WhatsApp Twuitter

Sexta, 12 de janeiro de 2018, 14h51

agência de classificação

S&P rebaixa ratings de bancos, incluindo BB, Bradesco, Itaú e Santander


A agência de classificação de risco S&P Global rebaixou o rating de diversas instituições financeiras brasileiras, incluindo Banco do Brasil, Bradesco, Itaú Unibanco e Santander Brasil.
Em comunicado divulgado nesta sexta-feira, 12, a S&P comentou que o corte na nota soberana do Brasil de BB para BB- e a revisão da perspectiva de negativa para estável foi motivada devido aos progressos mais lentos que o esperado feitos pelo País em relação à estrutura fiscal e ao aumento dos níveis da dívida.

‘Como resultado, realizamos várias ações de rating em 29 instituições financeiras brasileiras e companhias de seguros que têm relação com o nível soberano, refletindo a mesma ação de rating do Brasil‘, afirmou a instituição.

A S&P rebaixou o rating de longo prazo e em escala global de 15 instituições de BB para BB- e adotou perspectiva estável. Já a classificação de longo prazo em escala nacional foi reafirmada em brAA-:

Banco do Brasil
Banco Bradesco
Banco Citibank
Itaú Unibanco Holding
Itaú Unibanco
Banco ABC Brasil
Banco do Nordeste do Brasil
Banco Santander (Brasil)
China Construction Bank (Brasil) Banco Multiplo
Banco Votorantim
Banco Safra
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)
Caixa Econômica Federal
B3 - Brasil, Bolsa, Balcão
GP Investimentos

Além disso, a agência de classificação de risco revisou a perspectiva em escala nacional de 14 instituições financeiras de negativa para estável e reafirmou o rating de longo prazo e em escala nacional em brAA-:

Ativos S.A. Securitizadora de Creditos Financeiros;
Banco de Tokyo-Mitsubishi UFJ Brasil
Banco Morgan Stanley;
Banco J.P. Morgan
Banco Toyota do Brasil
Banco BNP Paribas Brasil
Banco Volkswagen
Banco Ole Bonsucesso Consignado
BNDESPar - BNDES Participações
BV Leasing Arrendamento Mercantil
Bradesco Capitalização
Bradesco Seguros
Austral Seguradora
Austral Resseguradora 



// matérias relacionadas

Domingo, 17 de junho de 2018

09:39 - Na era digital, agência bancária 'encolhe'

Quinta, 14 de junho de 2018

16:30 - Para o FMI, economia dos EUA deve crescer 2,9% em 2018 e 2,7% em 2019

Quarta, 13 de junho de 2018

14:24 - Comércio varejista mantém expectativa de crescimento, aponta CNC

Segunda, 11 de junho de 2018

20:00 - Custos da criminalidade no Brasil correspondem a 4,38% do PIB

17:03 - País tem 63 milhões de consumidores com nome sujo

Sábado, 09 de junho de 2018

09:25 - Micro e pequenas empresas podem aderir Refis até dia 9 de julho

Sexta, 08 de junho de 2018

13:35 - Dólar cai para R$ 3,74 após ação do Banco Central

Quinta, 07 de junho de 2018

18:05 - Brasil perde R$ 5,7 bilhões por ano ao não reciclar resíduos plásticos

Quarta, 06 de junho de 2018

18:00 - Poupança tem captação líquida de R$ 2,405 bi em maio

13:42 - Produção de veículos cai 20% com greve dos caminhoneiros


// leia também

Segunda, 18 de junho de 2018

18:30 - Tribunal condena construtora por entrega de imóvel que atrasou 17 meses

16:17 - Etanol cai em 14 Estados e no Distrito Federal e preço recua 1,14% no País

15:48 - TCU verificará se cobrança por bagagem reduziu preços das passagens aéreas

15:42 - Vamos esperar o STF decidir, diz Michel Temer sobre tabela do frete

10:27 - Decolar é multada em R$ 7,5 milhões por práticas abusivas contra consumidor

09:03 - Vem aí o CPF do imóvel - entenda o que é e como vai funcionar

08:55 - Cotistas podem sacar saldo do PIS/Pasep a partir de hoje

Domingo, 17 de junho de 2018

09:09 - Preço do diesel diminui, mas ainda não chega às bombas R$ 0,46 menor

Sábado, 16 de junho de 2018

15:00 - EUA e China iniciam guerra comercial, assustam mercados e derrubam Bolsas

13:00 - Egito eleva preços dos combustíveis e do gás de cozinha para ajudar economia