WhatsApp Twuitter

Domingo, 18 de junho de 2017, 15h20

De olho em 2018

TSE lança campanha nas redes sociais para esclarecer mitos eleitorais


O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lança, neste domingo (18), uma campanha nas suas redes sociais para esclarecer questões sobre o processo de votação, opções de voto e o resultado de um pleito, informa a Agência Brasil.


TSE lança campanha nas redes sociais para esclarecer mitos eleitorais

Nomeada de ‘Mitos Eleitorais‘, o objetivo da campanha é desmistificar alguns assuntos e esclarecer o eleitor brasileiro. O primeiro tema será ‘Votar nulo anula uma eleição?‘ O projeto tem nove vídeos de curta duração que serão veiculados neste mês e em julho no Facebook e no Twitter do Tribunal.

Os outros assuntos que serão abordados são: ‘Voto em branco vai para quem está ganhando?‘, ‘Voto em branco é igual a voto nulo?‘, ‘É eleito sempre o candidato que possui mais votos?‘, ‘Quem não votou na última eleição não pode votar na próxima?‘, ‘Depois da eleição é possível saber em quem o eleitor votou?‘, ‘Quem é convocado para ser mesário, será convocado sempre?‘, ‘Ninguém pode ser preso no dia da eleição?‘ e ‘O eleitor pode votar usando a camiseta do seu partido?‘.



// leia também

Domingo, 20 de agosto de 2017

17:30 - Ministro quer solução ambiental da Itaipu em outras regiões do país

14:38 - Mulher ferida a bala continua internada após confrontos no Rio

14:15 - Jacarezinho já tem sete mortos em nove dias de confronto

10:55 - População de rua ainda luta para romper invisibilidade e garantir direitos

09:45 - Termina o prazo para quem recebe auxílio-doença agendar perícia

Sábado, 19 de agosto de 2017

16:07 - Mega-Sena sorteia prêmio de R$ 26 milhões neste sábado

15:24 - Governo federal garantirá apoio para segurança no Rio, diz Moreira Franco

10:53 - Parteira que trouxe mais de 6 mil pessoas ao mundo recebe título de honraria

10:39 - Rompimento de contrato deixa São Paulo sem tornozeleiras eletrônicas

Sexta, 18 de agosto de 2017

22:40 - Justiça mineira libera Uber e taxistas iniciam negociações com prefeitura