WhatsApp Twuitter

Terça, 15 de maio de 2018, 15h55

Câmara de Cuiabá aprova reeleição para Mesa Diretora

Celly Silva, repórter do GD


Em sessão polêmica, a Câmara de Cuiabá aprovou por 13 votos a 12, a mudança no regimento interno da Casa, que permite a reeleição da Mesa Diretora. O voto de minerva foi do presidente Justino Malheiros (PV), o principal interessado no assunto.

João Vieira

Presidente da Câmara Justino Malheiros

O debate teve falas acaloradas do início ao fim, começando com o vereador Dilemário Alencar (Pros) pedindo questão de ordem e sendo rebatido por Justino que já queria colocar a pauta em votação sem antes fazer a discussão. Mas Dilemário pediu vistas, o que foi imediatamente negado pelo presidente.

Dilemário rebateu usando trechos do regimento interno da Casa, dizendo que o pedido de vistas poderia sim ser apresentado oralmente em sessão, cuja votação não esteja em regime de urgência e que Justino não pode indeferir porque o pedido dele estava dentro dos requisitos previstos. Por outro lado, Justino disse que obedeceu orientação do apoio legislativo e manteve o indeferimento do pedido de vistas.

O vereador Abílio Júnior (PSC) reclamou que a matéria não foi amplamente debatida. “Vereadores estão votando sem vê-la, apenas pela apresentação em plenário. Essa matéria não foi publicada em nenhum veículo, eu não tive nenhum recebimento oficial. Estou votando às cegas! Pelo princípio da conveniência de quem coloca em plenário”, disse alfinetando Justino Malheiros.

Ele e outros parlamentares também questionaram o motivo da votação ser por maioria simples ao invés de precisar de 2/3 para aprovação, já que iria alterar o regimento interno, mas Justino se disse tranquilo porque contava com parecer favorável da Procuradoria da Casa e ainda rebateu Abílio dizendo que o assunto foi debatido no dia anterior no Colégio de Líderes, onde o processo estava disponível a todos. “O senhor não tem o que reclamar!”, asseverou.

Os vereadores Paulo Araújo (PP) e Misael Galvão (PSB) se mostraram insatisfeitos com a votação e disseram que vão acionar a Justiça para resolver o caso.

A discussão seguiu acalorada até que Justino Malheiros encerrou o debate e começou a votação pelo painel eletrônico. O vereador Chico 2000 (PR), que votou a favor, pediu para mudar o voto e se posicionou contra a reeleição da mesa diretora. Alegou que havia feito um acordo com o vereador Ricardo Saad (PSDB) para que ambos votassem favoráveis, mas este não cumpriu sua palavra, se abstendo de votar.

Ricardo Saad, por sua vez, disse que se absteve por engano e votou sim, empatando a questão e deixando o caso para definição de Justino Malheiros que deu voto a favor da aprovação e encerrou a sessão.  



// matérias relacionadas

Quinta, 16 de agosto de 2018

14:14 - Câmara de Cuiabá institui sessão única durante período eleitoral

Quarta, 15 de agosto de 2018

11:55 - Diego fala transparência e valorização de servidores se for presidente da Câmara

Terça, 14 de agosto de 2018

15:10 - Câmara aprova lei que proíbe funerárias de cobrarem estacionamento

Sábado, 11 de agosto de 2018

10:22 - Base governista tem 3 candidatos para disputar presidência da Câmara

Quinta, 09 de agosto de 2018

14:20 - Câmara de Cuiabá aprova contas de Mauro Mendes

07:50 - Tribunal de Justiça barra novamente reeleição de Justino

Quarta, 08 de agosto de 2018

13:06 - Vereador Luís Cláudio assume vice-liderança de Pinheiro na Câmara

Quarta, 25 de julho de 2018

19:40 - TRE extingue ações e invalida cassação de 3 vereadores de Cuiabá

Quarta, 18 de julho de 2018

09:42 - Vereador abre seletivo para vaga na Câmara de Cuiabá

Segunda, 16 de julho de 2018

12:03 - Vereadores entram de recesso para repor energias


// leia também

Sexta, 17 de agosto de 2018

18:31 - Pecival Muniz declara apoio a Jayme Campos para o Senado

16:15 - Fagundes promete não ficar 'preso' no Palácio se for eleito governador

15:20 - Rui Prado rebate Fávaro e lembra que papel de vice é de ajudar o governo

13:03 - Tenente-coronel manda recado a Mauro Mendes por criticar escala de policiais - veja vídeo

07:26 - Burocracia reduz campanha em circulação

07:15 - Estado faz contraproposta ao projeto de reajuste do FEX

Quinta, 16 de agosto de 2018

19:23 - Deputado Baiano Filho desiste de reeleição e deve apoiar Mendes ao governo

17:29 - Mauro Mendes é gravado criticando escala de PMs e depois fala em fake news - ouça áudios

16:57 - Jayme aponta vantagem de Mauro Mendes em relação a adversários

13:25 - Ex-secretária de Saúde confirma que nepotismo a fez deixar gestão de Emanuel