WhatsApp Twuitter

Quarta, 16 de maio de 2018, 10h49

Mundo

Paraguai poderá ser o 3º país a transferir embaixada em Israel


O Paraguai poderá transferir, até o fim deste mês, de Tel Aviv para Jerusalém, sua embaixada em Israel. No entanto, a decisão do atual presidente, Horácio Cartes, pode ser revista por seu sucessor, o governista Mario Abdo Benítez, que tomará posse no dia 15 de agosto.

Benítez  que foi eleito presidente em abril disse que não foi consultado por Cartes. ‘Israel é um país amigo do Paraguai‘, afirmou. Mas, ainda assim, o presidente eleito acha que a decisão de mudar a embaixada é uma questão ‘diplomática‘, que precisa ser analisada com ‘muita maturidade‘.

POOL/AFP

Foto mostra primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu (D), durante coletiva de imprensa com presidente do Paraguai, Horacio Cortes, em Jerusalém, em 19 de julho de 2016 


Segundo a imprensa israelense, o presidente paraguaio desembarcará no dia 21 para abrir a nova embaixada do país. Honduras também apoia essa posição.

Hoje (16), a Guatemala se torna o segundo país, depois dos Estados Unidos, a transferir a embaixada em Israel para Jerusalém - uma cidade sagrada para judeus, muçulmanos e cristãos, que tanto os israelenses quanto os palestinos reclamam como capital e cujo status legal teria que ser definido pelas negociações de paz.

A decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de unilateralmente reconhecer Jerusalém como capital de Israel foi criticada pela maioria da comunidade internacional. Muitos países  entre eles o Brasil argumentam que o status da cidade sagrada só pode ser determinado por um acordo de paz entre israelenses e palestinos. Os dois povos estão em guerra há 70 anos, desde a criação do Estado de Israel, em 14 de maio de 1948 - uma data que os palestinos batizaram de Dia da Catástrofe, porque resultou na expulsão de 700 mil árabes de um território que, até então, era colônia britânica.

Dos 86 países com representação diplomática em Israel, pouco mais de um terço assistiu à inauguração da nova embaixada norte-americana na segunda-feira (14), enquanto forças de segurança israelenses reprimiam protestos dos palestinos na Faixa de Gaza, a menos de 100 quilômetros de distância. Mais de 50 pessoas foram mortas e mil feridas. Tanto Israel quanto os Estados Unidos foram duramente criticados pelo excessivo uso de violência. 



// matérias relacionadas

Segunda, 23 de julho de 2018

16:05 - Negociaremos com Irã só quando país parar com teste nuclear

Sábado, 21 de julho de 2018

14:30 - Israel e Hamas concordam em cessar-fogo após mortes na Faixa de Gaza

Quinta, 19 de julho de 2018

11:47 - Israel aprova lei que define o país como 'Estado-nação do povo judeu'

Domingo, 15 de julho de 2018

09:50 - Israel e Hamas acertam trégua após embates mais intensos desde 2014

Terça, 22 de maio de 2018

13:06 - Israel anuncia ataques com aviões caças F-35 em combate no Oriente Médio

Segunda, 21 de maio de 2018

09:51 - Paraguai inaugura embaixada em Jerusalém, seguindo decisão de EUA e Guatemala

Segunda, 14 de maio de 2018

16:33 - Número de mortes em Gaza chegaria a 50; genro de Trump culpa palestinos

10:37 - Enviados de Trump inauguram embaixada dos EUA em Jerusalém

09:08 - Protestos contra abertura da embaixada dos EUA em Jerusalém deixa 37 mortos

Domingo, 13 de maio de 2018

13:00 - Israel se prepara para abertura de embaixada dos EUA em Jerusalém


// leia também

Sábado, 18 de agosto de 2018

13:00 - Plano de Alckmin prevê mais poderes na Fazenda

11:11 - Morre Kofi Annan, ex-secretário-geral da ONU

10:41 - No Twitter, Trump reafirma que país tem feito 'grandes acordos comerciais'

Sexta, 17 de agosto de 2018

15:34 - Alemanha faz acordo com Grécia para barrar imigrante com pedido de asilo aberto

13:36 - Secretaria de saúde na Colômbia recomenda não fazer sexo durante onda de calor

10:55 - Acidente de ônibus deixa 16 feridos no norte da Alemanha

09:07 - Ameaças de bomba afetam 8 voos e prejudicam 400 passageiros no Chile

Quinta, 16 de agosto de 2018

16:42 - Itália e UE entram em desavença por responsabilidade por colapso de ponte

15:49 - Médico da rainha Elizabeth II morre em acidente de bicicleta

11:56 - Queda de ponte em Gênova acende polêmicas nacionalistas na Itália