WhatsApp Twuitter

Sexta, 12 de janeiro de 2018, 14h07

mundo

Trump nega ter chamado Haiti e países africanos de 'buracos de merda'


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta sexta-feira (12) ter utilizado "uma linguagem dura" na sua conversa com senadores sobre a lei migratória, mas negou ter se referido a El Salvador, Haiti e a países africanos como "buracos de merda".

Reprodução

"A linguagem utilizada por mim na reunião do DACA foi dura, mas essa não foi a linguagem empregada. O que foi realmente duro foi a extravagante proposta feita, um grande passo atrás para o DACA", escreveu o presidente americano em sua conta do Twitter, ao comentar o Programa de Ação Diferida (DACA), que protege jovens imigrantes chegados aos EUA quando crianças.

Segundo informou quinta-feira (11) o jornal The Washington Post, Trump classificou El Salvador, Haiti e vários países africanos como "buracos de merda", e sugeriu que preferiria receber nos Estados Unidos mais imigrantes da Noruega, o que provocou uma nova onda de indignação e acusações de racismo.

Em outra mensagem no Twitter, Trump reforçou que quer "um sistema migratório baseado no mérito e gente que ajudará a levar nosso país ao próximo nível".

"Quero segurança para nossa gente. Quero deter a entrada em massa de drogas", acrescentou Trump, reiterando assim a necessidade do muro fronteiriço com o México.

De acordo com o Post, que cita fontes presentes na reunião, Trump teria questionado os legisladores sobre "por que temos toda esta gente de países (que são um) buraco de merda vindo aqui?".

O presidente americano teria reagido assim quando dois senadores lhe apresentaram um projeto de lei que outorgaria vistos a alguns dos cidadãos de países que foram retirados recentemente do programa de Status de Proteção Temporária (TPS), como El Salvador, Haiti, Nicarágua e Sudão. 



// matérias relacionadas

Terça, 16 de janeiro de 2018

16:03 - Liberdades civis diminuem há 12 anos no mundo, aponta relatório

Quinta, 11 de janeiro de 2018

14:55 - França, Reino Unido e Alemanha pedem que Trump não abandone acordo do Irã

Terça, 09 de janeiro de 2018

16:30 - Desejo ter o apoio bipartidário para a lei de imigração, diz Trump

Segunda, 08 de janeiro de 2018

16:16 - Incêndio deixa ao menos 2 feridos na Trump Tower em Nova York

15:04 - EUA cancelam visto temporário a 250 mil salvadorenhos que vivem no país

12:14 - Governo Trump decide destino de 200 mil salvadorenhos que vivem nos EUA

Sábado, 06 de janeiro de 2018

10:46 - EUA ter frio intensificado neste fim de semana

Quinta, 04 de janeiro de 2018

15:08 - Parte dos EUA enfrenta onda de frio e neve, que deixa ao menos 17 mortos

14:58 - EUA e Coreia do Sul concordam em adiar exercícios militares

Quarta, 03 de janeiro de 2018

20:00 - Para dirigentes do Fed, alta de juros nos EUA pode acelerar com plano tributário


// leia também

Terça, 16 de janeiro de 2018

16:11 - Metade da população da República Centro-Africana precisa de ajuda humanitária

10:35 - China está pronta para trabalhar com EUA na questão da Península Coreana, diz Xi

09:34 - Casa do terror; fotos revelam rotina de casal que acorrentava 13 filhos

08:23 - Polícia dos EUA prende casal que mantinha 13 filhos acorrentados

Segunda, 15 de janeiro de 2018

14:52 - Portugal registra tremor de 4,9 pontos na escala Richter

10:20 - Filipinas decretam alerta máximo depois de ameaça de erupção vulcânica

10:14 - Homens-bomba atacam mercado em Bagdá e deixam ao menos 38 mortos

Domingo, 14 de janeiro de 2018

17:00 - Avião derrapa ao pousar e quase cai no mar na Turquia

14:00 - Terremoto de 7,3 graus atinge a costa do Peru

13:30 - Primeiro-ministro do Iraque vai liderar coalizão nas eleições de maio