WhatsApp Twuitter

Segunda, 09 de julho de 2018, 18h29

'Eu nem sairia de Curitiba', diz Lula a advogado


Descrente de que poderia ficar solto por muito tempo, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou a advogados que o visitaram nesta segunda-feira, 9, na Superintendência da Polícia Federal de Curitiba, onde cumpre prisão, que não deixaria a capital paranaense caso tivesse sido solto no domingo. ‘Para onde Lula iria correr? É uma pessoa conhecida, sabe de suas responsabilidades. Ele me disse claramente: ’Eu nem sairia de Curitiba, ficaria esperando o que decidiriam a meu respeito, porque sabia que isso não iria longe’‘, declarou o ex-ministro da Justiça e advogado do PT, Eugênio Aragão, após a visita ao ex-presidente.

O petista recebeu a visita de cinco advogados. Além de Aragão, estiveram na sede da PF em Curitiba Rodrigo Zanin e Luiz Carlos da Rocha, da área criminal, e Luiz Fernando Casagrande Pereira, advogado eleitoral, Manoel Caetano, constitucionalista. Conforme Zanin, Lula se manteve sereno mesmo diante da negativa da soltura.

Aragão e Zanin argumentaram que, mesmo que fosse revertida no dia seguinte, a decisão do desembargador federal Rogerio Favreto concedendo a liberdade ao ex-presidente deveria ter sido cumprida. Aragão disse que as regras processuais, de competência e jurisdição foram ‘subvertidas‘ com as decisões posteriores a da soltura.

‘O tema levado pelo habeas corpus era o direito de o Lula poder fazer campanha como pré-candidato à Presidência. Esse tema nunca foi levado à Justiça. Foi com base nisso que ele (Favreto) decidiu‘, declarou Aragão, afirmando que a liminar só poderia ser revertida pela 8Ð Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) ou por tribunais superiores, mas apenas após o término do plantão de Favreto.

Zanin disse ainda que a defesa criminal do ex-presidente está estudando a possibilidade de complementar os recursos judiciais já nos tribunais superiores com os fatos ocorridos neste domingo. ‘A defesa técnica sempre chamou atenção para o fato de que o ex-presidente não estava tendo acesso a um julgamento justo e imparcial‘, disse. 



// matérias relacionadas

Sexta, 13 de julho de 2018

11:54 - Cela não pode servir de palanque a Lula, diz advogado

08:00 - Defesa de Lula diz que Delcídio fez acusação para obter 'benefícios'

Quinta, 12 de julho de 2018

15:30 - STJ recebe mais 260 habeas corpus em favor de Lula

13:51 - Juiz do DF absolve Lula e outros seis réus no caso Delcídio

Quarta, 11 de julho de 2018

14:59 - Presidente do STJ nega 143 pedidos de liberdade para Lula

Terça, 10 de julho de 2018

14:43 - Presidente do STJ nega pedido de liberdade ao ex-presidente Lula

10:25 - Lula diz que será candidato para 'recuperar soberania do País'

Segunda, 09 de julho de 2018

16:22 - Desembargador mantém decisão que impediu soltura de Lula

13:46 - PT não vai arredar pé da candidatura de Lula, diz Gleisi

13:02 - Procurador concorda que plantonista é incompetente para habeas corpus


// leia também

Quarta, 18 de julho de 2018

19:00 - Tenistas do Brasil ficam sem vaga direta na chave principal do US Open

19:00 - Barcos é regularizado e já pode estrear pelo Cruzeiro diante do América-MG

16:34 - Roger confirma escalação do Palmeiras e admite ansiedade para retomada

15:22 - Presidente do Santos confirma contratação do uruguaio Carlos Sánchez

10:39 - Ricardinho, campeão olímpico e bi mundial, deixa o vôlei e sai de cena aos 42 anos

10:23 - Liverpool aceita pagar R$ 334 milhões por Alisson, diz imprensa britânica

Terça, 17 de julho de 2018

19:00 - Marcos Paquetá diz que fará poucas mudanças no Botafogo; 'Vamos manter o padrão'

18:32 - Governadora do PR também foi alvo de quadrilha que clonava celulares

18:00 - CBF vende nome do Campeonato Brasileiro para rede atacadista até o final de 2019

17:05 - Cuiabá recebe 2ª edição da corrida noturna Tour Running