WhatsApp Twuitter

Quinta, 01 de março de 2018, 16h31

campanha de prevenção

OMS adverte que 900 milhões de pessoas podem ter surdez até 2050


A Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta quinta-feira (1o) que 900 milhões de pessoas em todo o mundo poderão vir a ter surdez até 2050, quase o dobro da quantidade atual, e fez uma apelo aos governos para que tomem medidas para frear este aumento. A informação é da EFE.

Prefeitura de Osvaldo Cruz

Numa alusão ao Dia Mundial da Audição, celebrado em 3 de março, a OMS apresentou hoje uma campanha para prevenir e advertir sobre os desafios no campo da audição nos próximos 30 anos. Segundo a organização, cerca de 466 milhões de pessoas no mundo hoje sofrem com problemas auditivos - sendo 34 milhões crianças -, enquanto há cinco anos o número total de casos era de 360 milhões. A OMS disse ainda que em 2030 o número de afetados poderia alcançar os 630 milhões.

A responsável do Departamento da Prevenção da Surdez da OMS, Shelly Chadha, afirmou em entrevista coletiva que um dos principais fatores que explicam o aumento de casos é o envelhecimento da população. Além disso, a médica afirmou que a persistência de determinadas infecções, o uso de remédios que danificam o ouvido e a exposição a sons fortes também estão entre os principais causadores da perda de audição no mundo.

Ações urgentes

"Todas estas causas podem ser prevenidas, mas precisamos de ações urgentes e firmes dos governos", disse Chadha. Para tanto, ela propôs fomentar medidas de prevenção através de políticas de saúde pública e garantir o acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento no mundo todo.

"A tecnologia e a medicina conseguiram avanços incríveis no campo da audição, mas isto não significa nada se existem comunidades que não são capazes de identificar a perda de audição em uma criança", opinou a especialista.

O diretor do Departamento de Doenças Não Transmissíveis e Incapacidade, Violência e Prevenção de Lesões da OMS, Etienne Krug, destacou que "uma de cada dez pessoas poderiam ter problemas auditivos até 2050 se medidas não começarem a ser tomadas".

Segundo a OMS, a perda de audição afeta as pessoas de várias maneiras e tem um grande impacto nas habilidades comunicativas das pessoas e também nas suas capacidades sociais, de aprendizagem e de trabalho, por sua vez contribui para a pobreza, o isolamento social e uma maior sensação de solidão. Neste sentido, o fato de não abordar os problemas auditivos custa aos países por volta de US$ 750 bilhões por ano em custos diretos de saúde e perda de produtividade.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, a metade dos casos de surdez poderia ser prevenida e, no caso das crianças, 60% deles. 



// matérias relacionadas

Terça, 19 de junho de 2018

09:06 - Governador afirma que equipamentos do Pronto Socorro já estão sendo negociados

Segunda, 18 de junho de 2018

08:31 - Número de obesos entre jovens mais que dobra em uma década

Sexta, 15 de junho de 2018

11:29 - Prefeitura tem aval do Estado para alugar equipamentos hospitalares

Quinta, 14 de junho de 2018

21:00 - Pelo menos 1,6% da população brasileira doa sangue; jovens são maioria

17:20 - Mulher aguarda 13h para ser atendida na UPA e marido se revolta

Quarta, 13 de junho de 2018

09:56 - Três em cada quatro idosos que fraturam o fêmur têm osteoporose

Sexta, 08 de junho de 2018

13:20 - Fundo emergencial de R$ 183 milhões não está atrelado à saúde, diz Botelho

Terça, 05 de junho de 2018

09:22 - Menina com hipotireoidismo ganha liminar, mas não consegue exame em hospital

Segunda, 04 de junho de 2018

12:52 - ANS suspende comercialização de 31 planos de saúde por reclamações

Quinta, 31 de maio de 2018

08:52 - Em Mato Grosso, 11 mortes estão confirmadas por Influenza


// leia também

Sexta, 22 de junho de 2018

10:04 - Com gols nos acréscimos, Brasil vence a Costa Rica por 2 a 0

07:38 - Futebol sul-americano contrasta com alegria de torcedores na Copa do Mundo

07:35 - Seleção brasileira busca reencontrar o 'padrão Tite' contra a Costa Rica

07:11 - Acompanhe minuto a minuto o segundo jogo da seleção brasileira

Quinta, 21 de junho de 2018

18:30 - Tite escala Brasil para enfrentar Costa Rica com mesmo time da estreia

17:29 - Corrida que homenageia patrono do Exército terá cobertura do Grupo Gazeta - veja vídeo

17:20 - Danilo é cortado por lesão e Fagner será titular contra a Costa Rica

16:03 - Argentina perde da Croácia e se complica na Copa

15:15 - Renan vê jogo com Austrália como 'final' para seleção de vôlei

12:45 - Contratado pelo Manchester United, Fred diz que jogará no maior clube do mundo