WhatsApp Twuitter

Sábado, 12 de agosto de 2017, 10h06

mundo

Jinping pede calma em conversa com Trump em relação a EUA e a Coreia do Norte


O presidente chinês Xi Jinping fez um apelo neste sábado, durante ligação com o presidente Donald Trump, para que os ânimos sejam acalmados em relação às tensões entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, pedindo que ambos os lados evitem palavras e ações que possam piorar a situação.

A ligação ocorreu após Trump fazer uma nova rodada de ameaças contra a Coreia do Norte na sexta-feira, declarando que as forças armadas norte-americanas estão ‘prontas e carregadas‘ e alertando o líder norte-coreano Kim Jong Un de que ele ‘se arrependeria rapidamente‘ se fizesse algum tipo de ação contra territórios dos EUA ou de aliados.


Jinping pede calma em conversa com Trump em relação a EUA e a Coreia

Trump tem pedido à China que aumente a pressão sobre a Coreia do Norte para interromper seu programa de armas nucleares, que está próximo de ter a capacidade de atingir os EUA. A China é o maior parceiro econômico da Coreia do Norte, mas diz não ser capaz de, sozinha, fazer com que Pyongyang encerre o programa nuclear e de mísseis.

A televisão estatal da China informou que Xi disse a Trump que ‘as partes relevantes devem manter o controle e evitar palavras e gestos que possam exacerbar a tensão na Península da Coreia‘. Na sexta-feira, ’controle’ não foi o termo escolhido por Trump quando ele fez uma série de afirmações não previstas, incluindo supostos limites que fariam os EUA atacar a Coreia do Norte.

Enquanto isso, o jornal norte-coreano Minju Joson fez duros ataques aos EUA em seu editorial de sábado. ‘O poderoso exército norte-coreano, capaz de lutar qualquer guerra que os EUA quiserem, está em standby para abrir fogo contra o território norte-americano, aguardando a ordem para um ataque final‘, afirmou o periódico. As declarações de ambas as partes aconteceram após uma semana em que as tensões chegaram a um ponto extremo. 



// leia também

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

16:00 - Empresas cortam relações com associação de rifles dos EUA

10:30 - Ataques perto de Damasco, na Síria, deixam três mortos e mais de dez feridos

09:17 - Onda de ataques no Afeganistão deixa ao menos 25 mortos

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

18:00 - Conama não estipula prazo para despoluição de ar no Brasil

16:37 - OEA condena convocação de eleições na Venezuela

16:29 - Cientistas alemães conseguem avanços na luta contra a malária

10:37 - Estudante com sonambulismo entra em escola de madrugada e chama a polícia

09:07 - Rússia ignora resolução que pedia cessar-fogo na Síria para ajuda humanitária

Quinta, 22 de fevereiro de 2018

22:15 - Conselho de Segurança da ONU estuda emendas russas para trégua na Síria

16:26 - Papa adverte sobre obsessão de jovens em receber 'curtidas' na internet