WhatsApp Twuitter

Terça, 30 de maio de 2017, 08h14

convergência nas taxas

Novo presidente do BNDES defende juro de mercado em empréstimos do banco


O futuro presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, que atualmente dirige o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), defendeu a convergência dos juros da instituição de fomento com as taxas cobradas no mercado. Segundo ele, um dos principais desafios do Brasil é construir uma estrutura a termo de taxas de juros, reduzindo subsídios.

O economista lembrou que, hoje, a estrutura a termo de taxa de juros é estritamente atrelada a títulos públicos. "O Brasil tem uma carência de operações que formem efetivamente a taxa de juros de longo prazo", disse Rabello de Castro, em entrevista coletiva pouco antes do lançamento da Agência IBGE Notícias, no Rio.

Para o futuro presidente do BNDES, o banco de fomento precisa fortalecer as operações de longo prazo no mercado de capitais, com ampliação da participação privada, para que o País realmente tenha um mercado de longo prazo. "O BNDES tem que ser como um pai que ajuda a caminhar e também sabe soltar a bicicleta", afirmou Rabello de Castro.

Nesse quadro, a "taxa de juros é quase um detalhe". "As taxas do BNDES têm que convergir para o mercado", disse Rabello de Castro, lembrando que isso dependerá de medidas de políticas fiscal que não estão na alçada do BNDES. "Temos que começar a fazer o exercício do desapego desse conceito do subsídio. Temos que fazer o Brasil convergir para a normalidade", afirmou Rabello de Castro, completando que "o principal apoio que o BNDES pode dar ao mercado é a disponibilidade do apoio", e não juros baixos.

"(O mercado de crédito) tem que funcionar de modo normal. O que requer um abandono da ideia de que você tem de ter segmentos subsidiados", afirmou.

 



// matérias relacionadas

Segunda, 09 de outubro de 2017

13:15 - Boletos de menos de R$ 2 mil só poderão ser pagos em qualquer banco

Segunda, 18 de setembro de 2017

10:36 - Calote nos bancos públicos cresce R$ 10 bi em um ano

Segunda, 04 de setembro de 2017

16:05 - Bancos de varejo acirram disputa por cliente de alta renda

Terça, 01 de agosto de 2017

08:55 - Banco Central cogitou sinalizar corte mais moderado dos juros, informa ata

Segunda, 19 de junho de 2017

08:43 - A incerteza aumentou, mas o que me interessa são as reformas e o ajuste

Quinta, 15 de junho de 2017

12:54 - TRF inocenta presidente do Bradesco

Quarta, 07 de junho de 2017

08:30 - Nubank estuda pedir 'depósito caução' para cartão de crédito

Segunda, 29 de maio de 2017

08:25 - Após cair 11 vezes, projeção de inflação para 2017 volta a subir

Segunda, 15 de maio de 2017

08:25 - Previsão do mercado para a inflação em 2017 cai pela décima vez seguida

Sexta, 12 de maio de 2017

10:14 - Santander perde processo de R$ 2 bilhões no Carf


// leia também

Segunda, 16 de outubro de 2017

22:33 - Credores afirmam que plano de recuperação da Oi protege atuais acionistas

21:00 - Prefeitura estima realizar 12 mil acordos com o Mutirão Fiscal

19:58 - Brasileiros em Punta Cana não embarcam em voo da Avianca

16:00 - Central de Emprego

14:37 - Governo dificulta punição ao trabalho escravo no Brasil

14:28 - Governo libera o 1º lote de R$ 6,7 bi em saques das contas do PIS

12:58 - Contribuintes podem negociar dívidas com desconto no mutirão fiscal

11:22 - Fazenda defende a não punição de servidores por empréstimos

10:32 - Restituição do Imposto de Renda dá R$ 2,8 bi a 2,3 milhões de contribuintes

Domingo, 15 de outubro de 2017

12:37 - Contas públicas viram 'isca' para atrair investidor aos estados