WhatsApp Twuitter

Terça, 30 de maio de 2017, 08h14

convergência nas taxas

Novo presidente do BNDES defende juro de mercado em empréstimos do banco


O futuro presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, que atualmente dirige o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), defendeu a convergência dos juros da instituição de fomento com as taxas cobradas no mercado. Segundo ele, um dos principais desafios do Brasil é construir uma estrutura a termo de taxas de juros, reduzindo subsídios.

O economista lembrou que, hoje, a estrutura a termo de taxa de juros é estritamente atrelada a títulos públicos. "O Brasil tem uma carência de operações que formem efetivamente a taxa de juros de longo prazo", disse Rabello de Castro, em entrevista coletiva pouco antes do lançamento da Agência IBGE Notícias, no Rio.

Para o futuro presidente do BNDES, o banco de fomento precisa fortalecer as operações de longo prazo no mercado de capitais, com ampliação da participação privada, para que o País realmente tenha um mercado de longo prazo. "O BNDES tem que ser como um pai que ajuda a caminhar e também sabe soltar a bicicleta", afirmou Rabello de Castro.

Nesse quadro, a "taxa de juros é quase um detalhe". "As taxas do BNDES têm que convergir para o mercado", disse Rabello de Castro, lembrando que isso dependerá de medidas de políticas fiscal que não estão na alçada do BNDES. "Temos que começar a fazer o exercício do desapego desse conceito do subsídio. Temos que fazer o Brasil convergir para a normalidade", afirmou Rabello de Castro, completando que "o principal apoio que o BNDES pode dar ao mercado é a disponibilidade do apoio", e não juros baixos.

"(O mercado de crédito) tem que funcionar de modo normal. O que requer um abandono da ideia de que você tem de ter segmentos subsidiados", afirmou.

 



// matérias relacionadas

Terça, 17 de abril de 2018

13:12 - Quatro bancos concentram 78,5% do crédito no país

Segunda, 16 de abril de 2018

13:13 - Caixa, Santander e BB lideram ranking de reclamações contra bancos

Terça, 27 de março de 2018

09:07 - Caixa fecha 2017 com lucro recorde de R$ 12,5 bi, 202,6% superior ao de 2016

Sexta, 09 de março de 2018

11:31 - Cheque especial vai ter nova fórmula

Quarta, 28 de fevereiro de 2018

16:52 - Clientes do Santander relatam pane no sistema do banco

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

13:33 - Previsão do Banco do Brasil é crescimento de 2,8% do PIB em 2018

Quarta, 14 de fevereiro de 2018

10:54 - Bancos de Cuiabá e VG deixam clientes na mão

09:29 - Bancos reabrem ao meio-dia; contas que venceram no carnaval podem ser pagas hoje

Sexta, 26 de janeiro de 2018

09:10 - Indicações políticas ainda predominam em bancos oficiais

Quarta, 24 de janeiro de 2018

08:47 - Conselho da Caixa destitui três vice-presidentes afastados e um volta ao cargo


// leia também

Domingo, 22 de abril de 2018

08:57 - Redução da taxa de juros torna poupança mais atrativa, mostra estudo

08:50 - Receita espera por 14 milhões de declarações do IR até 30 de abril

Sábado, 21 de abril de 2018

18:00 - Governo diz que terá de adiar reajuste de servidor para fechar contas em 2019

17:30 - Projeto que limita salário será retomado

16:00 - Após 4 anos, Eudora amplia aposta no varejo e volta a abrir lojas

15:30 - Neoenergia eleva proposta para compra da Eletropaulo

11:31 - Presidente da ANFAC destaca função social das factorings

08:58 - Entenda quando é possível fazer pedido de revisão da aposentadoria

08:55 - O que muda com o fim da Medida Provisória da reforma trabalhista?

Sexta, 20 de abril de 2018

13:59 - Brasil terá perda de 30% nas exportações de frango para a Europa