WhatsApp Twuitter

Quarta, 09 de maio de 2018, 10h43

após polêmica

Deputados aprovam contas do governo Pedro Taques do exercício 2016

Redação do GD


Em nova votação realizada na manhã dessa quinta-feira (9), durante reunião da Comissão de Fiscalização e Acompanhamento da Execução Orçamentária (CFAEO) da Assembleia Legislativa, as contas do governador Pedro Taques, referentes ao exercício de 2016 foram aprovadas.

Após o presidente da comissão, o deputado Wilson Santos (PSDB), ter deliberado a anulação da sessão ocorrida no último dia 17, os deputados se reuniram novamente e, por quatro votos a um, aprovaram o relatório do deputado Saturnino Masson (PSDB), relator das contas.

Demóstenes Milhomem

Dos cinco membros que compõem a comissão – Saturnino Masson e Wilson Santos (ambos do PSDB), Wagner Ramos (PSD) e Dilmar Dal Bosco (DEM) votaram pela aprovação. Já o deputado Zeca Viana (PDT) votou contrário.

Em sua justificativa para a aprovação do relatório, Masson disse que acompanhou a orientação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que é favorável à aprovação da matéria, mas com ressalvas e recomendações.

A comissão técnica do TCE apontou que inicialmente havia 19 irregularidades, das quais uma possui natureza gravíssima e 18 são consideradas graves.

“O TCE deu parecer técnico pela aprovação das contas, com algumas recomendações. Uma, por exemplo, eu acho a mais séria, que é a necessidade do governo estadual encaminhar à Assembleia Legislativa um Projeto de Lei atualizando o cálculo atuarial da contribuição previdenciária dos servidores”, cita o presidente da comissão, Wilson Santos.

De acordo com o parlamentar, o relatório e as contas do governo aprovados pela Comissão de Fiscalização seguem agora para a Mesa Diretora e cabe ao presidente Casa, Eduardo Botelho (DEM), encaminhá-los para a votação em Plenário, após deixar o processo por 5 sessões à disposição dos deputados. "Depois de cumprida essa pauta de 5 sessãoes, aí ela vai em votação única. Ainda há possibilidade de alguém se manifestar. Nós vamos pra votação, vota primeiro em separado o destaque do deputado Zeca e depois vota o projeto em si", disse o deputado ao Gazeta Digital.

Leia também - TJ nega pedido de Viana para anular sessão que aprovou contas de Taques

Caso na Justiça

Conforme o Gazeta Digital já havia noticiado, a aprovação das contas do governo na sessão ocorrida no dia 17 de abrtil era alvo de pedido de impugnação por parte do deputado Zeca Viana junto ao Tribunal de Justiça. A decisão foi proferida na sexta-feira (4) pela desembargadora Maria Erotides Kneip, mantendo válida aquela sessão que votou as contas, mesmo sem apreciar o voto de vistas do deputado Silvano Amaral (MDB), que não entregou os autos a tempo para a comisão. 

O deputado Wilson Santos afirmou que mesmo com a decisão favorável da desembargadora, decidiu colocar a validade ou não da primeira votação das contas na pauta desta quarta-feira (9), para encerrar o assunto de vez, no âmbito do Judiciário. Agora, com as contas aprovadas de forma regulamentar pela segunda vez, houve perda do objeto da ação movida por Viana.

"Nós vamos comunicar a desembargadora Maria Erotides de que não existe mais o objeto desse conflito, dessa demanda e, provalvemente, ela vai mandar encerrar. O objetivo foi encerrar esse assunto no Judidiário e trazer de volta exclusivamene para o Legislativo, uma vez que nós já colocamos o parecer do relator Saturnino em votaçãoe  foi aprovado por 4 a 1", justificou. (Com informações da Assessoria)



// matérias relacionadas

Terça, 14 de agosto de 2018

15:24 - Botelho devolve 2 pedidos de abertura de CPI e deputada promete ir à justiça

Sábado, 11 de agosto de 2018

10:05 - AL deve cumprir regimento ao conceder títulos

Quarta, 08 de agosto de 2018

13:20 - Botelho trata CPI dos Grampos como assunto 'melindroso' na AL

Terça, 07 de agosto de 2018

16:30 - TCE bloqueia R$ 16,6 milhões de Romoaldo, Savi e mais 5 por superfaturamento

14:35 - Gilmar Fabris é ouvido no Gaeco sobre abastecimento com cartões da AL

13:30 - Suplente aciona AL para assumir vaga de Savi, preso há 3 meses

10:07 - Oposição e governistas disputam quem irá comandar CPI dos Grampos

Quinta, 02 de agosto de 2018

13:37 - Operação sugere repetição de esquemas antigos

10:20 - Fux manda investigação contra Ezequiel Fonseca para o Tribunal de Justiça

Segunda, 30 de julho de 2018

20:10 - Sessões da Assembleia Legislativa serão retomadas na quarta-feira


// leia também

Quinta, 16 de agosto de 2018

14:14 - Câmara de Cuiabá institui sessão única durante período eleitoral

13:25 - Ex-secretária de Saúde confirma que nepotismo a fez deixar gestão de Emanuel

13:00 - Mendes inicia campanha criticando gestão Taques e atrasos de repasses

09:55 - Juiz manda retirar outdoor favorável a Bolsonaro em Alta Floresta

07:22 - Candidatos já podem começar a pedir votos

Quarta, 15 de agosto de 2018

19:00 - Taques só entende de grampos ilegais, reage advogado do senador Medeiros

15:34 - Arthur Nogueira registra candidatura ao governo de Mato Grosso pela Rede

14:27 - Advogado vê deficiência política e afirma que Arcanjo é mais forte que Taques

11:55 - Diego fala transparência e valorização de servidores se for presidente da Câmara

09:50 - Selma Arruda acredita em ação de hacker contra Pedro Taques