WhatsApp Twuitter

Sexta, 16 de junho de 2017, 16h40

LIGAÇÃO

Maggi rechaça ter mandado emissário para falar com Silval

Alcione dos Anjos, repórter do GD


O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi (PP), rechaça que tenha enviado emissário ao Centro de Custódia de Cuiabá (CCC) para conversar com o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) enquanto ele esteve preso preventivamente por um ano e nove meses.

Divulgação

De acordo com nota encaminhada ao Gazeta Digital pela assessoria jurídica de Maggi, o ministro nunca teria procurado o ex-governador pelo simples fato de não existir motivo para isso. Para ele, a divulgação de informações inverídicas têm o claro propósito de prejudicar o bom andamento processual.

A nota rebate as declarações feitas pelo advogado criminalista Marcos Dantas, que faz a defesa do ex-secretário de Estado de Fazenda, Marcel De Cursi, que continua cumprindo prisão preventiva no CCC.

Ao comentar uma das alegações da defesa de Silval Barbosa para conseguir substituir a prisão preventiva para domiciliar, Dantas disse que as pressões sofridas pelo ex-governador partiram de pessoas que foram visitar Silval no Centro de Custódia e não de quem estava preso.

Entre os visitantes do local o criminalista citou o senador Wellington Fagundes (PV), que confirma as visitas e diz que a ação foi solidaria ao companheiro da política, e um emissário de Maggi, que teria sido escorraçado do local por Silval.  Maggi não havia se manifestado ainda sobre o assunto.

Confira a nota na integra

Nota de esclarecimento

Sobre as declarações feitas pelo advogado Marcos Dantas, responsável pela defesa do ex-secretário estadual de Fazenda, Marcel de Cursi, de que o ministro Blairo Maggi teria enviado emissário ao Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), vimos a público rechaçar esta afirmação.

Em nenhum momento Blairo Maggi teria procurado o ex-governador Silval Barbosa e, muito menos, enviado emissário, por não existir motivos para isso. Entendemos, por fim, que essas informações inverídicas têm o claro propósito de prejudicar o bom andamento processual.

Assessoria jurídica do ministro Blairo Maggi



// matérias relacionadas

Sexta, 18 de agosto de 2017

19:33 - Supremo homologa delações de filho e ex-assessor de Silval

Quinta, 17 de agosto de 2017

20:10 - Juíza parte para tudo ou nada em ação da Sodoma

19:33 - Delação de Silval traz repórter da Globo a MT

17:40 - Após suspensão movida por Faiad, juíza estende medida a toda ação penal

Quarta, 16 de agosto de 2017

17:37 - Sakamoto suspende ação penal contra Francisco Faiad

10:13 - TJ extingue pedido de suspeição e juíza Selma vai julgar Marcel Cursi

Terça, 15 de agosto de 2017

08:50 - Bezerra quer ler a delação de Silval Barbosa

Segunda, 14 de agosto de 2017

18:09 - Ações da Operação Sodoma continuam com juíza Selma

14:41 - Ações penais sob Selma Arruda serão divididas com juiz Marcos Faleiros

Sábado, 12 de agosto de 2017

13:46 - Eder Moraes nega ter recebido R$ 6 milhões para inocentar Blairo e Silval


// leia também

Domingo, 20 de agosto de 2017

11:59 - Obras em VG beneficiam 25 mil pessoas em 6 bairros

11:38 - Especialistas criticam voto distrital e financiamento público das eleições

Sábado, 19 de agosto de 2017

15:09 - Nos Estados Unidos, prefeito debate plano para parques

09:02 - Prioridade do PP é reeleição de Blairo Maggi

Sexta, 18 de agosto de 2017

15:42 - OAB quer 'devassa' em todo processo de interceptação telefônica

14:56 - Presidente da Caixa defende retomada do VLT em Cuiabá e VG

11:21 - 'Não sou prioridade no grupo de Taques', diz Medeiros

10:30 - Leitão é contra distritão e criação do fundo partidário

10:08 - Vereadores querem direito a 13º salário; TCE rejeita consulta

09:53 - PTB quer Antônio Joaquim para disputar o governo do Estado