WhatsApp Twuitter

Terça, 12 de junho de 2018, 06h00

Política de MT

Taques reage ao saber que DEM lançará Mauro Mendes e fala em 'bateu-levou'

Pablo Rodrigo, repórter do GD


João Vieira

Agora que o DEM anunciou que lançará o ex-prefeito Mauro Mendes ao governo, o tucano Pedro Taques diz que vai contra-atacar ao ser provocado

O governador Pedro Taques (PSDB) reagiu à decisão do Democratas em construir candidatura própria para a disputa ao Palácio Paiaguas. O tucano garante que a partir de agora será na base do "bateu-levou".

"Eu acho ótimo, pois eu estou cansado de apanhar sozinho, já que agora existe candidato, pode começar a  apanhar junto comigo", disse Taques ao Gazeta Digital.

Perguntado se sua campanha à reeleição poderá ter um tom mais agressivo e de ataques, o governador negou dizendo que buscará fazer compromissos e propostas, mas não pretende fugir do debate. "Até agora só eu fui chamado de incompetente, fracassado na administração, e outros predicativos", afirmou.

"Todos aqueles que estão no Executivo ou que se colocam na disputa estão mais suscetíveis às críticas. Da sociedade, do meio político e da imprensa. Enquanto ninguém se coloca, o único que está sujeito a isso sou eu", completou.

Pedro Taques lembrou que a decisão do DEM é um direiro que cabe unicamente ao partido e que continuará com as amizades que tem na sigla.

A decisão do DEM de definir a a construção de candidatura própria ocorreu desta segunda-fiera (11) à noite durante reunião da Executiva Estadual do partido. Mendes e o ex-senador Jayme Campos deram sinal verde para que a sigla viabilize as candidaturas de ambos.

"O Democratas definiu dar início à construção das candidaturas majoritárias de Mauro Mendes e Jayme Campos. Vamos a partir de hoje buscar construir a viabilidade eleitoral, política, partidária e estrutural dessas candidaturas", disse o presidente estadual do DEM e deputado federal, Fábio Garcia, logo após a reunião.

Além de Mendes, Garcia e Jayme Campos, participaram da reunião o ex-governador Julio Campos e os deputados estaduais Eduardo Botelho, Dilmar Dal’Bosco e Adriano Silva. 

Agora já são 5 pré-candidaturas na disputa rumo ao Paiaguás: Mauro Mendes (DEM), Wellington Fagundes  (PR), Otaviano Pivetta (PDT), Procurador Mauro (Psol) e Pedro Taques (PSDB) que tentará a reeleição.



// matérias relacionadas

Segunda, 25 de junho de 2018

11:30 - Fagundes ironiza Taques e diz que base do governo é a mesma de Silval

Domingo, 24 de junho de 2018

17:02 - Mauro Mendes sinaliza que respaldo popular está viabilizando sua candidatura

15:25 - Taques reúne 7 partidos e manda recado aos rivais

14:45 - Petistas de MT lançam candidatura de Lula

09:00 - Taques tenta reaproximação e oferece vaga de vice ao PSD

08:30 - Deputado alerta que candidatos devem estar dispostos a ter vida vasculhada

07:30 - Rui Prado defende parlamentarismo no Brasil para evitar 'traumas políticos'

Sábado, 23 de junho de 2018

08:15 - Ninguém quer ver bate boca de lavadeira, diz Jayme Campos

08:00 - Taques vê complô entre Mendes e Fagundes e não aceitará ser 'esculhambado'

Sexta, 22 de junho de 2018

13:15 - PSB quer eleger 2 deputados e busca aliança com grupo de Pedro Taques


// leia também

Segunda, 25 de junho de 2018

11:19 - Servidor investigado pelo MPE grava vídeo para provar que está vivo

09:45 - Taques deve enviar Reforma Tributária, mas Botelho não vê chance de votação

07:12 - Pré-candidato à presidência, Henrique Meirelles se reúne com lideranças em Cuiabá

07:06 - Siglas miram em chapa majoritária nas eleições de 2018

Domingo, 24 de junho de 2018

09:30 - Wilson Santos apresenta cronograma para votação da LDO na Assembleia

Sábado, 23 de junho de 2018

08:30 - Emanuel sanciona lei que o autoriza fazer empréstimo de R$ 51 milhões

Sexta, 22 de junho de 2018

10:15 - Guerra de CPIs na Câmara pode atingir a campanha de Mauro Mendes

07:25 - Pedro Taques se prepara para receber verba do PSDB e iniciar campanha

Quinta, 21 de junho de 2018

17:09 - Por falta de documento, vereador devolve LDO à prefeitura de Cuiabá

16:20 - Câmara cria 2ª CPI para investigar 'caixa preta' dos hospitais filantrópicos