WhatsApp Twuitter

Sábado, 10 de março de 2018, 08h35

Soberano

TRE cria aplicativo que permite aos eleitores propor e votar novas leis

Celly Silva, repórter do GD


O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) lançou o aplicativo “Soberano”, que vai permitir à população propor e votar projetos de lei de iniciativa popular. Cuiabá é a primeira cidade que terá o serviço disponível, devido um termo de cooperação assinado na última quinta-feira (8), com a Câmara de Vereadores para que as propostas aprovadas pelo povo, na ferramenta, sejam encaminhadas para o Legislativo Municipal. O aplicativo pode ser baixado gratuitamente nas lojas virtual Play Store para smartphones do sistema android.

João Vieira

Márcio Vidal

A tecnologia substitui a coleta de assinaturas, em que as pessoas tinham que encaminhar milhares de papéis para a Justiça Eleitoral e esta conferir cada uma das assinaturas para saber se realmente eram de eleitores daquele local onde estava sendo proposta a lei e se estavam em dia com suas obrigações. Como o aplicativo já pertence ao TRE, automaticamente, o sistema irá autorizar, por meio do número do título de eleitor, que somente quem estiver em dia seja usuário da ferramenta.

De acordo com o desembargador Márcio Vidal, presidente do TRE-MT, a iniciativa de criar o aplicativo foi do próprio Tribunal, com o interesse em fazer cumprir o que determina as Constituições federal e estadual, que garantem a soberania popular por meio do voto de igual valor para todos mediante iniciativa popular.

“O que seria isso? Permitir, através dessa ferramenta tecnológica, que o cidadão eleitor participe efetivamente do processo democrático, notadamente exercendo a cidadania, no momento em que ele vai poder manifestar a sua anuência ou não com o projeto da sua iniciativa. Quer dizer, algum cidadão eleitor elabora um projeto, submete ele à consulta popular. E ele poderá manifestar se concorda ou discorda”.

Após um determinado período, caso o projeto alcance o número legal, que é 1% do eleitorado de cada município, será encaminhado à Câmara.

Reprodução

O desembargador afirmou que outras câmaras de outros municípios de Mato Grosso também podem aderir ao recurso desde que editem uma legislação local reconhecendo o aplicativo Soberano como uma consulta popular. Depois disso, imediatamente a Justiça eleitoral implementa o serviço para que os eleitores possam baixar.

Assembleia Legislativa

Márcio Vidal informou ainda que já foi assinado, no ano passado, um convênio com a Assembleia Legislativa e que neste ano, o aplicativo foi apresentado aos líderes dos partidos, resultando em uma minuta de projeto de lei em que a Casa reconhece o aplicativo como uma lei de iniciativa popular. “Estamos aguardando o trâmite do processo legislativo na Assembleia”, disse. 



// matérias relacionadas

Quinta, 26 de abril de 2018

09:53 - Em MT, 65 eleitores transexuais solicitam inclusão de nome social no título

Segunda, 02 de abril de 2018

16:57 - Luís Bortolussi toma posse como juiz-membro do TRE

Quarta, 29 de novembro de 2017

10:26 - Desembargadora de MT é indicada a prêmio nacional

Terça, 21 de novembro de 2017

13:05 - Procuradoria quer cassação de vereador e do suplente de deputado Jajah

11:28 - Notícia de multa de R$ 150 para quem não atualizar dados é falsa, alerta TRE

Quarta, 15 de novembro de 2017

08:28 - TRE avisa sobre revisão do eleitorado em Cuiabá, Várzea Grande e Sinop

Segunda, 13 de novembro de 2017

10:52 - Servidor do TRE é investigado por assédio sexual na instituição

Segunda, 31 de julho de 2017

08:39 - Após batida da PF, Avalone quer ação no TRE

Quinta, 20 de julho de 2017

09:26 - Juiz Marcos Faleiros alega muito trabalho e deixa Ouvidoria do TRE

Terça, 18 de abril de 2017

10:44 - Sakamoto destaca combate ao abuso de poder


// leia também

Quinta, 21 de junho de 2018

13:30 - Taques diz ser favorável à restrição de foro a governadores

13:13 - Taques diz que nunca convidou Mendes para compor chapa por causa de vaidade

12:30 - Veja como foi a entrevista do governador Pedro Taques na TV Vila Real

12:19 - Deputados aprovam fundo que pretende arrecadar R$ 180 milhões

10:32 - Bancada do PSD vai ao Palácio, desconversa sobre eleições e trata sobre FEEF

09:35 - Até pouco tempo atrás me queriam como vice, ironiza Mendes ao rebater Taques

08:38 - PF prende marido de prefeita e cumpre mandados contra secretários - veja vídeos

07:21 - Botelho promete cortar salários de quem faltar sessões na Assembleia Legislativa

07:00 - DEM estabelece prazo até dia 30 para oficializar candidaturas - veja vídeo

Quarta, 20 de junho de 2018

18:15 - Projeto quer diminuir número de vereadores na Câmara de Várzea Grande