WhatsApp Twuitter

Segunda, 19 de junho de 2017, 16h50

alegou ameaças

Dez deputados visitaram Silval em um único dia, revela advogado

Celly Silva, repórter do GD


O advogado Marcos Dantas, que atua na defesa do ex-secretário de Estado de Fazenda Marcel de Cursi, revelou ao noticiário MT Record nomes de outros políticos que teriam visitado o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) no Centro de Custódia da Capital (CCC), durante o último semestre.

Reprodução

Marcos Dantas, advogado de Marcel de Cursi

Na semana passada, em entrevista ao Gazeta Digital, ele havia apontado que o senador Wellington Fagundes (PR) teria ido pessoalmente e que o ministro Blairo Maggi (PP) teria enviado um emissário. Desta vez, os deputados estaduais Dilmar Dal Bosco (DEM), líder do governo na Assembleia Legislativa, Gilmar Fabris (PSD) e Mauro Savi (PSB) também foram citados pelo advogado.

Conforme a entrevista dele ao MT Record, Silval Barbosa teria recebido 10 deputados em um único dia, além de secretários titulares e adjuntos do governo.

O fato é usado pela defesa de Marcel para afastar a ideia de que ele seria uma das pessoas que teriam ameaçado o ex-governador, o que poderia complicar ainda mais sua situação nas diversas ações penais a que responde juntamente com Silval e outros membros da antiga gestão, nas operações Sodoma e Seven.

Leia também - Fagundes visita Silval e Maggi manda emissário, revela advogado

“Uma das bases da soltura do ex-governador Silval Barbosa foi o fato de que ele estava sofrendo pressão dentro do Centro de Custódia. E aí surge essa questão: essa pressão foi sofrida lá internamente ou foi de pessoas que estiveram lá fazendo visita? Nós temos certeza que os internos não fizeram porque está detido o Chico Lima, o coronel [José Cordeiro] está no Bope, quer dizer, ele não teria condições nenhuma de fazer qualquer pressão, está o Marcel e o outro secretário acho que é o Valdísio [Viriato] que se encontra lá detido. E essas pessoas são pessoas de boa índole, nenhum deles teria capacidade pra fazer esse tipo de ameaça contra o governador”, afirmou o advogado.

Welington Sabino

Silval Barbosa deixou a prisão após 1 ano e 9 meses, no último dia 13

Marcos Dantas ainda explicou que não pediu extensão para seu cliente no pedido de soltura que beneficiou Silval Barbosa porque, diferentemente deste, Marcel de Cursi não pretende fazer confissões.

“O ex-governador pediu a soltura dele com base em suas confissões. O seu ex-secretário, o Sílvio [Corrêa] também confessou. Pra que o Marcel pudesse fazer um pedido de extensão, no entendimento processual, ele teria que fazer uma confissão, a qual ele tem certeza absoluta de que ele não cometeu nenhum ilícito. Marcel alega inocência desde o início e continuará mantendo essa linha até o final”.

Veja a entrevista do advogado Marcos Dantas:

                  

 Outro lado

Blairo Maggi - O ministro Blairo Maggi já havia emitido nota, na semana passada, negando que tenha enviado qualquer emissário ao presídio para contatar o seu ex-vice, já que não tem motivos para isso. Para o ministro, as afirmações do advogado Marcos Dantas visam prejudicar o andamento do processo.

 Confira nota na íntegra:

Nota de esclarecimento

Sobre as declarações feitas pelo advogado Marcos Dantas, responsável pela defesa do ex-secretário estadual de Fazenda, Marcel de Cursi, de que o ministro Blairo Maggi teria enviado emissário ao Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), vimos a público rechaçar esta afirmação.

Em nenhum momento Blairo Maggi teria procurado o ex-governador Silval Barbosa e, muito menos, enviado emissário, por não existir motivos para isso. Entendemos, por fim, que essas informações inverídicas têm o claro propósito de prejudicar o bom andamento processual.

