WhatsApp Twuitter

Quinta, 08 de fevereiro de 2018, 12h16

polícia

Suspeito de feminicídio filmou namorada em delírios antes de morrer

Rayane Alves, especial para o GD


Divulgação

Maycon da Silva Dantas (foragido) ao lado de Vanessa que foi morta asfixiada em 31 de janeiro

A delegada Alana Cardoso,  da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), que investiga a morte da jovem Vanessa Tito Poquiviqui Ramos, 21, no bairro Três Barras, em Cuiabá, afirmou na manhã desta quinta-feira (8), ao Gazeta Digital, que a polícia já tem conhecimento de um vídeo, que supostamente foi gravado pelo principal suspeito momentos antes da morte. Na gravação, ele chega a pedir que a vítima reze a oração do "Pai Nosso".

Conforme a polícia, o exame toxicológico, alcoolemia e resíduos de pele já foram solicitados para verificar se a jovem ingeriu alguma bebida ou veneno, porém, os exames ainda não foram concluídos. Já o vídeo é analisado pela Núcleo de Inteligência da Delegacia, para saber o momento e as circunstâncias em que foi gravado.

O principal suspeito do homicídio é o companheiro da vítima, Maycon Junior da Silva Dantas, 30, que está com prisão temporária (30 dias) decretada pela 2ª Vara de Violência Doméstica de Cuiabá. Ele é considerado foragido da Justiça.

Leia também - Suspeito de matar namorada asfixiada é procurado e tem histórico criminal

"Entre as diligências desenvolvidas no inquérito policial é aguardado o resultado de exames periciais de violência sexual, toxicológico, alcoolemia, necropsia e resíduos de pele nas unhas", diz trecho da nota.

Marcus Vaillant

Delegada Alana Cardoso é responsável pela investigação

Conforme a delegada o vídeo foi publicado minutos depois da morte pelo próprio namorado da vítima Maycon, mas foi retirado do ar logo após tomar conhecimento que a Polícia Civil estaria atrás dele.

Um dos momentos que teria chamado atenção das autoridades foi que em determinado momento, o suspeito pede que a vítima reze a oração do pai nosso e, mesmo demonstrando estar tensa ela acompanha o criminoso. Porém, outros detalhes da investigação e da gravação a delegada não quis adiantar para não atrapalhar as investigações.

"A Polícia Civil, em razão das investigações e também em respeito a família da vítima, considera prejudicial a divulgação ou compartilhamento do vídeo, que demonstra clara tentativa do investigado em desmontar a linha de homicídio qualificado como feminicídio, da investigação", finaliza outro trecho da nota.

Caso - O corpo de Vanessa foi encontrada na casa do namorado no bairro Três Barras. A primeira causa da morte apontada pela Polícia Civil seria asfixia.

A vítima saiu para morar com o namorado, na casa da família dele, onde foi morta. O corpo estava com pequenos cortes na região do queixo e dos olhos, além de hematomas no peito, o que leva a suspeita de morte por asfixia.

O suspeito ainda não foi encontrado pela polícia, porém a polícia já identificou que ele tem uma extensa ficha criminal. Entre os crimes praticados anteriormente foi registrado em 2009, por lesão corporal, com procedimento realizado pela Delegacia da Mulher de Cuiabá, tendo sido condenado nesse processo e, posteriormente, beneficiado com uso de tornozeleira.

Em 2011 respondeu procedimento na 2ª Delegacia de Polícia do Carumbé, por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, Lei 10826/03. 



// matérias relacionadas

Quarta, 20 de junho de 2018

17:22 - Ex-namorado é preso acusado de matar garota e jogar corpo em córrego

Quinta, 14 de junho de 2018

10:27 - Jovem é executada com 5 tiros dentro de casa

Domingo, 20 de maio de 2018

08:00 - Homem é preso por esfaquear mulher grávida e matar criança

Quarta, 16 de maio de 2018

09:02 - Mulher é assassinada a facadas em Kitnet e marido é suspeito

Domingo, 06 de maio de 2018

16:54 - Marido é preso suspeito de matar mulher com golpe de canivete no pescoço

Domingo, 01 de abril de 2018

11:38 - Pré-candidata Manuela D´Ávila participa de debate sobre feminicídio em Cuiabá

Quarta, 28 de março de 2018

17:49 - Ex-companheiro é preso após matar dona de bar a facadas

Domingo, 25 de março de 2018

10:43 - Escrivã é uma das pioneiras no atendimento às mulheres vítimas de violência

Quinta, 22 de março de 2018

16:01 - Homem acusado de atear fogo em mulher é preso em Sinop

Terça, 20 de março de 2018

14:13 - Homem que ateou fogo em mulher e abandonou em hospital é preso


// leia também

Quinta, 21 de junho de 2018

16:30 - Casal é amarrado dentro de casa em comunidade rural e morto a tiros

14:42 - Foragido por violência doméstica é preso após agredir e ameaçar mulher

13:56 - Casal de traficantes é preso após denúncia anônima em Campos de Júlio

11:09 - Adolescente é executado com vários tiros no meio da rua em Poconé

10:29 - Mulher que participou de assalto a joalheria é presa

09:39 - Três ônibus da prefeitura são incendiados por criminosos

09:06 - Ladrão é preso ao atacar vítima a pauladas durante assalto em Cuiabá

07:57 - Ladrões arrombam banco e levam dinheiro em Cuiabá

07:36 - Motorista é espancado e tem carro roubado na BR-364

Quarta, 20 de junho de 2018

18:08 - Dois são presos por desmatamento em área de preservação