WhatsApp Twuitter

Segunda, 14 de maio de 2018, 10h02

Leitão diz que vitória de Pedro Taques depende de equilíbrio nas contas

Celly Silva, repórter do GD


Divulgação

Nilson Leitão e Pedro Taques

Com um governo comprometido com dívidas herdadas da antiga gestão, atrasos nos pagamentos do duodécimo aos Poderes e calendário de pagamentos a fornecedores e servidores alterados, o deputado federal Nilson Leitão (PSDB) avalia que o governador Pedro Taques (PSDB) precisa alcançar o equilíbrio das contas e manter uma gestão positiva para recuperar a credibilidade junto ao eleitor e ganhar a campanha à reeleição neste ano.

“A maior credibilidade é colocando as contas em dia, é a gestão. Obras o eleitor entende quando não acontece, mas quando atrasa pagamento, atrasa salário, quando o Estado não se equilibra, tem mais dificuldade. É necessário o governador fazer o equilíbrio das contas. Acho que o mais importante é isso”, disse o tucano em entrevista à Rádio Capital FM, na manhã desta segunda-feira (14).

Além dos problemas na gestão, o parlamentar também reconhece que as questões judiciais, que atingem tanto o governador, quanto aliados ou ex-aliados (como é o caso da operação Bônus, que apura esquema de propina no Detran e tem 2 primos de Taques presos), “atrapalham muito” o relacionamento com o eleitor. “As novidades que se tem notícias não têm sido extraídas da política, têm sido extraídas da justiça, o que prejudica o diálogo com o eleitor, sempre atrapalha. A ocasião não permite debater o que se vai fazer para 2019”, afirmou.

Para Leitão, o fato dos casos judiciais tomarem a prioridade da política prejudica a campanha porque o candidato precisa usar seu tempo explicando fatos ao invés de fazer propostas, mas pondera que é necessário dar a oportunidade de todos se defenderem. “A pergunta que se deve fazer ao começar a falar com o eleitor, com o cidadão é o que se pretende fazer a partir de 2019?”.

Mesmo com tais empecilhos no caminho de uma candidatura de Taques, Nilson Leitão acredita que ainda há chances de vitória pois, segundo ele, ainda não surgiram candidatos.

“Até agora não apareceu nenhum candidato que empolgue eleitor mato-grossense. Pode ser que apareça alguém que mexa no tabuleiro, mas ainda não apareceu ninguém e pesquisas mostram mais um eleitor indeciso do que empolgado com qualquer nome. A gente só vai saber na hora que tiver alguém pra comparar. Eleitor compara. Se a rejeição aumenta, o Pedro pode perder. Mas se não aparecer ninguém à altura, automaticamente, o Pedro tem mais vantagem”, avaliou.  



// matérias relacionadas

Sexta, 17 de agosto de 2018

19:49 - MPE barra candidatura de Miguelão a deputado

19:35 - TRE define tempo de propaganda no rádio e TV

18:31 - Pecival Muniz declara apoio a Jayme Campos para o Senado

16:21 - TRE nega pedido de Mendes para exonerar 20 assessores do governo

16:15 - Fagundes promete não ficar 'preso' no Palácio se for eleito governador

15:20 - Rui Prado rebate Fávaro e lembra que papel de vice é de ajudar o governo

13:03 - Tenente-coronel manda recado a Mauro Mendes por criticar escala de policiais - veja vídeo

11:46 - Selma Arruda consegue autorização judicial para acessar dados de pesquisa

09:54 - Justiça condena Juca do Guaraná a retirar gabinete itinerante de circulação

07:26 - Burocracia reduz campanha em circulação


// leia também

Sexta, 17 de agosto de 2018

07:15 - Estado faz contraproposta ao projeto de reajuste do FEX

Quinta, 16 de agosto de 2018

19:23 - Deputado Baiano Filho desiste de reeleição e deve apoiar Mendes ao governo

17:29 - Mauro Mendes é gravado criticando escala de PMs e depois fala em fake news - ouça áudios

16:57 - Jayme aponta vantagem de Mauro Mendes em relação a adversários

14:14 - Câmara de Cuiabá institui sessão única durante período eleitoral

13:25 - Ex-secretária de Saúde confirma que nepotismo a fez deixar gestão de Emanuel

13:00 - Mendes inicia campanha criticando gestão Taques e atrasos de repasses

09:55 - Juiz manda retirar outdoor favorável a Bolsonaro em Alta Floresta

07:22 - Candidatos já podem começar a pedir votos

Quarta, 15 de agosto de 2018

19:00 - Taques só entende de grampos ilegais, reage advogado do senador Medeiros