WhatsApp Twuitter

Quinta, 12 de outubro de 2017, 13h51

Maduro diz que eleição regional domingo será 'surpresa' para mundo


O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou na noite de quarta-feira que o resultado da eleição regional do país no domingo ‘será uma surpresa para o mundo‘. Ao falar por telefone a um programa da televisão estatal, Maduro negou que o país viva uma ditadura e criticou as sanções impostas pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, além de atacar o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, e também o do Brasil, Michel Temer.

‘Estamos ante um cenário que será uma grande surpresa para o mundo inteiro, eles quiseram nos qualificar como ditadura, eu convoco o povo para que saia a votar e cada voto seja contra as sanções imperialistas, um voto para que Trump, Santos e Temer recebam a mensagem de que a Venezuela é soberana, um país livre‘, afirmou Maduro, segundo a imprensa local.

A Venezuela enfrenta uma grave crise, com inflação fora de controle e o desabastecimento de alguns produtos básicos. Consultorias estimam que a economia do país possa encolher pouco mais de 10% neste ano e no mesmo ritmo em 2018. O país ainda foi alvo de sanções do governo americano em setembro, por causa da repressão de Caracas a opositores.

Maduro afirmou que os que votarem estarão reconhecendo o poder da Assembleia Nacional Constituinte (ANC). Já os candidatos opositores, segundo o jornal local El Universal, têm dito que se subordinarão à Constituição da República, vigente desde 1999, não à ANC. A oposição venezuelana não reconhece a Assembleia Constituinte convocada por Maduro, qualificando o processo de eleição para ela como ilegal e como uma estratégia para enfraquecer o Legislativo, controlado pelos oposicionistas.



// matérias relacionadas

Terça, 12 de dezembro de 2017

09:34 - Mortes violentas na Venezuela superam as de países em guerra

Domingo, 10 de dezembro de 2017

10:06 - Venezuela tem eleições municipais

Segunda, 04 de dezembro de 2017

09:29 - Venezuela anuncia criação de uma criptomoeda para contornar sanções dos EUA

Sábado, 02 de dezembro de 2017

11:03 - Na Venezuela, primo de ex-ministro do petróleo é preso em investigação de corrupção

Quinta, 30 de novembro de 2017

16:17 - Venezuela prende dois ex-presidentes da estatal petrolífera PdVSA

Quarta, 29 de novembro de 2017

15:34 - Nicolás Maduro tentará a reeleição na Venezuela em 2018

Sexta, 17 de novembro de 2017

10:00 - Credores internacionais anunciam calote da Venezuela em títulos da dívida

Segunda, 06 de novembro de 2017

15:56 - Deputados opositores são impedidos de entrar no Parlamento da Venezuela

Sexta, 03 de novembro de 2017

19:43 - Preços dos bônus da Venezuela recuam após Maduro anunciar reestruturação

Segunda, 16 de outubro de 2017

21:37 - EUA questionam eleições estaduais na Venezuela


// leia também

Sexta, 15 de dezembro de 2017

16:09 - Turismo internacional cresce e registra mais de 1,1 bilhão de viajantes

15:57 - Empresas americanas prometem recorrer contra o fim da neutralidade de rede

09:23 - Líderes da UE devem lançar hoje nova fase de conversas sobre Brexit

09:13 - Presidente do Peru diz que não vai renunciar após revelações sobre Odebrecht

Quinta, 14 de dezembro de 2017

20:00 - Agência antidoping entrega investigação sobre laboratório de Moscou ao COI

19:00 - Menino que viralizou após denunciar bullying em vídeo ainda não voltou à escola

15:18 - Sindicatos protestam contra reforma previdenciária na Argentina

15:10 - Trem colide com ônibus escolar na França e mata quatro crianças

09:57 - Putin será candidato independente às eleições presidenciais de março

09:43 - Vice-presidente do Equador é condenado em caso Odebrecht