WhatsApp Twuitter

Terça, 10 de julho de 2018, 07h13

Terá mudanças

Secretário dá novo prazo para reforma tributária

Lázaro Thor Borges, repórter de A Gazeta


A reforma tributária deve ser apresentada à Assembleia Legislativa até o fim dessa semana. O novo prazo foi dado pelo secretário de Estado de Fazenda, Rogério Gallo, em entrevista para A Gazeta. Segundo ele, o projeto terá mudanças substanciais em relação ao estudo elaborado pela Federação Getúlio Vargas (FGV) em 2016, a pedido do próprio governo.

João Vieira

Entre as principais mudanças está a possibilidade de autorregulação pelo setor produtivo. A lei terá um capítulo a parte em que estabelece o prazo de 30 a 60 dias para que empresários se regularizem com o fisco. Com a mudança, as multas deverão diminuir ao longo do tempo. O valor das penalidades, de agora em diante, deve seguir jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF), cuja aplicação é feita de acordo com a proporcionalidade em relação ao tributo que deveria ter sido pago.

Leia também - Apenas Adilton Sachetti conta com declaração de voto de Maggi

‘Vamos impedir que as multas de pequenas irregularidades gerem efeitos confiscatórios’, elogiou. ‘O que o setor produtivo também sempre reclamou por simplificação. A norma será muito mais estruturada e acessível’, concluiu.

Atualmente, o regulamento tributário de Mato Grosso tem 470 mil palavras, o que dificulta a compreensão e traz insegurança jurídica. Há dois anos, quando a FGV estudou o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de Mato Grosso, a previsão era de que a nova lei tivesse 33 páginas e 16 mil palavras.

Uma das recomendações da consultoria da FGV, segundo Gallo, seria a de que o ICMS fosse extinto e transformado em outro tributo. O tema, considerado um dos mais polêmicos, foi deixado de lado mediante as reclamações dos empresários. Outro fator que impossibilitou a discussão foi a tramitação da reforma tributária nacional, que está no Congresso e também prevê o fim do ICMS.



// matérias relacionadas

Segunda, 06 de novembro de 2017

20:54 - Temer diz que reforma da Previdência não é dele e sim do governo compartilhado

Quarta, 01 de novembro de 2017

22:30 - Pacote fiscal enfrentará resistência da oposição e da base aliada

Segunda, 30 de outubro de 2017

20:32 - Michel Temer assina medidas provisórias do ajuste fiscal

Quinta, 26 de outubro de 2017

13:33 - Parlamentares conhecem necessidade de reforma da Previdência

Quinta, 05 de outubro de 2017

20:47 - Meirelles diz que Refis aprovado é 'um pouco melhor' para arrecadação

Quinta, 21 de setembro de 2017

13:00 - Sem reforma da Previdência não há como cumprir teto de gastos

Domingo, 20 de agosto de 2017

16:30 - Governo tenta retomar reforma da Previdência

Quinta, 17 de agosto de 2017

22:30 - Marcus Pestana será relator do projeto que altera metas fiscas

Quinta, 20 de julho de 2017

15:19 - Garcia pede a Temer que não prejudique MT

Quinta, 29 de dezembro de 2016

15:50 - Sefaz e FGV retomam projeto da Reforma Tributária


// leia também

Sexta, 20 de julho de 2018

08:06 - Composição entre MDB e DEM não agrada as bases

08:00 - Eu não faço isso, diz governador sobre negociação entre DEM e MDB

07:51 - PSL de Selma é liberado para coligar com PSDB de Taques

Quinta, 19 de julho de 2018

11:18 - OAB, Mendes, Fávaro e MDB negam negociação por indicação e falam em ilação

08:15 - Pedro Taques compara corrupção no governo Silval e na sua gestão

07:12 - Apoio do MDB a Mauro Mendes envolve TCE, TJ e secretarias

Quarta, 18 de julho de 2018

15:41 - PSL veta PSDB e mais 8 siglas dificultando candidaturas de Selma e Galli - veja documento

13:55 - Disputado por todos, Adilton Sachetti diz que anunciará aliança na 2ª

09:35 - 'É o caminho natural', diz Galli sobre aliança com o governador Pedro Taques

07:48 - União de partidos considerados nanicos caminha para ruptura