WhatsApp Twuitter

Sábado, 03 de fevereiro de 2018, 12h30

Embraer sobe 4% com proposta de criar nova empresa em parceria com a Boeing


A Boeing apresentou na sexta-feira, 2, ao governo brasileiro a proposta de criar uma terceira empresa para unir as operações de aviação comercial com a Embraer, segundo fontes de mercado. O negócio de defesa da Embraer, segmento que o Brasil considera estratégico, ficaria de fora dessa estrutura. A expectativa de que isso poderia facilitar o fechamento do negócio entre a fabricante nacional e a gigante americana fez os papéis da Embraer dispararem ontem na Bolsa paulista.

A intenção de criar uma terceira empresa foi apresentada a autoridades federais, mas ainda não houve decisão sobre a proposta, disseram fontes. A discussão foi antecipada jornal O Globo. Com a notícia, porém, a ação ordinária ON da fabricante brasileira registrou a maior alta de ontem da B3, de 4,41%, fechando a R$ 22,72. O resultado foi obtido mesmo em um dia negativo para o principal índice da Bolsa paulista, o Ibovespa, que fechou em baixa de 1,7%.

A criação de uma empresa voltada apenas à aviação comercial contemplaria o principal interesse da americana na Embraer - os jatos de médio porte para voos regionais. O movimento da americana seria uma resposta à franco-alemã Airbus, que anunciou a compra de uma fatia majoritária do projeto C-Series, da canadense Bombardier, que concorre diretamente com os E-Jets, da Embraer.

Com a nova proposta, o comitê criado pelo governo para avaliar o negócio vai decidir se os interesses de defesa do Brasil estarão protegidos. A primeira avaliação, porém, parece positiva. Uma das pessoas que acompanham o tema disse que, para o governo, o mais importante é excluir a área militar do acordo.

Essa decisão é decorrente do receio que futuras decisões estratégicas para a área de defesa da Embraer tenham de passar pelo crivo dos Estados Unidos. Esse é o risco de a Boeing eventualmente participar do controle de toda a Embraer.

Uma das fontes ouvidas pelo Estado aponta que o governo brasileiro avalia apenas questões protegidas pela chamada golden share - ação que dá ao Planalto poder de veto a decisões estratégicas da empresa. A negociação comercial não é preocupação do governo brasileiro.
Em relação ao assunto, há a percepção em Brasília de que a Boeing ‘tem mais pressa para fechar o negócio que o governo‘. Como o Estado antecipou na semana passada, executivos da Boeing gostariam de concluir as negociações para evitar que o negócio seja tema das eleições presidenciais.

Reação

A divulgação do eventual novo desenho do negócio levou a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a questionar a Embraer. Ontem, a fabricante de aeronaves divulgou um comunicado afirmando que ‘as partes envolvidas ainda estão analisando possibilidades de viabilização de uma combinação de outros negócios, que poderão incluir a criação de outras sociedades‘.

‘Quando e se definida a estrutura para combinação de negócios, sua eventual implementação estará sujeita à aprovação não somente do governo brasileiro, mas também de órgãos reguladores nacionais e internacionais e dos órgãos societários das duas companhias‘, informou a gigante brasileira.

Procurada pela reportagem, a Boeing não quis comentar o assunto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. 



// matérias relacionadas

Sexta, 18 de maio de 2018

17:15 - Governo estuda baratear preço do combustível, diz Moreira Franco

Quinta, 17 de maio de 2018

14:54 - Mercado projeta déficit de R$ 138,5 bilhões nas contas públicas

Terça, 15 de maio de 2018

14:21 - Não haverá renegociação de dívida rural com bancos, diz Guardia

Quinta, 10 de maio de 2018

14:30 - Mais de 40% da população adulta brasileira está inadimplente, diz SPC

Domingo, 06 de maio de 2018

09:10 - Prazo para motoristas com deficiência pedirem isenção cai para 3 dias

Quinta, 03 de maio de 2018

15:37 - Transações financeiras por aplicativos cresceram 70% em 2017

Quarta, 02 de maio de 2018

17:20 - Venda total de veículos novos sobe 38,5% em abril ante abril de 2017

15:17 - Supermercados registram crescimento nas vendas no primeiro trimestre

Quinta, 19 de abril de 2018

17:06 - Construção corta 2,3 mil vagas de trabalho em fevereiro

14:09 - União arrecada R$ 22,456 milhões com venda de imóveis em Brasília


// leia também

Domingo, 20 de maio de 2018

08:47 - Com alta do dólar, brasileiros devem optar por turismo interno

08:41 - Pedido de aposentadoria será feito por internet ou telefone

Sábado, 19 de maio de 2018

15:30 - Receita aperta cerco a repatriação irregular

14:30 - Eleição no Conselho pode pôr em risco privatização da Eletrobras

10:55 - Governo federal negocia acordos de leniência que podem chegar a R$ 10 bi

09:30 - Comissão da Câmara antecipa saque de conta do FGTS para 60 anos

Sexta, 18 de maio de 2018

14:45 - Número de jovens que não estudam nem trabalham cresce no País

14:35 - Brasil criou 115,8 mil empregos em abril, anuncia Temer

11:32 - Caminhoneiros prometem parar por conta de aumentos no diesel

08:44 - BB anuncia nova redução de taxas de juros para pessoas físicas e jurídicas