WhatsApp Twuitter

Sexta, 31 de março de 2017, 09h07

Perto da disputa pelo cinturão

Jéssica Andrade destaca a importância de novas categorias no UFC


Em meio a polêmica sobre a criação de novas divisões femininas na maior organização de MMA do mundo, a próxima desafiante brasileira do cinturão peso palha do UFC, Jéssica Andrade, faz questão de dizer que está satisfeita com a sua categoria na organização, mas destaca a importância de mudanças no Ultimate.

Com a recente criação do peso-pena (até 65,7kg), as críticas sobre a dificuldade das lutadoras em bater o peso para conseguir alcançar uma categoria no UFC vieram à tona mais uma vez. Enquanto as mulheres lidam com um número limitado de divisões, que agora chegou em sua terceira, os homens já somam nove categorias. Apesar da diferença, a brasileira Jéssica Andrade comemora a nova conquista e vê sinais de mudanças no universo feminino do UFC: “É muito bom abrir novas categorias porque a gente tem mais opções. Antes ou você era galo ou era galo, não tinha como escolher. Eu aprecio a mudança e aconteceu antes do previsto”, conta em entrevista exclusiva ao Estado.

GettyImagens

Disputando o peso palha (até 52,2kg), Jéssica afirma que não muda de divisão. “Eu me sinto bem na categoria. Consigo baixar o meu peso sem se sentir fraca. No começo, existiam dificuldades e sacrifícios, agora, eu só cuido da alimentação e do treino, não me desgasto e consigo me sentir muito bem para as lutas”, explica.

A satisfação da 'Bate-Estaca', como é conhecida, não deixa de lado as outras lutadoras: "Eu sei que as novas categorias ajudam as outras meninas, elas sofrem para bater o peso, e agora, só ficam no peso palha, por exemplo, quem realmente é”, diz.

EM DEFESA DE CRIS CYBORG

A criação da terceira divisão feminina no UFC gerou indignação por boa parte dos brasileiros, que esperavam a estreia de Cris Cyborg na categoria, mas viram o presidente Dana White deixar a campeã do Invicta FC, organização de MMA feminino, fora do primeiro combate.

Sem Cyborg, quem levou o título inaugural foi Germaine de Randamie, que venceu a ex-campeã peso-galo Holly Holm. Mas, para Jéssica Andrade, a compatriota não sairá por baixo. “É só uma questão do Dana White dar uma oportunidade para ela (Cyborg) mostrar o seu valor e com certeza ela vai voltar forte e ser também a nossa futura campeã”, afirma.
 



// matérias relacionadas

Segunda, 19 de junho de 2017

09:25 - Holloway diz que McGregor não volta ao UFC após luta com Mayweather

Segunda, 08 de maio de 2017

11:46 - Anderson Silva confirma que não lutará no UFC Rio 8

Terça, 02 de maio de 2017

10:00 - Anderson Silva reclama de indefinição do UFC e ameaça até se aposentar

Domingo, 16 de abril de 2017

08:40 - Jacaré perde no UFC e fica longe do cinturão

Domingo, 12 de março de 2017

10:24 - Vitor Belfort perde em Fortaleza e pede luta de despedida em casa

Quinta, 02 de março de 2017

08:55 - Michael Bisping avisa Georges St-Pierre que não será uma luta fácil

Quinta, 16 de fevereiro de 2017

09:11 - Saiba quem eu sou, desabafa Anderson Silva Após resultado contestado

Terça, 14 de fevereiro de 2017

09:06 - Bisping acha que revanche com Anderson Silva não venderia

Sábado, 04 de fevereiro de 2017

11:40 - Ultimate voltará ao Brasil para o UFC 212 em junho

Segunda, 23 de janeiro de 2017

08:25 - Próximo rival de Anderson Silva faz alerta ao lutador


// leia também

Domingo, 25 de junho de 2017

17:48 - Corinthians vence Grêmio e se distancia na liderança do Brasileiro

17:41 - São Paulo e Fluminense empatam no Morumbi no duelo de tricolores

17:32 - Vasco vence Atlético-GO e chega ao G-4 em campanha de altos e baixos

15:20 - Federer massacra Zverev e conquista nono título do Torneio de Halle

14:15 - Kvitova vence australiana e conquista título seis meses após ser esfaqueada

13:34 - Frios e realistas, russos ainda estão indiferentes com a Copa das Confederações

10:16 - Valentino Rossi faz grande corrida e vence primeira na temporada da MotoGP

09:18 - Santos desperdiça chances e Sport vence na Vila Belmiro

Sábado, 24 de junho de 2017

11:15 - Löw destaca recuperação da seleção brasileira: 'São sempre favoritos em uma Copa'

10:27 - Melhores do Brasileirão, Corinthians e Grêmio lideram em campo e nas estatísticas