WhatsApp Twuitter

Sexta, 13 de abril de 2018, 22h37

mísseis lançados em Damasco

Donald Trump anuncia ataque à Síria com apoio de França e Reino Unido


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, confirmou nesta sexta-feira (13), em Washington, que já está em andamento um ataque à Síria, em retaliação ao ataque do último sábado, em Douma, que o governo americano assegura ter sido realizado por forças do governo sírio, com utilização de armas químicas.

França e Reino Unido estão apoiando esses ataque, considerado de precisão contra alvos específicos, para reduzir a capacidade de ataques químicos do governo de Bashar al-Assad.

Mísseis da artilharia antiaérea síria já estão sendo lançados em Damasco. A Reuters informou que o distrito de Barzeh, onde existiria um centro de pesquisas, foi atingido.

O presidente, como argumento, afirmou que o ataque de Douma foi cruel.

Reprodução/Twitter

— No último sábado, Assad lançou um ataque químico contra a cidade de Douma, um ataque cruel. Não foram ações de um homem, foram crimes de um monstro.

Para ele, a responsabilidade pela retaliação americana e ocidental pode ser compartilhada por aliados de Assad, como a Rússia.

— Em 2013 o presidente Putin prometeu ao mundo que ele iria garantir a eliminação das armas químicas da Síria. O ataque recente de Assad e a nossa resposta são resultados diretos da falta de ação da Rússia em cumprir essa promessa. Talvez algum dia nós sejamos amigos da Rússia ou até do Irã, mas talvez não.

Ele ainda se dirigiu diretamente ao Irã e à Rússia.

— Para o Irã e Rússia pergunto: que tipo de nação quer ser associada ao assassinato em massa de homens, mulheres e crianças?

Trump afirmou que espera que a presença norte-americana na Síria não dure muito tempo.

— Os Estados Unidos não querem manter uma presença na Síria indefinidamente. Esperamos pelo dia em que vamos poder trazer nossos guerreiros de volta para casa.

Na última quarta-feira (11), o presidente americano, já havia advertido a Rússia sobre a iminente resposta de Washington para um suposto ataque químico na Síria, declarando, pelo Twitter, que mísseis "estão a caminho" e criticando Moscou por apoiar o presidente sírio, Bashar al-Assad.

— A Rússia promete derrubar qualquer e todos os mísseis lançados contra a Síria. Prepare-se, Rússia, porque eles estão a caminho, bons e novos e inteligentes! Vocês não deveriam ser parceiros de um animal que usa gás para matar, que mata sua população e gosta.

A mensagem causou estardalhaço, com Trump amenizando o discurso posteriormente, e o secretário de Defesa, Jim Mattis, afirmando que nada havia sido decidido até o momento.



// matérias relacionadas

Sábado, 21 de abril de 2018

12:30 - Rebeldes sírios deixam mais três cidades e governo assume regiões

09:34 - FBI oferece recompensa de US$ 1 mi por jornalista desaparecido na Síria

09:30 - Síria - EUA abandonaram Raqqa após vitória na cidade, dizem moradores

Terça, 17 de abril de 2018

09:09 - Ofensiva na Síria foi resposta necessária a ataque com armas químicas, diz G-7

Segunda, 16 de abril de 2018

13:05 - Ações militares na Síria foram tomadas como último recurso, diz Theresa May

10:38 - Ministro russo diz que inspetores não podem acessar a Síria sem permissão da ONU

Domingo, 15 de abril de 2018

15:30 - Ministro do Irã condena ataques de EUA, Reino Unido e França à Síria

14:00 - Após ataques aéreos, Assad lança nova ofensiva contra rebeldes na Síria

10:36 - TV estatal da Síria diz que 5 mil soldados foram enviados a Douma, após ataque

Sábado, 14 de abril de 2018

11:38 - Líderes europeus mostram apoio a ataque contra Síria


// leia também

Sábado, 21 de abril de 2018

13:30 - Membro do Hamas é morto na Malásia, um dia após ameaça de Israel

Sexta, 20 de abril de 2018

18:30 - Democratas processam campanha de Trump, seu filho, genro, Rússia e Wikileaks

15:40 - Cambojano mata ex-mulher e transmite seu suicídio no Facebook

15:20 - Anotações de Comey mostram que Trump falou com ele sobre prostitutas russas

09:43 - Kim cede em exigências para se desarmar, diz presidente da Coreia do Sul

Quinta, 19 de abril de 2018

20:00 - Díaz-Canel promete continuidade ao assumir como presidente de Cuba

15:59 - Youtuber chinês pode ir para a prisão por pegadinha com morador de rua

15:22 - Suspeito dos ataques de 11 de setembro é detido na Síria

10:22 - Coreia do Norte busca desnuclearização, diz líder sul-coreano

10:18 - Trump deixa em aberto possibilidade de abandonar reunião com líder norte-coreano