WhatsApp Twuitter

Quarta, 16 de maio de 2018, 15h28

mundo

Universidade de Michigan pagará US$ 500 milhões às vítimas de Larry Nassar


A Universidad de Michigan concordou nesta quarta-feira em pagar o total de US$ 500 milhões (cerca de R$ 1,840 bilhão) a 332 mulheres que foram agredidas sexualmente pelo médico esportivo Larry Nassar, no pior caso de abuso desta natureza da história do esporte.

Getty Images

As campeãs olímpicas de ginástica Jordyn Wieber, Aly Raisman, Gabby Douglas e McKayla Maroney estão entre as vítimas de Nassar. O acordo supera em mais de US$ 100 milhões o valor pago pela Universidade de Penn State a 35 pessoas que foram vítimas de abusos do treinador assistente de futebol americano Jerry Sanduski.

‘Nos desculpamos realmente com todas as vítimas e suas famílias pelo que sofreram e admiramos a coragem que tiveram em contar suas histórias‘, disse Brian Breslin, presidente da junta de diretores da universidade. ‘Reconhecemos a necessidade de realizar mudanças em nosso campus e nossa comunidade em relação com a consciência sobre agressão sexual e prevenção, complementou.

A universidade e os advogados das 332 vítimas anunciaram o acordo depois de negociar privadamente com a ajuda de um mediador. Do que foi acordado, US$ 425 milhões serão pagos para atender as demandas atuais e outros US$ 75 milhões serão reservados para futuras demandas.

O estado de Michigan foi acusado de ignorar e minimizar as denúncias sobre Nassar. Algumas das denúncias aconteceram nos anos 90. A Universidade, no entanto, afirma que nunca tentou encobrir os incidentes.

Larry Nassar, de 54 anos, foi condenado à prisão perpétua por ter abusado de pelo menos 200 mulheres, a maioria adolescentes, durante os 20 anos em que trabalhou com medicina esportiva, seja com a seleção de ginástica norte-americana ou na Universidade do Estado de Michigan. O caso gerou repercussão mundial, derrubou dirigentes de entidades e promoveu mudanças de impacto no esporte. 



// matérias relacionadas

Sexta, 25 de maio de 2018

14:59 - Na Rússia, Macron faz aceno a Putin, em teste para relação com Trump

Quarta, 23 de maio de 2018

16:57 - Espionagem eleitoral pode ser 'um dos maiores escândalos' dos EUA, diz Trump

Terça, 22 de maio de 2018

17:00 - Polícia é acionada para ajudar homem perseguido por porco nos EUA

13:15 - Vice-secretário norte-americano tem reuniões em Brasília

12:21 - Trump amplia exigências ao Irã, depois de romper acordo nuclear

Domingo, 20 de maio de 2018

12:30 - Guerra comercial com China está 'em suspenso', mas pode haver tarifas, dizem EUA

11:36 - Sobe para 13 o número de feridos em tiroteio em escola no Texas

10:38 - Não foi encontrado qualquer sinal de conluio com Rússia na campanha, diz Trump

Sexta, 18 de maio de 2018

18:00 - EUA aprovam primeiro medicamento desenvolvido para prevenir enxaquecas crônicas

16:15 - Diretor da OMS alerta que crise na Venezuela pode causar surtos no Brasil


// leia também

Sábado, 26 de maio de 2018

13:30 - Franceses protestam contra políticas de Macron; polícia acompanha manifestação

10:46 - Colômbia se tornará o primeiro parceiro da Otan na América Latina

10:37 - Anistia Internacional diz que uso das Forças Armadas pode desencadear violência

Sexta, 25 de maio de 2018

14:39 - Greve de caminhoneiros repercute na mídia internacional

10:12 - Coreia do Norte reagiu bem ao cancelamento de reunião, disse Donald Trump

Quinta, 24 de maio de 2018

19:12 - Contestado, Maduro toma posse para novo mandato na Venezuela

16:54 - Três ativistas sauditas são libertadas após 10 dias presas

14:06 - Míssil russo derrubou voo da Malaysia Airlines em 2014, afirmam investigadores

09:50 - Coreia do Norte cumpre e detona local onde testes nucleares eram realizados

09:41 - EUA realizam novo ataque à Síria, diz agência síria