Assessoria jurídica do ministro Blairo Maggi

Wellington Fagundes - Também na semana passada, ao Gazeta Digital, a assessoria do senador Wellington Fagundes confirmou que ele esteve várias vezes no Centro de Custódia para visitar o ex-governador, por solidariedade a um companheiro da política. A assessoria lembrou que quando a ex-primeira dama Roseli Barbosa foi presa, o senador teve a mesma postura, ligando para Silval e prestando solidariedade. Fagundes negou que tenha esboçado qualquer tipo de pressão.

Dilmar Dal Bosco - Em entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Record Cuiabá, nesta segunda-feira (19), o deputado estadual Dilmar Dal Bosco negou que tenha feito qualquer visita a Silval Barbosa no presídio e disse que para comprovar isso, basta recorrer às listas de visitantes do Centro de Custódia.

“Faltaram com a verdade porque se alguém queria aprofundar no assunto, basta ir lá no centro porque lá deve ter uma planilha, a pessoa deve se identificar. Com toda a certeza absoluta, meu nome não vai estar na identificação e nunca fui lá, não fui em nenhum momento. Então, faltaram com a verdade, quem falou isso aí mentiu pra sociedade”, afirmou.

Veja a declaração do deputado a partir do minuto 9:

                  

 

Mauro Savi - Por meio de sua assessoria, o deputado estadual Mauro Savi informou ao Gazeta Digital que ele nega qualquer visita ao ex-governador no presídio e que vai enviar um ofício ao diretor do Centro de Custódia e à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) solicitando a lista de visitantes para comprovar que nunca foi até aquele local.

Gilmar Fabris - O Gazeta Digital entrou em contato com a assessoria do parlamentar, que se comprometeu em contatar o deputado, que não está em Cuiabá, para emitir sua versão sobre os fatos, mas o parlamentar não foi localizado.  



// matérias relacionadas

Segunda, 21 de agosto de 2017

15:30 - Juíza intima ex-governador Silval a entregar avião ao Estado

Sexta, 18 de agosto de 2017

19:33 - Supremo homologa delações de filho e ex-assessor de Silval

Quinta, 17 de agosto de 2017

20:10 - Juíza parte para tudo ou nada em ação da Sodoma

19:33 - Delação de Silval traz repórter da Globo a MT

17:40 - Após suspensão movida por Faiad, juíza estende medida a toda ação penal

Quarta, 16 de agosto de 2017

17:37 - Sakamoto suspende ação penal contra Francisco Faiad

10:13 - TJ extingue pedido de suspeição e juíza Selma vai julgar Marcel Cursi

Terça, 15 de agosto de 2017

08:50 - Bezerra quer ler a delação de Silval Barbosa

Segunda, 14 de agosto de 2017

18:09 - Ações da Operação Sodoma continuam com juíza Selma

14:41 - Ações penais sob Selma Arruda serão divididas com juiz Marcos Faleiros


// leia também

Terça, 22 de agosto de 2017

19:31 - Silval diz ter feito acordo com Pedro Taques na campanha de 2014

17:10 - Delegada interroga coronel-secretário sobre esquema de grampos - veja vídeo

17:03 - Sem espaço no PSD, Medeiros assina ficha de filiação do Podemos

11:57 - Secretário ameniza 'showmício' e defende ações para a população carente

11:20 - Gestão passada roubou dinheiro dos pobres, afirma Taques

10:11 - Ezequiel Fonseca se diz radicalmente contra aliança entre PP e Taques

08:26 - Morre ex-governador Pedro Pedrossian

Segunda, 21 de agosto de 2017

17:57 - Roberto Turin rebate repúdio da OAB sobre supersalários

17:48 - Prefeitura de Chapada 'descobre' mais de 62 convênios sem prestação de contas

14:52 - Emanuel Pinheiro fecha convênio de R$ 13 milhões com a Microsoft