WhatsApp Twuitter

Segunda, 16 de abril de 2018, 13h13

1º trimestre deste ano

Caixa, Santander e BB lideram ranking de reclamações contra bancos


A Caixa Econômica Federal, o Santander e o Banco do Brasil são as instituições que aparecem na liderança do mais recente Ranking de Instituições por Œndice de Reclamações, divulgado nesta segunda-feira, 16, pelo Banco Central. No topo do ranking, referente ao primeiro trimestre de 2018, está a Caixa, com índice de reclamações de 27,62. Nesta lista, são consideradas as instituições com mais de 4 milhões de clientes.

Pela metodologia do BC, este índice é calculado com base no número de reclamações consideradas procedentes, dividido pelo número total de clientes do banco e multiplicado por um fator fixo (1.000.000). No caso da Caixa, foram 2.444 reclamações consideradas procedentes no primeiro trimestre, numa base total de 88.470.270 clientes.

Na segunda posição entre os bancos que foram alvos de reclamações aparece o Santander, com índice de 25,66 (1.038 reclamações procedentes e 40.441.975 clientes). Na terceira posição do ranking está o Banco do Brasil, com índice de 24,20, resultado de 1.504 reclamações procedentes numa base de 62.141.375 clientes.

Na sequência do ranking, ainda considerando os bancos e as financeiras com mais de 4 milhões de clientes, aparecem Bradesco (índice de 20,05), Itaú (14,58), Banrisul (12,21), Votorantim (6,38), Pernambucanas (3,79), Midway (3,50) e Banco do Nordeste (0,46).

Instituições menores

O ranking do BC indica ainda que, entre as instituições financeiras com menos de 4 milhões de clientes, o campeão de reclamações é o BRB, com índice de 311,77. Na sequência aparecem Safra (73,56) e Intermedium (67,59).

Reclamações

Entre os assuntos que mais motivam reclamações por parte dos clientes, o campeão é o item ‘irregularidades relativas a integridade, confiabilidade, segurança, sigilo e legitimidade das operações e serviços, exceto as relacionadas a cartão de crédito, cartão de débito, internet banking e ATM‘.

Ao todo, de acordo com o BC, este assunto gerou 1.300 reclamações com indícios de descumprimento das regras em vigor.

Na sequência dos assuntos mais reclamados aparecem ‘oferta ou prestação de informação a respeito de produtos e serviços de forma inadequada‘ e, em seguida, ‘irregularidades relativas a integridade, confiabilidade, segurança, sigilo ou legitimidade das operações e serviços relacionados a cartões de crédito‘.



// matérias relacionadas

Quarta, 04 de julho de 2018

12:42 - Banco do Brasil destina R$ 103 bilhões para crédito agrícola

Segunda, 02 de julho de 2018

14:20 - Bancos vão oferecer crédito pessoal como alternativa ao cheque especial

14:07 - Levar conta salário para outras instituições ficou mais simples

Segunda, 21 de maio de 2018

17:35 - Santander pagará à vista indenizações por perdas em planos econômicos

Terça, 15 de maio de 2018

09:24 - Bradesco reduz juro mínimo no consignado de beneficiários do INSS para 1,80%

Sexta, 11 de maio de 2018

11:57 - Lucro de grandes bancos supera gasto com calote pela 1ª vez desde a crise

Sábado, 05 de maio de 2018

10:58 - Bancos ampliam caixas compartilhados; clientes reclamam de cédulas

Terça, 17 de abril de 2018

13:12 - Quatro bancos concentram 78,5% do crédito no país

Terça, 27 de março de 2018

09:07 - Caixa fecha 2017 com lucro recorde de R$ 12,5 bi, 202,6% superior ao de 2016

Sexta, 09 de março de 2018

11:31 - Cheque especial vai ter nova fórmula


// leia também

Sexta, 20 de julho de 2018

16:58 - Comércio e indústria contabilizam mais de 41,4 mil demissões em junho

16:18 - Equipe econômica reduz para 1,6% previsão de crescimento do PIB

11:33 - Motorista de ônibus que também faz cobrança não vai receber adicional por acúmulo de função

09:28 - Governo abre novo período de saque do PIS/Pasep de 2016

Quinta, 19 de julho de 2018

14:59 - Brasileiro mantém hábito de guardar moeda em casa

14:39 - Apesar do avanço do débito, 52% das compras no comércio são pagas com dinheiro

10:40 - Soja responde por 16% das exportações brasileiras no semestre

10:21 - Indústria segue com confiança baixa em julho, aponta CNI

Quarta, 18 de julho de 2018

19:45 - Orçamento de VG cresce 7,8% e chega a R$ 711 mi sem aumentar impostos

17:37 - Dólar chega a cair, mas termina dia estável em R$ 3,84 com cautela eleitoral