WhatsApp Twuitter

Segunda, 19 de junho de 2017, 15h26

Órgão da Fifa propõe jogo de futebol com 60 minutos


Em tempos de uso do árbitro de vídeo no futebol, a International Football Association Board (IFAB) lançou uma série de sugestões para alterar e incluir outras regras no regulamento. O órgão independente é formado pelas quatro associações do esporte no Reino Unido e pela Fifa. Com as mudanças, a ideia é tornar o jogo mais atraente e dinâmico.

A principal proposta é acabar com a famosa "cera", estabelecendo que as partidas terão obrigatoriamente 60 minutos de ação. O relógio seria parado cada vez que a bola saísse de campo, garantindo que os jogos estariam adequados ao tempo de bola rolando considerado ideal pela Fifa.

Outras novidades, como dar a chance ao jogador de cobrar uma falta ou escanteio para si mesmo e só permitir o encerramento do primeiro ou segundo tempo com a bola fora de jogo, ainda devem ser discutidas. Pênaltis sem rebotes também entram no debate. Nesse caso, uma cobrança defendida ou na trave configuraria automaticamente um tiro de meta.

Algumas sugestões já estão sendo testadas. Permitir que somente o capitão do time possa conversar com o árbitro e alterar as disputas de pênalti para o formato "ABBA" são inovações em teste na Copa das Confederações e em competições de base, respectivamente.

A IFAB se define como a guardiã independente das regras do futebol e é a única entidade autorizada a decidir sobre mudanças no regulamento. O objetivo desse pacote de mudanças é melhorar o comportamento e o respeito, aumentar o tempo de bola em jogo e desenvolver a atratividade do esporte.

Confira algumas outras propostas de alterações no regulamento

- Cartões amarelos e vermelhos para membros da comissão técnica.

- Relógios visíveis nos estádios, para todos acompanharem a contagem de tempo feita pelo árbitro.

- Possibilidade de validar um gol caso o mesmo seja impedido por um toque de mão em cima da linha.

- Mais rigidez com o tempo que o goleiro segura a bola - 6 segundos.

As alterações passarão por debate em reuniões antes de serem colocadas em prática ou testadas. 



// matérias relacionadas

Terça, 08 de maio de 2018

14:46 - Fifa bane do futebol dirigente da Guatemala por suborno e corrupção

Segunda, 30 de abril de 2018

10:41 - Fifa divulga árbitros de vídeo para Copa e lista conta com um brasileiro

Sexta, 27 de abril de 2018

14:58 - Punição a Del Nero na Fifa permitiu 'transição' no comando da CBF

09:41 - Fifa aplica multa milionária e bane Del Nero do futebol para sempre

Segunda, 16 de abril de 2018

11:23 - Fifa envia força-tarefa ao Marrocos, candidato à sede da Copa do Mundo de 2026

Quinta, 12 de abril de 2018

15:30 - Fifa elogia proposta da Conmebol de ter 48 seleções na Copa de 2022

Quarta, 11 de abril de 2018

14:57 - Fifa projeta receita de até US$ 25 bilhões com dois novos torneios

Quinta, 29 de março de 2018

15:08 - Fifa divulga lista de árbitros da Copa e confirma trio liderado por Sandro Ricci

Quarta, 28 de março de 2018

15:53 - Fifa diz que Infantino não vai interferir em candidaturas para Copa de 2026

Sexta, 16 de março de 2018

11:18 - Se recusando a aceitar padrão Fifa, cidades americanas desistem da Copa


// leia também

Quarta, 23 de maio de 2018

14:42 - Carille entende tristeza da torcida, mas diz que vai embora em paz

14:33 - Tite promete intensidade no primeiro treino da Seleção Brasileira

10:11 - Após saída de Carille, Corinthians confirma Osmar Loss como novo treinador

10:09 - Após deixar o PSG, Unai Emery é oficializado como novo técnico do Arsenal

09:59 - Seleção feminina de vôlei vence fácil a Argentina na Liga das Nações

Terça, 22 de maio de 2018

17:30 - Luan renova com Atlético-MG até 2022; 'Meu sonho é ser campeão brasileiro'

17:30 - Bia Haddad volta a sentir dor nas costas e desiste de Roland Garros

17:25 - Willian rejeita rótulo de reserva no Palmeiras; 'Eu me sinto titular'

15:56 - Zé Roberto valoriza vitória da seleção feminina sobre rival invicto

14:59 - Pênaltis deverão ser frequentes na Copa da Rússia, prevê Taffarel