WhatsApp Twuitter

Quarta, 13 de dezembro de 2017, 14h33

delatado por silval

Naco investiga Mauro Savi por suposta corrupção no Detran

Celly Silva, repórter do GD


O deputado estadual Mauro Savi (PSB) é alvo de um inquérito civil público que visa apurar fatos narrados nas delações do ex-governador Silval Barbosa e de seu irmão Antônio Barbosa a respeito de suposto esquema de propina em contratos firmados entre empresas e o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), em que o parlamentar estaria envolvido.

João Vieira

Deputado Mauro Savi

Com as investigações, o promotor de Justiça Clóvis de Almeida Júnior, coordenador do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco Cível), pretende descobrir se houve ato de improbidade administrativa e enriquecimento ilícito por parte dos três citados.

Leia também - Mauro Savi diz que Silval está 'fantasiando histórias'

Consta na portaria do inquérito que a propina era oriunda de uma empresa de assessoria, de propriedade do ex-secretário-adjunto de Fazenda Vivaldo Lopes, que mantinha convênio com o Detran, durante a gestão passada.

Conforme o Gazeta Digital já noticiou em agosto, logo após a divulgação das delações premiadas de Silval e família, Antônio Barbosa (mais conhecido como Toninho Barbosa), relatou que soube por um servidor do Estado que Mauro Savi utilizava uma empresa de consultoria para receber “retornos”, os quais seriam divididos com Silval Barbosa, o que foi negado por este quando indagado pelo irmão.

Leia mais - Savi e Botelho são citados como beneficiários de propina no Detran

No entanto, ao saber do esquema criminoso, o então governador teria determinado que seu irmão passasse a receber a propina, em torno de R$ 400 mil a R$ 500 mil, repassando parte para o parlamentar.
A portaria de abertura do inquérito foi assinada no último dia 11. O prazo para conclusão dos trabalhos é de 1 ano.

Outro lado – Por meio de sua assessoria de imprensa, Mauro Savi negou as declarações prestadas pelos delatores e afirmou que está a disposição da justiça. 



// matérias relacionadas

Segunda, 16 de abril de 2018

18:54 - Conselheiro afastado do TCE alega viver 'um inferno'

Segunda, 09 de abril de 2018

07:47 - STF autoriza novas diligências em inquérito da delação de Silval

Terça, 03 de abril de 2018

15:26 - Supremo mantém suspenso processo de aposentadoria de Antonio Joaquim

08:23 - Novelli tenta reverter decisão contra retorno ao TCE

Quarta, 28 de março de 2018

12:36 - Não sou corrupto e nem ladrão, reage Antônio Joaquim contra Dodge

Terça, 27 de março de 2018

11:15 - Sem pressa, Dodge sugere que Antonio Joaquim se demita para ser candidato

Quinta, 22 de março de 2018

11:28 - Valter Albano se diz humilhado e pede retorno ao TCE

07:20 - Delatado, Novelli vê excessos no STF e afirma que MPE arquivou investigações

Quarta, 21 de março de 2018

07:30 - Fux vê dificuldade em identificar envolvidos e estende inquérito contra Maggi e prefeito

Terça, 20 de março de 2018

08:29 - Conselheiro Novelli aponta demora de ministro e pede retorno ao TCE


// leia também

Domingo, 22 de abril de 2018

08:58 - 'Vamos votar para tirar políticos indesejáveis do Estado', propõe Zeca Viana

Sábado, 21 de abril de 2018

20:36 - Pivetta dispara contra Taques e o chama de 'vagabundo, mentiroso e mau caráter' - ouça

16:23 - Governo 'esquece' convênio e reabertura da Salgadeira é adiada outra vez

08:00 - Estado deve R$ 100 milhões à Assembleia de duodécimo atrasado

Sexta, 20 de abril de 2018

16:25 - Procuradoria emite 2 pareceres contraditórios sobre vereador presidir Intermat

12:12 - Fundo emergencial será destinado para a saúde, diz Botelho

Quinta, 19 de abril de 2018

15:56 - Diego deixa presidência do Intermat um dia após posse

13:10 - Mauro Mendes rebate Taques e diz que citação bíblica é para 'aparecer'

11:01 - Com problemas de saúde, Carlos Bezerra cogita deixar vida política

Quarta, 18 de abril de 2018

18:24 - Sema nega obstrução e critica pedido do MPE para afastar secretário