WhatsApp Twuitter

Sexta, 16 de junho de 2017, 16h40

LIGAÇÃO

Maggi rechaça ter mandado emissário para falar com Silval

Alcione dos Anjos, repórter do GD


O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi (PP), rechaça que tenha enviado emissário ao Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) para conversar com o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) enquanto ele esteve preso preventivamente por um ano e nove meses.

Divulgação

De acordo com nota encaminhada ao Gazeta Digital pela assessoria jurídica de Maggi, o ministro nunca teria procurado o ex-governador pelo simples fato de não existir motivo para isso. Para ele, a divulgação de informações inverídicas têm o claro propósito de prejudicar o bom andamento processual.

A nota rebate as declarações feitas pelo advogado criminalista Marcos Dantas, que faz a defesa do ex-secretário de Estado de Fazenda, Marcel De Cursi, que continua cumprindo prisão preventiva no CCC.

Ao comentar uma das alegações da defesa de Silval Barbosa para conseguir substituir a prisão preventiva para domiciliar, Dantas disse que as pressões sofridas pelo ex-governador partiram de pessoas que foram visitar Silval no Centro de Custódia e não de quem estava preso.

Entre os visitantes do local o criminalista citou o senador Wellington Fagundes (PV), que confirma as visitas e diz que a ação foi solidaria ao companheiro da política, e um emissário de Maggi, que teria sido escorraçado do local por Silval.  Maggi não havia se manifestado ainda sobre o assunto.

Confira a nota na integra

Nota de esclarecimento

Sobre as declarações feitas pelo advogado Marcos Dantas, responsável pela defesa do ex-secretário estadual de Fazenda, Marcel de Cursi, de que o ministro Blairo Maggi teria enviado emissário ao Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), vimos a público rechaçar esta afirmação.

Em nenhum momento Blairo Maggi teria procurado o ex-governador Silval Barbosa e, muito menos, enviado emissário, por não existir motivos para isso. Entendemos, por fim, que essas informações inverídicas têm o claro propósito de prejudicar o bom andamento processual.

Assessoria jurídica do ministro Blairo Maggi



// matérias relacionadas

Quarta, 28 de junho de 2017

11:45 - Empresa depositou R$ 17 mil para esposa de coronel

Terça, 27 de junho de 2017

11:27 - Delator paga R$ 300 mil e promotora pede arquivamento de denúncia

Segunda, 26 de junho de 2017

16:09 - Familiares de Silval receberam R$ 1,8 milhão da JBS/Friboi

Domingo, 25 de junho de 2017

10:30 - Silval aponta Nadaf como 'mentor' pelo desvio de R$ 15 milhões

Segunda, 19 de junho de 2017

16:50 - Dez deputados visitaram Silval em um único dia, revela advogado

11:32 - Secretário será ouvido em processo por corrupção

11:08 - Audiência é refeita para ouvir Alexandre César

08:20 - Juíza já havia determinado reforço na segurança de Silval

Sábado, 17 de junho de 2017

15:48 - Silval já tem 4 confissões marcadas por juíza

Sexta, 16 de junho de 2017

21:45 - Prisão domiciliar de Silval não muda rotina em edifício de luxo


// leia também

Quarta, 28 de junho de 2017

19:45 - Governo antecipa pagamento das perdas e fecha acordo da RGA

19:36 - Ministérios da Saúde e Educação liberam recursos e obras para VG

16:49 - Coronel Zaqueu presta depoimento e nega mando de grampos ilegais

16:00 - Estado instaura PAD contra agentes da Sefaz envolvidos em fraudes

15:33 - Governo propõe pagar perdas da RGA até 2020, mas fórum recusa

15:01 - Governo garante correção inflacionária ao duodécimo dos Poderes em 2018

14:57 - Estado deve arrecadar R$ 18,83 bilhões em 2018

10:57 - Vereador negocia soluções para a saúde de Mato Grosso

10:55 - Controladoria abre processo contra Caramuru e escritório de advocacia

09:51 - Valtenir nega ter destituído diretores municipais do PSB