WhatsApp Twuitter

Sábado, 12 de agosto de 2017, 10h44

Brasil

Ex-médico Roger Abdelmassih perde direito à prisão domiciliar


O ex-médico Roger Abdelmassih, de 73 anos, teve o direito à prisão domiciliar anulado pela Justiça nesta sexta-feira, 11.

MARCELO GONCALVES/ESTADÃO CONTEÚDO

Ex-médico Roger Abdelmassih 

Com isso, logo depois que tiver alta do Hospital Albert Einstein, onde está internado tratando uma infecção, ele será conduzido a uma ala hospitalar do sistema penitenciário estadual.

De acordo com a decisão de juíza Sueli Zeraik Armani, da 1Ð Vara de Execuções Criminais, o motivo pela revogação do direito é a falta de tornozeleira eletrônica, que impossibilita a permanência do médico em um hospital particular.

A juíza também determinou que, assim que tiver condições, ele será transferido para o Hospital do Sistema Penitenciário, no bairro do Carandiru, em São Paulo. 



// leia também

Sábado, 24 de fevereiro de 2018

18:30 - FAB usa drones no Rio em análise de área estratégica

17:00 - Febre amarela; São Paulo registra 246 casos com 93 mortes desde 2017

15:00 - Não sei como não me acertaram, diz testemunha de ataque do PCC a hotel

14:30 - Rio de Janeiro volta ao estado de normalidade após chuvas

09:03 - Uso da água e desigualdade na oferta precisam ser discutidas, diz especialista

08:51 - Pessoa com deficiência pode pedir pela internet gratuidade em viagens

Sexta, 23 de fevereiro de 2018

21:00 - Secretário de segurança de SP diz que intervenção no Rio não deve afetar estado

20:00 - Gol não pode cobrar marcação de assento de pessoas com necessidade especial

19:00 - Dinheiro da corrupção, recuperado pela Lava Jato, no Rio, vai reformar escolas

17:30 - Volkswagen do Brasil vai exportar peças de carro para fábrica na Alemanha