas corpus foi impetrado pela defesa composta pelos advogados Paulo José Aranha, Marco Aurélio Pinto Florêncio Filho e Rodrigo Domingues de Castro Camargo Aranha. O habeas corpus está concluso para decisão da desembargadora Ely Amioka, da 8ª Câmara de Direito Criminal de São Paulo.

O caso – Hívena teve a prisão preventiva decretada pois não compareceu à audiência que iria julgar o caso. Na ocasião, a promotora Denise Elizabeth Herrera afirmou que a jovem tinha plena ciência da investigação em andamento, uma vez que estava representada por advogados que também acompanharam a investigação.

Mesmo assim, segundo a promotora, ela não manteve qualquer informação atualizada sobre seu endereço, o que inviabilizou a sua citação pessoal. Por isso, a promotora requereu a prisão, cujo pedido foi acatado pela juíza Sonia Nazaré.

A magistrada citou que a prisão era necessária para que a apuração dos fatos não ficasse em tempo incerto, “por conveniência da acusada, até que resolva comparecer em juízo”. Além disso, a magistrada redesignou nova audiência para o dia 17 de julho, às 15 horas. 



// matérias relacionadas

Segunda, 09 de abril de 2018

16:52 - Juiz de MT fiscaliza arquiteta que atropelou e matou gari em São Paulo

Quinta, 22 de março de 2018

10:05 - Juíza de SP determina fiscalização sobre arquiteta que matou gari

Quarta, 14 de março de 2018

17:53 - Cuiabana que matou gari consegue habeas corpus e deixa de ser foragida

Quinta, 08 de março de 2018

11:59 - Prisão de arquiteta cuiabana que atropelou gari é absurda, diz advogado

Quarta, 07 de março de 2018

17:25 - Juíza de SP decreta prisão de cuiabana que atropelou gari

Terça, 23 de junho de 2015

18:16 - Universitária é indiciada por 4 crimes por atropelar e matar gari

09:37 - Advogado confirma que estudante se envolveu em acidente

Segunda, 22 de junho de 2015

11:44 - Estudante cuiabana acusada de atropelar 2 garis se apresenta à Polícia


// leia também

Terça, 19 de junho de 2018

15:23 - Justiça manda supermercado indenizar mulher que teve intoxicação com torta

14:00 - Juíza dá prazo para produção de provas contra Wilson Santos

13:45 - Engeglobal pede recuperação judicial por dívidas de R$ 50 milhões

13:20 - Ministra não reconhece legitimidade da AL para interceder por Mauro Savi

10:27 - TRE reverte cassação da prefeita Lucimar Campos em Várzea Grande

09:19 - Acusado de ameaçar ex-secretário de Educação é preso

07:00 - Antonio Joaquim pede para ser investigado no STJ

Segunda, 18 de junho de 2018

19:44 - Supremo mantém Paulo Taques preso 51 dias após operação

17:30 - Ex-deputado confirma ter recebido R$ 50 mil gravado em vídeo de delator

14:16 - PF sugere 144 novos inquéritos por delações de família Barbosa