WhatsApp Twuitter

Terça, 13 de março de 2018, 14h06

mundo

Madrasta confessa ter matado menino espanhol Gabriel Cruz


Ana Julia Quezada, suspeita de ter matado o menino espanhol Gabriel Cruz, confessou o crime à Guarda Civil de Almeria nesta terça-feira (13). Ela estava presa desde domingo depois que a polícia encontrou Gabriel no porta-malas de seu carro.

Twitter

Gabriel estava desaparecido desde o dia 27 de fevereiro.

Segundo o jornal La Vanguardia, Ana Julia disse que em uma discussão, ela deu um golpe forte na cabeça do menino que fez com que ele desmaiasse.

Madrasta conta detalhes

A Guarda Civil desconfiava desde o ínicio da madrasta e teria pedido ao pai da criança, Ángel Cruz, que disfarçasse para dar continuidade na investigação sem levantar suspeita.

Ela afirmou que ficou assustada, o sufocou, tirou a roupa do menino e jogou em um container e enterrou o corpo da criança em um poço que ela havia cavado naquela tarde.

A autópsia realizada nesta terça-feira confirmou que o menino de oito anos morreu por sufocamento, tendo seu nariz e boca tapados pelo assassino. Inicialmente, havia a suspeita de que ele teria sido estrangulado. Os exames também comprovaram que o Gabriel sofreu um forte golpe na cabeça.

Nesta terça-feira, a polícia encontrou as roupas do menino. Investigadores também já informaram que farão a reconstituição do crime com a participação de Ana Julia.

Enterro causou comoção

O funeral de Gabriel aconteceu hoje, as 11 horas na Catedral de Almeria. Por pedidos da família, apenas familiares, amigos e representantes institucionais do país puderam entrar no templo. Patrícia Ramirez e Ángel Cruz, pais de Gabriel, foram recebidos pelo Ministro do Interior Juan Ignacio Zoido.

Assim que a família chegou, foram recebidos com gritos de "vocês não estão sozinhos" pela população da cidade, que acompanhou o funeral por um telão colocado em uma praça.

Milhares de pessoas foram para a catedral onde foi realizado o funeral do menino, formando duas longas filas na porta da capela. Ônibus com milhares de pessoas de Níjar, cidade onde Gabriel nasceu, também chegaram ao local.

Ao sair, os pais de Gabriel agradeceram o apoio e o carinho recebidos “nesse momento tão difícil” e pediram privacidade no enterro de seu filho.

“Meu filho ganhou, a bruxa não existe mais”, disse Patrícia pedindo que as pessoas não falassem mais sobre Ana Julia. 



// matérias relacionadas

Sábado, 16 de junho de 2018

18:00 - Casos de corrupção expõem autoridades da Espanha e de Portugal

Quarta, 06 de junho de 2018

10:56 - Espanha terá ministro astronauta e anúncio faz sucesso nas redes sociais

Terça, 05 de junho de 2018

15:22 - Após ser derrubado na Espanha, Rajoy abandona vida política

Sábado, 02 de junho de 2018

16:00 - Socialistas assumem o poder na Espanha

Sexta, 18 de maio de 2018

11:53 - Espanha diz que brasileiros acusados de terrorismo tinham contatos na Síria

Terça, 15 de maio de 2018

09:59 - Polícia francesa prende suspeitos de ligação com atentado em Barcelona

Segunda, 14 de maio de 2018

10:38 - Na Espanha, Assembleia da Catalunha elege novo líder separatista

Domingo, 06 de maio de 2018

10:30 - Espanha resgata 476 imigrantes em travessia no Mediterrâneo em dois dias

Segunda, 30 de abril de 2018

14:42 - Messi celebra título do Espanhol e valoriza campanha invicta do Barcelona

Quarta, 11 de abril de 2018

17:00 - Brasileiro é condenado por terrorismo na Espanha


// leia também

Segunda, 18 de junho de 2018

15:51 - Líderes do Mercosul assinam declaração para pressionar a Venezuela

09:30 - Nova geração chega para governar com todos, diz novo presidente da Colômbia

09:19 - Voo de Dublin a Ibiza desvia de rota por causa de passageiros bêbados

Domingo, 17 de junho de 2018

15:19 - Gol contra a Alemanha causa 'terremoto artificial' na Cidade do México

13:30 - Taxista que atropelou oito pessoas em Moscou diz que dormiu ao volante

13:00 - Papa pede países europeus protejam os forçados a deixar seus países

11:26 - Mais de 600 refugiados desembarcam em Valência

11:09 - Tiroteio termina com suspeito morto e 20 feridos nos EUA

Sábado, 16 de junho de 2018

18:30 - Trump defende lei mais rigorosa na imigração contra gangues e ataca democratas

17:30 - Alemanha, França e Itália condenam ex-ministros por irregularidades