WhatsApp Twuitter

Domingo, 15 de abril de 2018, 10h44

Brasil

Justiça manda prefeitura devolver documentos e objetos de morador de rua


A Prefeitura de São Paulo terá que devolver os bens de um morador de rua que teve os pertences confiscados pela Guarda Civil Municipal no final do ano passado. O homem é catador de materiais recicláveis. Em uma ’ação de zeladoria urbana’ na Praça do Patriarca, coração da metrópole, agentes da Guarda tomaram os objetos do morador de rua.

A decisão judicial que mandou a Prefeitura restituir os bens acolhe ação da Defensoria Pública da capital.

‘A própria legislação municipal reconhece que é vedada a subtração dos bens de população em situação de rua. Ainda, nos termos da legislação civil, presume-se que o possuidor é proprietário de coisas móveis não sujeitas a registro‘, escreveu o relator Juiz José Gomes Jardim Neto.

Divulgação

Justiça manda prefeitura devolver documentos e objetos de morador de rua

O homem teve documentos, roupas, medicamentos e um carrinho, seu instrumento de trabalho, levados durante a ação policial. Ele chegou a subir no caminhão da prefeitura para reaver seus bens, mas os guardas civis o algemaram e o levaram para a delegacia. A ação foi registrada em vídeo por uma testemunha.

‘Ele teve bens pessoais e instrumentos de trabalho apreendidos, não recebeu qualquer notificação ou contra-lacre, e não foi informado para onde seus bens seriam encaminhados ou como ele poderia recuperá-los‘, sustentam os Defensores Públicos Carlos Weis, Rafael Lessa Vieira de Sá Menezes e Davi Quintanilha Failde de Azevedo.

Após ter o pedido negado em primeira instância, a 2ª Turma Recursal Central da Capital analisou o agravo e determinou por unanimidade a devolução dos pertences em um prazo de 5 dias úteis.

‘Os bens apreendidos são de uso pessoal e também instrumento de trabalho, o que mostra o perigo de dano‘, reconheceu na decisão o relator Jardim Neto. ‘Caso a apreensão dos bens não tenha sido documentada e registrada, a entrega deverá ser feita mediante declaração do agravante, sob as penas da Lei, de que os bens são seus, e ainda com termo de entrega dos bens devidamente individualizados.‘

COM A PALAVRA, A PREFEITURA

‘A Secretaria Municipal de Segurança Urbana (SMSU) não foi notificada.‘
‘Vale lembrar que todos os trabalhos devem seguir os Decretos 57.069 e 57.581. Denúncias podem ser encaminhadas à Ouvidoria da Prefeitura ou à Corregedoria da Guarda Civil Metropolitana.‘ 



// matérias relacionadas

Sexta, 20 de abril de 2018

09:27 - Tiroteio em ônibus mata 2 e fere 5 na zona sul de São Paulo

Quinta, 19 de abril de 2018

19:30 - Polícia procura suspeitos de latrocínio em Osasco

09:55 - Polícia Civil prende quadrilha suspeita de roubar celulares em SP

Quarta, 18 de abril de 2018

14:14 - Teto de escola infantil desaba e deixa pelo menos 19 feridos

Segunda, 16 de abril de 2018

17:00 - Morador de rua é encontrado morto no centro de São Paulo

Quinta, 12 de abril de 2018

17:38 - Homem ateia fogo na mulher e em si mesmo na zona norte de SP

Quarta, 11 de abril de 2018

09:14 - Esquema que premiava informante com drogas envolvia 17 PMs, diz MP

Terça, 10 de abril de 2018

09:47 - Buraco, asfalto e mato - reclamações triplicam em SP no 1º trimestre

09:28 - Morador de rua encontra filha após post de jovem viralizar em rede social

Sábado, 07 de abril de 2018

09:27 - STJ reduz valor de indenização da TAM à família de vítima de tragédia em SP


// leia também

Sexta, 20 de abril de 2018

15:15 - Vacinação contra gripe começa a partir desta segunda-feira no País

14:20 - Médico é preso em flagrante por abuso sexual de paciente grávida em UPA no RS

09:31 - MP para acolher estrangeiros pode facilitar trabalho escravo, diz procuradora

Quinta, 19 de abril de 2018

16:27 - Estudantes acusam professor de racismo durante aula na Cásper Líbero

15:01 - Operação contra milícia no estado do Rio prende oito pessoas

09:47 - Começa a valer lei que endurece punição para motorista embriagado

Quarta, 18 de abril de 2018

19:30 - Vacinação contra gripe começa na segunda-feira em todo o País

14:05 - Criminosos roubam carga de celulares avaliada em R$ 3,4 milhões no Galeão

09:20 - Distribuição de tarefa doméstica ainda é desigual; cresce participação de homens

09:06 - Condenado no caso Richthofen, Cristian Cravinhos é preso novamente