WhatsApp Twuitter

Sexta, 08 de junho de 2018, 13h20

aprovado na assembleia

Fundo emergencial de R$ 183 milhões não está atrelado à saúde, diz Botelho

Celly Silva, repórter do GD


O presidente da Assembleia Legislativa Eduardo Botelho (DEM) disse que o projeto de criação do Fundo Emergencial de Estabilidade Fiscal (FEEF) ainda precisa ser melhor “amarrado” para que os recursos de mais de R$ 183 milhões previstos para serem arrecadados até o próximo ano sejam integralmente aplicados na saúde do Estado.

Chico Ferreira

Deputado Eduardo Botelho

Da forma como o projeto está delineado, o dinheiro somente seria usado caso faltasse recursos da Fonte 100, ou seja, do tesouro do Estado para complementar e não para incrementar o serviço. “Tem que ser bem arramado e nós estamos fazendo isso porque, senão, vai continuar a mesma coisa”, disse Botelho.

O deputado mostrou-se insatisfeito com a forma que ficou o projeto, segundo ele, “aquém do esperado” por cair da expectativa de arrecadação de cerca de R$ 500 milhões para pouco mais de R$ 183 milhões, valor obtido somente junto ao grupo de empresários que concordou em abrir mão dos incentivos fiscais que recebia.

“Ele ajuda, mas não resolve. Acho que esse fundo foi muito aquém do que eu esperava. Eu esperava um fundo bem mais agressivo, com um pouco mais de valores. O que nós tínhamos proposto no final do ano passado era um fundo de em torno de R$ 500 milhões, que resolveria definitivamente. Virou um fundo de concordância e só vai pagar quem concordou”, afirmou o democrata.

Leia também - Deputado pede vista e adia votação para criar Fundo de Estabilização

Com a aprovação do projeto, previsto para ocorrer até o próximo dia 19, depois que o deputado Allan Kardec (PDT) apresentar suas vistas, o fundo emergencial deve gerar cerca de R$ 14 milhões por mês, que devem ser revertidos para os hospitais regionais e 5 hospitais filantrópicos de Cuiabá e Rondonópolis – Santa Casa de Misericórdia, Hospital Geral Universitário, Hospital do Câncer de Mato Grosso, Hospital e Maternidade Santa Helena e Santa Casa de Rondonópolis.

JL Siqueira/ALMT

Deputado Alan Kardec pediu vistas do projeto

A parte que esses 5 últimos irão receber ainda não está definida. “Queremos estipular um valor razoável para que eles possam operar, embora o secretário não concorde, mas eu acho que é preciso”, afirmou Botelho, se referindo ao secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo. Ele foi procurado pela reportagem, mas sem sucesso.

Ao Gazeta Digital, o presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Estado (Fehos-MT), Antônio Preza, disse que tem acompanhado a tramitação do projeto da FEEF junto ao Parlamento estadual e disse que vai procurar o deputado Allan Kardec para mostrar as dificuldades das entidades no intuito de sensibilizá-lo em relação à pauta.  



// matérias relacionadas

Terça, 19 de junho de 2018

09:06 - Governador afirma que equipamentos do Pronto Socorro já estão sendo negociados

Segunda, 18 de junho de 2018

08:31 - Número de obesos entre jovens mais que dobra em uma década

Sexta, 15 de junho de 2018

11:29 - Prefeitura tem aval do Estado para alugar equipamentos hospitalares

Quinta, 14 de junho de 2018

21:00 - Pelo menos 1,6% da população brasileira doa sangue; jovens são maioria

17:20 - Mulher aguarda 13h para ser atendida na UPA e marido se revolta

Quarta, 13 de junho de 2018

09:56 - Três em cada quatro idosos que fraturam o fêmur têm osteoporose

Terça, 05 de junho de 2018

09:22 - Menina com hipotireoidismo ganha liminar, mas não consegue exame em hospital

Segunda, 04 de junho de 2018

12:52 - ANS suspende comercialização de 31 planos de saúde por reclamações

Quinta, 31 de maio de 2018

08:52 - Em Mato Grosso, 11 mortes estão confirmadas por Influenza

Sábado, 26 de maio de 2018

11:52 - Diretor de hospital faz alerta sobre situação dos filantrópicos a Carlos Fávaro


// leia também

Quinta, 21 de junho de 2018

16:20 - Câmara cria 2ª CPI para investigar 'caixa preta' dos hospitais filantrópicos

15:23 - Vereador de Cuiabá cria CPI para investigar obras 'fantasmas' de escolas

15:10 - Governo não desistirá de licitação de R$ 202 milhões para construir pontes

13:30 - Taques diz ser favorável à restrição de foro a governadores

13:13 - Taques diz que nunca convidou Mendes para compor chapa por causa de vaidade

12:30 - Veja como foi a entrevista do governador Pedro Taques na TV Vila Real

12:19 - Deputados aprovam fundo que pretende arrecadar R$ 180 milhões

10:32 - Bancada do PSD vai ao Palácio, desconversa sobre eleições e trata sobre FEEF

09:35 - Até pouco tempo atrás me queriam como vice, ironiza Mendes ao rebater Taques

08:38 - PF prende marido de prefeita e cumpre mandados contra secretários - veja vídeos