WhatsApp Twuitter

Quinta, 12 de outubro de 2017, 14h07

Morre presidente do sindicato dos agentes penitenciários de SP


O presidente do Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de São Paulo (Sindasp), Daniel Grandolfo, de 37 anos, morreu na madrugada desta quinta-feira, 12, um dia após ter sofrido acidente de carro na Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), em José Bonifácio, interior de São Paulo.

Ele estava internado no Hospital de Base de São José do Rio Preto e não resistiu à gravidade dos ferimentos. Dois diretores do sindicato, José Cícero de Souza, de 54 anos, e Edson Chagas, de 57, morreram no mesmo acidente, na manhã de quarta-feira, 11.

Grandolfo denunciou como ‘um massacre‘ a morte de 23 agentes penitenciários em 2006, durante a onda de violência desencadeada a partir dos presídios pelo Primeiro Comando da Capital (PCC), pois os agentes trabalhavam desarmados.

O líder sindical revelou também uma lista de agentes penitenciários e familiares marcados para morrer pela facção criminosa. No início deste ano, ele denunciou as condições precárias de trabalho dos agentes devido à superlotação das unidades prisionais paulistas.

De acordo com o Sindasp, os líderes sindicais retornavam de viagem a Brasília, onde acompanhavam tramitação de emenda constitucional que equipara direitos funcionais dos agentes penitenciários ao de policiais civis e militares, possibilitando que façam, por exemplo, a escolta de presos. Na rodovia, o carro em que estavam colidiu com um caminhão carregado de tijolos. Os diretores José Cícero e Edson morreram na hora. Grandolfo foi levado gravemente ferido para o hospital de José Bonifácio e transferido para o HB de Rio Preto, onde faleceu.

As causas do acidente ainda são apuradas. Grandolfo e os outros diretores atuavam em penitenciárias da região de Presidente Prudente.

José Cícero será sepultado às 14 horas desta quinta-feira em Álvares Machado. Edson será enterrado em São Paulo, onde reside a família. O corpo de Grandolfo será velado a partir das 15 horas na Casa de Velório Athia, em Presidente Prudente.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis da Região de Presidente Prudente (Sipol), Fábio Morrone, divulgou nota lamentando as mortes. ‘Três guerreiros se foram, e na batalha. Nossa eterna admiração e respeito‘, diz a nota.



// matérias relacionadas

Quarta, 13 de dezembro de 2017

20:00 - São Paulo registra 501 mortes de macacos por febre amarela

14:30 - Doces e balas acabam e Papai Noel é apedrejado por crianças em SP

Terça, 12 de dezembro de 2017

09:03 - Padre do interior de São Paulo usa tirolesa para iniciar missa

Domingo, 10 de dezembro de 2017

09:06 - A cada 2 dias, 7 policiais feridos são afastados do trabalho no Estado de SP

08:48 - Baleado em roubo, soldado perdeu um terço do cérebro

Sábado, 09 de dezembro de 2017

09:57 - Mulher e amante são suspeitos de matar sargento na zona leste de SP

Quinta, 07 de dezembro de 2017

19:00 - Em recuperação judicial, grupo usineiro demite 800 funcionários no interior de SP

14:51 - São Paulo chega a acordo e terá Raí como novo diretor de futebol

Quarta, 06 de dezembro de 2017

14:32 - Polícia prende suspeito de matar dentista e espancar idoso após pichação

Terça, 05 de dezembro de 2017

16:26 - Financiador do PCC e ex-integrante da cúpula da facção é morto no interior de SP


// leia também

Quarta, 13 de dezembro de 2017

15:42 - Chuva de meteoros Gemínidas chegará ao ápice nesta madrugada

15:33 - Chacina deixa seis mortos e quatro feridos durante partida de futebol em Manaus

09:15 - Quase 65 pais são presos por dia por deixar de pagar pensão alimentícia

08:53 - Anvisa libera serviço de vacinação em farmácias de todo o país

Terça, 12 de dezembro de 2017

19:00 - Rio pode rever pedido de transferência de Rogério 157 se houver delação premiada

17:45 - Carros do aplicativo 99 irão distribuir perfumes e cupons da Natura

14:20 - Polícia indicia 14 por morte de menina que esperou 15h por atendimento em SC

14:12 - Inscrições no Sisu começam no dia 29 de janeiro

08:54 - Enem para presos e segunda aplicação começam hoje

Segunda, 11 de dezembro de 2017

19:20 - Marcola e outras 12 lideranças do PCC deixam prisão de rigor máximo