WhatsApp Twuitter

Segunda, 15 de maio de 2017, 08h25

Segundo economistas

Previsão do mercado para a inflação em 2017 cai pela décima vez seguida


Os economistas do mercado financeiro voltaram a reduzir suas projeções para o IPCA neste ano. O Relatório de Mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira, 15, pelo Banco Central, mostra que a mediana para o IPCA - o índice oficial de inflação - em 2017 foi de 4,01% para 3,93%. Há um mês, estava em 4,06%. A projeção para o IPCA de 2018 também diminui na semana e foi de 4,39% para 4,36%, ante 4,39% de quatro semanas atrás.

As estimativas de mercado divulgadas no Focus indicam que a expectativa é de que a inflação fique abaixo do centro da meta, de 4,5%, em 2017 e 2018. A margem de tolerância para estes anos é de 1,5 ponto porcentual para cima ou para baixo (ou seja, uma inflação entre 3,0% e 6,0%).

Em abril, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o IPCA encerrou o mês com alta de 0,14%. Já o IPCA-15 de maio, considerado uma prévia da inflação oficial do mês, será divulgado no próximo dia 23.

Na ata do último encontro do Comitê de Política Monetária (Copom), publicada na terceira semana de abril, o Banco Central informou suas projeções de inflação. No cenário de mercado - que utiliza câmbio e juros variáveis -, a projeção é de 4,1% para 2017 e de 4,5% para 2018.

Já a inflação suavizada para os próximos 12 meses foi de 4,72% para 4,70% de uma semana para outra - há um mês, estava em 4,59%.

Entre os índices mensais mais próximos, a estimativa para maio de 2017 passou de alta de 0,51% para avanço de 0,50%. Um mês antes, estava em 0,43%. No caso de junho, a previsão de inflação do Focus seguiu em 0,23%, mesma projeção observada há quatro semanas.

A previsão para a alta do PIB em 2017 subiu de 0,47% para 0,50%.

Selic

Os economistas do mercado financeiro mantiveram suas projeções para a Selic no fim de 2017 e de 2018. A mediana das previsões para a Selic ao fim deste ano seguiu em 8,50% ao ano. Há um mês, estava no mesmo patamar.

O relatório indicou que a mediana das projeções dos economistas para a Selic no fim de 2018 também permaneceu em 8,50% ao ano, igual ao projetado há um mês.

O Copom anunciou mês passado corte de 1 ponto porcentual da Selic, para 11,25% ao ano, como esperado pelo mercado. No entanto, a ata do encontro deixou a porta aberta para a intensificação dos cortes. Isso porque, em trecho do documento, os diretores argumentaram que a evolução da conjuntura econômica "já permitiria uma intensificação do ritmo de flexibilização monetária maior do que a decidida nessa reunião (de abril)". Ainda assim, em função das incertezas, a opção foi por um corte de 1 ponto naquela ocasião.

A Selic média de 2017, por sua vez, foi de 10,25% para 10,22% ao ano. Há um mês, a mediana da taxa média projetada era de 10,31%. No caso de 2018, a Selic média permaneceu em 8,50%. Quatro semanas antes, estava em 8,63%.

Para o grupo dos analistas consultados que mais acertam as projeções (Top 5) de médio prazo, a taxa básica terminará 2017 em 8,25% ao ano, ante expectativa de 8,50% ao ano uma semana atrás e um mês antes. O Top 5 também reduziu a projeção para a Selic no fim de 2018, para 8,13% ao ano, ante 8,50% ao ano observado uma semana atrás e um mês antes.

 



// matérias relacionadas

Segunda, 19 de junho de 2017

08:43 - A incerteza aumentou, mas o que me interessa são as reformas e o ajuste

Quinta, 15 de junho de 2017

12:54 - TRF inocenta presidente do Bradesco

Quarta, 07 de junho de 2017

08:30 - Nubank estuda pedir 'depósito caução' para cartão de crédito

Terça, 30 de maio de 2017

08:14 - Novo presidente do BNDES defende juro de mercado em empréstimos do banco

Segunda, 29 de maio de 2017

08:25 - Após cair 11 vezes, projeção de inflação para 2017 volta a subir

Sexta, 12 de maio de 2017

10:14 - Santander perde processo de R$ 2 bilhões no Carf

Segunda, 08 de maio de 2017

12:00 - Mercado disputa clientes premium de grandes bancos

Terça, 25 de abril de 2017

08:34 - Decisão do Carf isenta Itaú de pagar multa de R$ 25 bi à Receita Federal

Terça, 04 de abril de 2017

08:12 - Bancos se comprometem a reduzir o prazo de atendimento aos clientes

Segunda, 03 de abril de 2017

10:40 - Cliente terá que pagar fatura total do crédito


// leia também

Quarta, 28 de junho de 2017

16:38 - Desemprego atinge 2,1 milhões de pessoas na Grande SP

13:52 - Postos de delator da Ararath são alvos de operação e 5 vão para delegacia

13:27 - Taxa de cartão de crédito cai e é a menor em 2 anos

10:46 - Endividamento das famílias cai a 41,6% em abril, mostra BC

08:41 - Governo teme que arrecadação caia com adoção de nova política automotiva

08:32 - Baixo nível de atividade econômica piora confiança dos empresários

Terça, 27 de junho de 2017

19:21 - Dólar sobe com cautela com reformas após denúncia contra Temer

18:51 - Rodrigo Janot pede suspensão da lei da terceirização

18:30 - Não há confisco ou sequestro do FGTS, diz ministro do Planejamento

17:28 - Situação fiscal do Brasil continua 'gravíssima', diz ministro