WhatsApp Twuitter

Terça, 13 de fevereiro de 2018, 13h00

Elevações de juros nos EUA em 2018 devem ocorrer em ritmo similar ao de 2017


O Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) deve conduzir novos apertos monetários este ano para acompanhar a perspectiva sólida para a economia, afirmou nesta terça-feira a presidente do escritório de Cleveland da instituição, Loretta Mester.

‘Se as condições econômicas evoluírem conforme o esperado, precisaremos de novas altas de juros este e no próximo ano, em ritmo similar ao visto no ano passado‘, afirmou a dirigente em um discurso preparado para ser apresentado em Dayton, Ohio. ‘Esta abordagem gradual é a melhor estratégia para sustentar a expansão e equilibrar os riscos de nosso mandado duplo‘, acrescentou.

Mester é membro votante do Comitê Central de Mercado Aberto (Fomc) este ano. O Fed elevou os juros três vezes no ano passado, e indicou que deverá fazer o mesmo este ano. Em seus comentários mais recentes, a dirigente expressou que concorda com a perspectiva, mas gostaria de acelerar o ritmo de altas.

Para a dirigente, o ritmo gradual de altas permite ao Fed responder a desenvolvimentos inesperados e mitigar as chances de que o mercado de ativos se desestabilize. Ela também se mostrou tranquila em relação às idas e vindas do mercado financeiro nos últimos dias. ‘A negociação continua como esperado e não houve retração de crédito‘, afirmou.

Mester disse acreditar que os EUA vão crescer 2,5% em 2018 e que a inflação deve voltar à meta de 2,0% nos próximos anos .Ela também previu que o desemprego chegará a menos de 4% ainda este ano. 



// leia também

Segunda, 21 de maio de 2018

19:30 - Mais de 7.5 mil doses de vacina contra o ebola são enviadas ao Congo

17:41 - Lava de vulcão no Havaí chega ao oceano e gera nuvem tóxica

17:00 - EUA ameaçam impor sanções mais fortes da história contra Irã

16:09 - Maduro convoca todos que participaram da eleição a montar 'agenda construtiva

15:30 - OMS quer plano de cobertura de saúde para 1 bilhão de pessoas

10:33 - Brasil e mais 13 países não reconhecem resultado das eleições na Venezuela

09:51 - Paraguai inaugura embaixada em Jerusalém, seguindo decisão de EUA e Guatemala

09:36 - Maduro vence eleição em que menos da metade votou; opositor denuncia fraude

Domingo, 20 de maio de 2018

14:00 - Sobe para 21 número de casos confirmados de ebola no Congo

12:30 - Guerra comercial com China está 'em suspenso', mas pode haver tarifas, dizem EUA