WhatsApp Twuitter

Quarta, 13 de junho de 2018, 15h43

mundo

Crise migratória gera tensão entre Itália e França

Ansa


A Itália e a França vivem um momento de tensão diplomática devido à crise migratória no Mar Mediterrâneo. Roma considerou "inaceitáveis" as críticas de Emmanuel Macron à decisão da Itália de proibir que um navio com 629 migrantes desembarcasse no país. Em resposta, Roma convocou o embaixador francês para consultas, Christian Masset, e o ministro da Economia da Itália, Giovanni Tria, anulou um encontro em Paris, agendado para esta quarta-feira (13), com seu homólogo Bruno Le Maire.

Reprodução

De acordo com o novo ministro italiano das Relações Exteriores, Enzo Moavero Milanesi, as acusações francesas "comprometem as relações" bilaterais, além de serem "tons inaceitáveis". No último fim de semana, o novo governo italiano, liderado pelo primeiro-ministro Giuseppe Conte, impediu que um barco com mais de 600 migrantes atracasse na Itália.

Depois de ficar horas à deriva, a embarcação, chamada Aquarius, recebeu o apoio da Espanha e deixará os migrantes em Valência. Mas o governo francês acusou Roma de "cinismo e irresponsabilidade" por se negar a receber os migrantes.

A Itália, há anos, recebe milhares de estrangeiros em embarcações que cruzam o Mar Mediterrâneo, mas o novo governo, formado pelos nacionalista partido Liga Norte e pelo antissistema Movimento 5 Estelas (M5S), adota uma política mais dura em relação à crise migratória. O ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, disse que seu país "não tem nada a aprender com ninguém sobre solidariedade".

Ironizando, Salvini pediu para a França passar "das palavras aos atos", para demonstrar sua "generosidade" e acolher mais de nove mil migrantes. "Nossa história não merece ser apostrofada por expoentes do governo francês, os quais espero que nos peçam desculpas", disse Salvini, em um discurso no Senado. "Não quero que crianças entrem em um barco e morram no Mediterrâneo porque alguém iludiu-os que na Itália tem trabalho e casa para todos. Estou farto", afirmou.

"Agradeço a Espanha, de bom coração, e o presidente Sanchez.

Espero que sua generosidade também nas próximas semanas, caso seja possível", pediu Salvini, ressaltando que a Itália acolhe mais de 170 mil migrantes, e a Espanha, 16 mil.

Diante da tensão, a França tentou hoje amenizar a crise. Um porta-voz de Macron destacou que o governo "é perfeitamente consciente da carga de pressão migratória que a Itália sofre, apesar de todos seus esforços".

"Nenhuma das palavras pronunciadas pelas autoridades francesas colocou em discussão tudo isso, nem a necessidade de coordenarmos de maneira estreita a crise entre os europeus", afirmou o governo de Paris.

Até o momento, a reunião agendada para sexta-feira (15) entre Giuseppe Conte e Emmanuel Macron, na capital francesa, está confirmada. O encontro tinha sido marcado em vista do Conselho Europeu de junho.

A Alemanha, por sua vez, demonstrou apoio à Itália. "Devido à sua posição geográfica, a Itália fica particularmente exposta a um número grande de refugiados e de migrantes. Nós acreditamos que nenhum país pode ser deixado sozinho com essa missão. Por isso, apoiamos a Itália e ressaltamos a importância de uma parceria na busca por uma solução europeia", comentou o porta-voz da chanceler Angela Merkel, Steffen Seibert. 



// matérias relacionadas

Segunda, 06 de agosto de 2018

15:09 - Idosos fogem de casa de repouso para ir a festival de rock na Alemanha

Domingo, 15 de julho de 2018

15:10 - Alemanha vai receber 50 dos 450 imigrantes resgatados de pesqueiro pela Itália

Quarta, 11 de julho de 2018

14:17 - Turista sofre assalto em Araçatuba e liga para a Alemanha pedindo socorro

Segunda, 02 de julho de 2018

13:52 - Bolsas da Europa fecham em baixa, com guerra comercial e impasse na Alemanha

Sábado, 30 de junho de 2018

09:49 - Merkel chega a acordo de imigração com 14 países europeus, diz mídia local

Domingo, 24 de junho de 2018

14:00 - Protesto na Alemanha pede veto ao carvão para gerar eletricidade

Sábado, 16 de junho de 2018

17:30 - Alemanha, França e Itália condenam ex-ministros por irregularidades

Sexta, 11 de maio de 2018

14:12 - Governo alemão admite que empresas terão de obedecer sanções ao Irã

Sábado, 05 de maio de 2018

17:30 - Alemanha defenderá Israel se conquistar assento em Conselho de Segurança da ONU

Domingo, 08 de abril de 2018

18:20 - Polícia alemã frustra ataque com faca que aconteceria na Meia Maratona de Berlim


// leia também

Quarta, 15 de agosto de 2018

11:29 - OMS teme que ebola se espalhe livremente em novo surto no Congo

11:14 - Sobe para 39 os mortos decorrente do desabamento de um viaduto na Itália

Terça, 14 de agosto de 2018

17:28 - Mujica renuncia ao cargo de senador

15:46 - Atropelamento em Londres deixou 3 feridos; suspeito não colabora

15:39 - Mortos por desabamento de viaduto na Itália chegam a 35

12:30 - Estação em Londres é fechada após motorista bater em barreiras

09:55 - Atropelamento diante do Parlamento em Londres é tratado como terrorismo

09:39 - Ponte desaba em Gênova, na Itália, e deixa ao menos 11 mortos

Segunda, 13 de agosto de 2018

16:04 - Cristina Kirchner nega ter relação com casos de corrupção na Argentina

15:42 - Ex-assessora de Trump divulga gravação da demissão e faz ameaças