WhatsApp Twuitter

Terça, 13 de março de 2018, 16h48

MPE quer cela comum para falsa médica envolvida em morte de prefeito

Clênia Goreth, repórter do MPE


O Ministério Público do Estado de Mato Grosso requereu nesta terça-feira (13) que a acusada Yana Fois Alvarenga Coelho, denunciada por exercício ilegal da Medicina e por participação no homicídio do ex-prefeito de Colniza, perca o direito a prisão especial na Penitenciária Ana Maria do Couto May. O pedido é para que a detenta seja recolhida nas mesmas dependências das demais recuperandas, sem qualquer distinção, já que não possui curso superior.

Reprodução

Yana Fois

De acordo com a denúncia oferecida pelo Ministério Público na sexta-feira (9), a acusada exercia a profissão de médica sem autorização legal. Foi apurado que, entre os anos de 2006 a 2007, a denunciada usou documento público falso para obter a transferência do curso de Medicina oferecido pelo InstitutoTocantinense Presidente Antônio Carlos Ltda para a Universidade de Iguaçu (UNIG), no Estado do Rio de Janeiro.

Leia também - Médica acusada de matar prefeito é denunciada por exercício ilegal da profissão

Durante as investigações, o MPE teve acesso a ofícios expedidos pelo Instituto Tocantinense Presidente Antônio Carlos Ltda, em julho de 2007, informando à Universidade de Iguaçu (UNIG) que os documentos utilizados pela referida acadêmica para efetivar a transferência foram adulterados grosseiramente. Além de ter sido reprovada em quase todas as disciplinas do curso, consta na denúncia que ela havia desistido da graduação antes de se transferir para o Estado do Rio de Janeiro.

Ainda, segundo o MPE, em março de 2008,o Reitor da Universidade de Iguaçu expediu Portaria, confirmando a desconstituição de colação de grau de Yana Fois Coelho, com a consequente invalidação do Diploma de médica. O fato foi, inclusive, comunicado ao Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro. 



// matérias relacionadas

Quinta, 07 de junho de 2018

08:55 - Juiz marca audiência por morte de prefeito de Colniza e desmembra processo

Sexta, 06 de abril de 2018

11:36 - STJ mantém pedido de prisão contra empresário foragido em ação da Chacina de Colniza

Terça, 03 de abril de 2018

09:09 - MP não vai negociar pena com falsa médica envolvida na morte de prefeito

Sexta, 30 de março de 2018

09:58 - 'Médica' suspeita por morte de prefeito pode negociar pena por exercício ilegal da profissão

Sexta, 23 de março de 2018

10:35 - CRM suspende registro médica envolvida no assassinato de prefeito

Sexta, 16 de março de 2018

16:09 - MPE vai exigir que falsa médica devolva salários recebidos de prefeitura

Segunda, 12 de março de 2018

18:20 - Médica acusada de matar prefeito é denunciada por exercício ilegal da profissão

Quarta, 28 de fevereiro de 2018

09:43 - Celular usado por médica na prisão para atualizar redes sociais é apreendido

Terça, 27 de fevereiro de 2018

09:29 - Juiz recebe denúncia contra vereador por fraude em cassação de prefeito

Quarta, 21 de fevereiro de 2018

16:55 - Juiz afasta presidente da Câmara de Colniza que tentou cassar prefeito


// leia também

Terça, 19 de junho de 2018

15:23 - Justiça manda supermercado indenizar mulher que teve intoxicação com torta

14:00 - Juíza dá prazo para produção de provas contra Wilson Santos

13:45 - Engeglobal pede recuperação judicial por dívidas de R$ 50 milhões

13:20 - Ministra não reconhece legitimidade da AL para interceder por Mauro Savi

10:27 - TRE reverte cassação da prefeita Lucimar Campos em Várzea Grande

09:19 - Acusado de ameaçar ex-secretário de Educação é preso

07:00 - Antonio Joaquim pede para ser investigado no STJ

Segunda, 18 de junho de 2018

19:44 - Supremo mantém Paulo Taques preso 51 dias após operação

17:30 - Ex-deputado confirma ter recebido R$ 50 mil gravado em vídeo de delator

14:16 - PF sugere 144 novos inquéritos por delações de família Barbosa