WhatsApp Twuitter

Quarta, 11 de outubro de 2017, 19h15

Dia das Crianças

Procon de Cuiabá faz blitz orientativa em lojas de brinquedos

Adão de Oliveira, repórter Secom/Cuiabá


O Procon de Cuiabá realizou uma blitz educativa nas lojas de vendas de brincando, visando o Dia das Crianças, comemorado neste dia 12 de outubro. O objetivo é assegurar a qualidade dos produtos ofertados pelo comércio local.

Vicente Aquino/Secom Cuiabá

“Esta é mais uma operação de orientação aos lojistas para que cumpram ao pé da letra o que propõe o Código de Defesa do Consumidor, que assegura qualidade, segurança e tranquilidade nos brinquedos e produtos vendidos a quem compra”, disse o dirigente do Gustavo Costa e Silva.

Ele contou que a orientação é para observar o prazo de validade dos brinquedos, troca dos produtos e até problemas de fabricação. Segundo ele, há grande incidência de artigos fora da especificação de qualidade.

A equipe do Procon fiscalizou primeiramente as grandes redes de lojas, que oferecem variedades de brinquedos. Os comércios dos bairros também foram fiscalizados. No geral, foram observados itens de segurança, preços praticados, embalagem correta e indicação sobre a idade para cada produto.

Segundo o Código de Defesa do Consumidor, no artigo 26, que trata do direito de reclamar pelos vícios aparentes ou de fácil constatação, vence em um prazo de 30 dias após a compra. Em se tratando ainda de serviços e produtos não duráveis são outros 90 dias de prazo.

Em percebendo falha na compra do produto, o consumidor deverá imediatamente comunicar o fato à revenda ou fornecedor e em havendo resposta negativa deverá ainda o consumidor instaurar procedimento junto ao Procon para as providencias, inclusive com abertura de inquérito civil.

A blitz educativa no comércio na semana em que se comemora o Dia das Crianças vai se repetir em outras datas comemorativas, uma vez que nesse primeiro ano a gestão trabalhará com educação e orientação.

A gerente de uma loja de brinquedos da capital, Lia Lima, gostou da ação e oportunidade em que se pode verificar a qualidade dos produtos. “Foi legal, eles foram educados e deram orientações de como devem estar os nossos produtos para boas vendas”, disse a gerente.

Juarez Victor foi outro lojista que gostou da orientação. Conforme ele, a loja que anda na legalidade sempre é bom contar com a presença dos fiscais. “Estamos nos cuidando cada vez mais em oferecer ao cliente qualidade nos produtos. E a presença do Procon só nos auxilia”, relatou.



// matérias relacionadas

Terça, 03 de julho de 2018

08:50 - Ponte no Coxipó é interditada pela prefeitura para reparos - veja vídeo

Domingo, 01 de julho de 2018

09:05 - Ministério Público investiga descarte irregular de lixo no Pronto-Socorro

Sábado, 30 de junho de 2018

14:25 - Crianças do Bom de Bola participam de ação de patriotismo em Cuiabá

11:20 - Prefeitura suspende edital de R$ 14 milhões com suspeita de direcionamento

Sexta, 29 de junho de 2018

14:06 - TCE anula seletivo e manda Prefeitura fazer concurso; taxa de inscrição será devolvida

08:59 - Emanuel Pinheiro anuncia novos secretários de Saúde e de Inovação e Comunicação

Quinta, 28 de junho de 2018

18:33 - Prefeitura realiza processo seletivo para 3.785 vagas na área de Educação

Segunda, 25 de junho de 2018

18:31 - Falta de medicamentos em Cuiabá vai demorar um mês para ser solucionada

17:35 - Entrega do novo Pronto-Socorro é adiada para 2019 e obra fica 20% mais cara

Sábado, 23 de junho de 2018

08:30 - Emanuel sanciona lei que o autoriza fazer empréstimo de R$ 51 milhões


// leia também

Domingo, 15 de julho de 2018

08:51 - Tráfego deve manter expansão anual de 4,5% nos próximos 20 anos

08:40 - Dólar ficou R$ 0,13 mais caro e Bovespa saltou 6% durante a Copa

Sábado, 14 de julho de 2018

17:00 - Apesar de custo alto, procura por seguro para celular dispara no Brasil

11:37 - Após acordo, Incertezas sobre fusão com a Boing fazem ação da Embraer cair 4,62%

10:35 - Governo propõe salário mínimo de R$ 998 no Brasil em 2019

08:59 - Saldo da balança do agronegócio em junho é de US$ 8,17 bilhões

Sexta, 13 de julho de 2018

18:00 - Dólar cai para R$ 3,8497 e acumula queda de 0,43% na semana

17:32 - Mais um sindicato declara apoio ao empresário Kennedy Sales

17:31 - Brasileiro é o que mais se preocupa com perda de benefícios da aposentadoria

14:21 - Confiança do consumidor recuou 6,1% em junho, aponta SPC