WhatsApp Twuitter

Sábado, 09 de junho de 2018, 10h56

MUNDO

Esquerdista ganha adesões na Colômbia


‘Não vou expropriar‘; ‘Não convocarei uma Assembleia Constituinte‘, ‘Vou gerir recursos públicos como recursos sagrados‘, ‘Vou promover a iniciativa privada‘, ‘Garantirei a democracia pluralista e o respeito pela diversidade‘. Estes são alguns dos 12 mandamentos, firmados em tábuas de mármore, do candidato de esquerda Gustavo Petro, que busca superar o conservador Ivan Duque no segundo turno da eleição presidencial da Colômbia, dia 17.

Reprodução

Os compromissos, exibidos ontem em uma praça de Bogotá, são uma tentativa de Petro de se livrar da pecha de aliado do ‘castrochavismo‘ que seu principal opositor, Iván Duque, tenta lhe imprimir. Duque acusa Petro de querer transformar a Colômbia em um país bolivariano e de incitar um ‘conflito de classes anacrônico‘.

Quem fez Petro se comprometer com ideais do estado de direito e de economia liberal foram os centristas Antanas Mockus, ex-prefeito de Bogotá e senador pelo Partido Verde, e Claudia López, ex-candidata a vice-presidente na chapa do candidato de centro Sergio Fajardo, terceiro colocado no primeiro turno.

Desde o fim do primeiro turno, em maio, Petro e Duque cortejam líderes de centro. O esquerdista obteve então 25% dos votos, enquanto Duque ficou com 39% e assumiu a posição de favorito. Fajardo, que teve 23% dos votos no primeiro turno, preferiu não apoiar Petro. Nesta sexta-feira, 18, uma pesquisa do instituto Datexco, divulgada pelo jornal El Tiempo, apontou uma queda na diferença entre os dois em relação às primeiras projeções. Duque tem 46,2%, enquanto Petro tem 40,6%. Outros 13% dizem que votarão em branco. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo. 



// matérias relacionadas

Segunda, 18 de junho de 2018

09:30 - Nova geração chega para governar com todos, diz novo presidente da Colômbia

Domingo, 27 de maio de 2018

09:57 - Colômbia vai às urnas no primeiro turno de eleição presidencial

Sábado, 26 de maio de 2018

10:46 - Colômbia se tornará o primeiro parceiro da Otan na América Latina

Segunda, 19 de março de 2018

15:16 - Marinha colombiana resgata 40 imigrantes ilegais

Segunda, 29 de janeiro de 2018

16:55 - Governo colombiano suspende diálogo com ELN após ataques contra policiais

Domingo, 28 de janeiro de 2018

10:27 - Ex-líder das FARC lança candidatura à presidência

Segunda, 30 de outubro de 2017

09:41 - ELN reconhece que matou líder indígena durante cessar-fogo na Colômbia

Sexta, 08 de setembro de 2017

09:48 - Em Bogotá, cantos, bandeiras e quebra de protocolos para receber Francisco

Quarta, 06 de setembro de 2017

10:26 - Em viagem à Colômbia, papa sela papel de mediador em conflitos no continente

Segunda, 04 de setembro de 2017

19:39 - Colômbia e ELN acertam cessar-fogo de 3 meses às vésperas de visita do papa


// leia também

Terça, 19 de junho de 2018

19:30 - Líder republicano diz apoiar lei que deixa famílias imigrantes juntas nos EUA

14:29 - Merkel e Macron se unem por orçamento do euro e combate à imigração ilegal

14:16 - Tailândia cumpre primeira pena de morte em nove anos

13:30 - Crime cresce na Alemanha desde que país passou a aceitar imigrantes, diz Trump

12:00 - Temer vincula impopularidade à crise de governos passados

09:36 - Norte-americanos têm dificuldade para diferenciar fatos de opiniões

09:28 - Separadas dos pais nos EUA, crianças dormem no chão em gaiolas de metal

Segunda, 18 de junho de 2018

15:51 - Líderes do Mercosul assinam declaração para pressionar a Venezuela

09:19 - Voo de Dublin a Ibiza desvia de rota por causa de passageiros bêbados

Domingo, 17 de junho de 2018

15:19 - Gol contra a Alemanha causa 'terremoto artificial' na Cidade do México