WhatsApp Twuitter

Segunda, 16 de abril de 2018, 13h39

operação bereré

Deputado é interrogado no Gaeco sobre propina e 'foge' da imprensa - Veja vídeos

Celly Silva, repórter do GD


Após faltar por duas vezes ao interrogatório no Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), o deputado estadual José Domingos Fraga (PSD) compareceu na manhã desta segunda-feira (16) para depor sobre o esquema de corrupção e pagamento de propina no Departamento Estadual de Trânsito (Detran), durante o último governo.

Leia também - Deputado e procuradora não vão ao Gaeco depor sobre propina no Detran

Fraga chegou no horário combinado, por volta das 10h30, acompanhado do advogado Darlã Ebert Vargas, e não quis falar com a imprensa sobre os R$ 100 mil que repassou para o então assessor na Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Jorge Batista da Graça, nos dias 3 e 6 de fevereiro de 2014, e que foram usados pelo funcionário para quitar despesas do parlamentar.

                        

As informações foram prestadas pelo próprio Jorge Batista aos promotores do Gaeco. Segundo ele, houve 2 depósitos de R$ 50 mil cada, de cheques emitidos por Claudemir Pereira dos Santos, um dos sócios da Santos Treinamento e Capacitação de Pessoal Ltda, investigada na operação Bereré por suspeita de ser uma empresa fantasma criada para manter contrato com a FDL Serviços de Registro, Cadastro, Informatização e Certificação de Documentos Ltda (atual EIG Mercados Ltda), com o objetivo de lavar a propina que era paga pela FDL a políticos ligados ao Detran.

José Domingos Fraga foi interrogado pelo promotor de justiça César Danilo Ribeiro de Novais por cerca de 1h30. Ao final, foi autorizada a saída do parlamentar pela porta dos fundos, já que ele havia reclamado de ter sido filmado e abordado por jornalistas na entrada. 

                       



// matérias relacionadas

Sexta, 20 de abril de 2018

11:00 - Investigações do Gaeco avançam em outros contratos no Detran

Quarta, 18 de abril de 2018

11:20 - EIG diz que intervenção no Detran visa mascarar desapropriação e confisco

Sexta, 13 de abril de 2018

09:38 - TJ mantém bloqueio de R$ 27 milhões contra investigados da Bereré

Quinta, 12 de abril de 2018

12:24 - Baiano Filho diz que cheques foram emprestados de outro parlamentar

Quarta, 11 de abril de 2018

17:57 - Gaeco interroga procuradora sobre R$ 752 mil vindos de empresa de fachada

11:18 - No Gaeco, irmão de Wilson Santos não explica sobre cheques da Bereré - Veja vídeos

10:11 - Superintendente do Cade defendeu a empresa EIG Mercados

Terça, 10 de abril de 2018

13:30 - Interventor do Detran foi multado pelo TCE por não fiscalizar contrato da EIG

12:42 - Zé Domingos 'some' e assessor se diz vítima em esquema no Detran - veja vídeo

00:30 - Empresa alvo do Gaeco notifica Taques a anular intervenção no Detran


// leia também

Sábado, 21 de abril de 2018

08:30 - Juiz anula estabilidade de servidor da Assembleia efetivado sem concurso

Sexta, 20 de abril de 2018

17:17 - TJ autoriza protesto de R$ 5,5 mi contra cooperativa que foi presidida por Eraí

15:49 - Farmacêuticos estão proibidos de aplicar botox e outros procedimentos estéticos

15:35 - Justiça libera R$ 1,8 milhão aos trabalhadores de Hospital Regional de Sinop

12:13 - Empresário Zezo Malouf é alvo de penhora de R$ 3,6 milhões - veja fac-símile

11:15 - Wilson Santos é condenado em R$ 12 milhões e perda direitos políticos

08:31 - Mauro Mendes sofre bloqueio de R$ 300 mil em ação por fraude em leilão

08:01 - Cidinho quer testemunha do Maranhão em ação por desvio de rendas públicas

07:43 - STF desmembra processo de Henry na Lava Jato por crimes de R$ 29 bilhões

Quinta, 19 de abril de 2018

16:39 - Funcionários decidem continuar trabalhando no Hospital Jardim Cuiabá