WhatsApp Twuitter

Terça, 15 de maio de 2018, 13h30

governo do estado

Leitão busca aliança com DEM, mas Jayme Campos quer disputa majoritária

Celly Silva, repórter do GD


O deputado federal e pré-candidato a senador Nilson Leitão (PSDB) manifestou o interesse em fazer uma aliança entre seu partido e o Democratas (DEM) para as eleições gerais deste ano, em que o governador Pedro Taques (PSDB) tenta a reeleição. “É uma luta diária para estarmos juntos tanto na nacional, quanto na estadual [...] A nossa relação com o Jayme [Campos], com o Dilmar [Dal Bosco], com o Júlio Campos é sempre muito amistosa, muito respeitosa. O desejo nosso é estar juntos”, disse o parlamentar.

Chico Ferreira

Nilson Leitão e Jayme Campos

Após a declaração do tucano, o ex-senador Jayme Campos,  possível candidato do DEM ao governo ou ao senado, agradeceu a manifestação de interesse por aliança com os democratas, mas lembrou que o projeto do partido “até que se prove o contrário” é disputar a chapa majoritária, ou seja, contra o governador Pedro Taques.

“Em política tudo é possível, no entanto, o partido tem um projeto hoje, até que se prove o contrário, de ter candidatura própria, mas não se descarta também nenhuma coligação partidária”, ponderou.

“O que é mais importante é que as portas estão abertas. Esse é o fundamento da política: quando você tem bom relacionamento com os partidos, com as lideranças políticas e, sobretudo, com a sociedade. Isso se faz na prática”, afirmou Jayme.

Ele lembrou que o PSDB e o DEM sempre foram parceiros, tanto nacional quanto regionalmente, e que por isso não vê nenhuma dificuldade de ambos caminharem juntos no futuro. “Isso faz parte da democracia e, acima de tudo, numa prática em que possamos discutir bons projetos, boas teses em relação às eleições de 2018”, disse.

Nos últimos meses, desde que o DEM sinalizou que pretende ter candidatura própria ao governo do Estado, seus líderes passaram a disparar críticas à gestão do governador Pedro Taques, que passou a rebater os comentários, algumas vezes de forma irônica, como quando aconselhava os opositores a ler a Bíblia.

O argumento do DEM para se afastar do atual governo é que o partido possui nomes suficientes para sustentar uma chapa a governo e Senado, cujos principais cotados são o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes e o próprio Jayme Campos.  



// matérias relacionadas

Quarta, 23 de maio de 2018

10:21 - Lúdio Cabral confirma que vai disputar eleição

Segunda, 21 de maio de 2018

16:51 - Chico Daltro ressurge e quer vaga na Assembleia

11:14 - Progressista descarta aliança e declara oposição a Taques

Domingo, 20 de maio de 2018

15:00 - Jayme rompe com Taques, fala em 'estelionato' e quer Mendes para governo

Sábado, 19 de maio de 2018

08:35 - Não vou discutir o passado, diz senador ao rebater Pedro Taques

08:30 - Neurilan Fraga recua de candidatura a deputado federal e fica na AMM

Quarta, 16 de maio de 2018

09:15 - Taques ainda desconversa sobre reeleição e tece elogios a Neri Geller

Segunda, 14 de maio de 2018

10:02 - Leitão diz que vitória de Pedro Taques depende de equilíbrio nas contas

Terça, 08 de maio de 2018

15:44 - DEM aposta em pesquisa para indicar candidato ao governo

14:00 - Presidente do PDT quer juntar Rossato em chapa única contra Taques


// leia também

Sábado, 26 de maio de 2018

21:05 - Greve dos caminhoneiros faz Pedro Taques decretar emergência em MT

12:45 - Igrejas e demais templos religiosos são proibidos de fazer propaganda eleitoral

11:52 - Diretor de hospital faz alerta sobre situação dos filantrópicos a Carlos Fávaro

Sexta, 25 de maio de 2018

16:50 - Estado nega superfaturamento em licitação milionária para trocar pontes

16:50 - Pedro Taques nega reduzir ICMS do diesel sem contraproposta de Temer

14:06 - Órgãos públicos suspendem expediente por falta de combustível

13:16 - Prefeitura de Cuiabá suspende expediente na tarde desta sexta-feira

13:10 - Taques e mais 6 governadores fazem carta para 'pressionar' Temer sobre greve

Quinta, 24 de maio de 2018

16:40 - Oscar Bezerra abandonda CPI do Ministério Público por causa de 'boicote'

13:05 - Deputados não querem votar as contas de governo de Pedro Taques