WhatsApp Twuitter

Terça, 30 de maio de 2017, 08h14

convergência nas taxas

Novo presidente do BNDES defende juro de mercado em empréstimos do banco


O futuro presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, que atualmente dirige o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), defendeu a convergência dos juros da instituição de fomento com as taxas cobradas no mercado. Segundo ele, um dos principais desafios do Brasil é construir uma estrutura a termo de taxas de juros, reduzindo subsídios.

O economista lembrou que, hoje, a estrutura a termo de taxa de juros é estritamente atrelada a títulos públicos. "O Brasil tem uma carência de operações que formem efetivamente a taxa de juros de longo prazo", disse Rabello de Castro, em entrevista coletiva pouco antes do lançamento da Agência IBGE Notícias, no Rio.

Para o futuro presidente do BNDES, o banco de fomento precisa fortalecer as operações de longo prazo no mercado de capitais, com ampliação da participação privada, para que o País realmente tenha um mercado de longo prazo. "O BNDES tem que ser como um pai que ajuda a caminhar e também sabe soltar a bicicleta", afirmou Rabello de Castro.

Nesse quadro, a "taxa de juros é quase um detalhe". "As taxas do BNDES têm que convergir para o mercado", disse Rabello de Castro, lembrando que isso dependerá de medidas de políticas fiscal que não estão na alçada do BNDES. "Temos que começar a fazer o exercício do desapego desse conceito do subsídio. Temos que fazer o Brasil convergir para a normalidade", afirmou Rabello de Castro, completando que "o principal apoio que o BNDES pode dar ao mercado é a disponibilidade do apoio", e não juros baixos.

"(O mercado de crédito) tem que funcionar de modo normal. O que requer um abandono da ideia de que você tem de ter segmentos subsidiados", afirmou.

 



// matérias relacionadas

Sábado, 09 de dezembro de 2017

09:00 - Banco Central pode ter de explicar inflação baixa pela primeira vez

Sexta, 01 de dezembro de 2017

08:32 - Banco do Brasil terá R$ 7 bilhões a mais para emprestar

Quarta, 29 de novembro de 2017

21:38 - Decreto permite venda de parte de ações do Banrisul a estrangeiros

09:47 - Herdeiros terão direito à indenização de perdas na poupançaHerdeiros terão direito à indenização de

Terça, 28 de novembro de 2017

08:33 - Bancos e poupadores chegam a acordo de R$ 10 bilhões sobre planos

Domingo, 19 de novembro de 2017

08:43 - Informalidade em alta limita o crédito bancário ao brasileiro

Quinta, 16 de novembro de 2017

13:23 - Banco Central alerta sobre riscos do uso das moedas virtuais

Segunda, 13 de novembro de 2017

11:40 - Bancos cobram até 4% para investir em uma só ação

Quarta, 01 de novembro de 2017

13:58 - Banco Safra pagará US$ 10 milhões por movimentar dinheiro desviado

Quarta, 25 de outubro de 2017

22:05 - Itaú Unibanco repassará o corte na Selic para linhas de crédito


// leia também

Segunda, 11 de dezembro de 2017

09:04 - Mercado financeiro volta a prever inflação abaixo do piso da meta para este ano

08:49 - País arrecada mais tributos, mas é ineficaz para reduzir desigualdade

08:45 - Festas de fim de ano são oportunidade de renda extra

Domingo, 10 de dezembro de 2017

18:00 - Ações trabalhistas despencam com indefinições sobre nova legislação

17:30 - 'Encontro de contas' do INSS frustra prefeitos

16:41 - Cuiabá sobe 10 posições em ranking de geração de empreendimentos

09:21 - Trabalhadores questionam contrato na Justiça

09:10 - Varejo começa a contratar pela nova lei trabalhista

Sábado, 09 de dezembro de 2017

09:38 - UE e Japão finalizam termos para acordo de Parceria Econômica

09:06 - Gilmar Mendes monta força-tarefa anti-fake news