WhatsApp Twuitter

Quinta, 08 de março de 2018, 10h18

Mundo

Jornal francês vende edição mais cara para homens no 8 de março


O jornal francês Libération aumentou o preço da sua edição de hoje em 50 centavos de euros, equivalente a R$ 2 no Brasil, para seus leitores homens. A ação é uma crítica à diferença salarial entre homens e mulheres e é realizada no 8 de março, Dia Internacional da Mulher.

Na França, a diferença salarial entre os gêneros é de 25%. O preço regular do jornal é de 2 euros, equivalente a R$ 8.

"Nosso gesto de 8 de março, embora simbólico, pode ter um efeito: o de um lembrete", diz o Liberation em comunicado no seu site. 



// matérias relacionadas

Quinta, 08 de março de 2018

16:07 - Greve e protestos marcam Dia Internacional da Mulher pelo mundo

14:50 - Homens de MT se negam a lavar louça, denunciam mulheres no 8M

13:55 - Não queremos flor, queremos respeito e mais amor

11:38 - Uma em cada 4 mulheres de SP já sofreu assédio no transporte coletivo

11:37 - Baixa presença feminina na Câmara põe Brasil em 152º lugar entre 190 países

11:31 - Temer pede que mulheres olhem a Constituição para defender igualdade de direitos

09:52 - Clube vê mulheres como cifrão, e não como torcedoras, afirma associação

09:14 - Maria da Penha; pena para quem descumprir restrições é aprovada

09:10 - Câmara dos Deputados aprova punição maior para estupro coletivo

07:20 - 8 de Março amanhece sob protesto de mulheres em MT


// leia também

Domingo, 17 de junho de 2018

15:19 - Gol contra a Alemanha causa 'terremoto artificial' na Cidade do México

13:30 - Taxista que atropelou oito pessoas em Moscou diz que dormiu ao volante

13:00 - Papa pede países europeus protejam os forçados a deixar seus países

11:26 - Mais de 600 refugiados desembarcam em Valência

11:09 - Tiroteio termina com suspeito morto e 20 feridos nos EUA

Sábado, 16 de junho de 2018

18:30 - Trump defende lei mais rigorosa na imigração contra gangues e ataca democratas

18:00 - Casos de corrupção expõem autoridades da Espanha e de Portugal

17:30 - Alemanha, França e Itália condenam ex-ministros por irregularidades

14:30 - Empresas dos EUA criticam barreiras de Trump

12:30 - Trump defende muro na fronteira e critica democratas por lei de imigração