WhatsApp Twuitter

Sábado, 05 de maio de 2018, 17h00

Prédios tombados no centro de SP abrigam ocupações


Um ‘cortiço‘, com pessoas vivendo até no vão do elevador, é como a arquiteta Nadia Somekh lembra do Edifício Martinelli nos anos 1970. Se o imóvel e outros espaços do centro foram revitalizados anos depois, outros tantos prédios marcantes da história da cidade de São Paulo permanecem em condições de moradia precárias.

É o que ocorre, por exemplo, no entorno da Cracolândia e também em trechos menos valorizados da área central, caso do Edifício Wilton Paes de Almeida, que desabou na terça-feira, após um incêndio. A tragédia do Largo do Paiçandu expôs essa realidade, resultando na criação de uma lista com 67 imóveis ocupados que passarão por vistorias. Do total, ao menos 13 são tombados, um está em processo de tombamento e 14 são áreas no entorno de bens protegidos pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental da Cidade de São Paulo.

Desse total, três ocupações chegaram a ser consideradas em um programa habitacional da cidade em 2016, mas foram descartadas, dentre outros motivos pelo suposto alto investimento necessário. Elas são o Edifício Nazareth, na Praça da Sé, o prédio da Rua Xavier de Toledo, 150, e o antigo Hotel Columbia, todos no centro.

Na mesma rua em que desabou o Wilton Paes de Almeida na terça-feira há outro imóvel tombado sob ocupação - no caso, na Rua Antônio de Godói, 23 e 27. O roteiro das invasões em edifícios que fazem parte da história da cidade passa ainda por endereços da Avenida São João e das Ruas Conselheiro Crispiniano, 7 de Abril, Marconi, José Bonifácio, Glete, Conselheiro Ramalho. Há prédios tombados, ocupados e sob necessidade de vistoria técnica até na Praça da Sé, marco zero da capital.

Até a história dos desabrigados pela tragédia do Paiçandu resvala na história paulistana. Acampam na frente da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, construída em 1725, que trouxe mais público para o centro e obrigou a abertura de mais vias na área.

Resgate. O desafio é dar novos usos a esses espaços. Conselheira no Conpresp pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB), Marianna Al Assal aponta que, embora ocorra ‘nem sempre de maneira fácil‘, a habitação em bens desse tipo une dois pontos complementares: o direito à cidade e o direito à memória. ‘O tombamento não significa um fim, mas uma possibilidade de pensar alternativas de uso‘, aponta.

Para o professor de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (USP) Lucio Gomes Machado, a recuperação desses imóveis é vantajosa e permite modificações internas. ‘O restauro é mais difícil de fazer, precisa de um bom projeto, só que a conta no final é mais barata‘, garante.  



// matérias relacionadas

Quinta, 16 de agosto de 2018

08:58 - PF deflagra ação contra tráfico de pessoas e trabalho escravo em SP

Quarta, 15 de agosto de 2018

08:45 - PF deflagra 2º fase da Operação Rosa dos Ventos contra sonegação de R$ 5 bi

Terça, 14 de agosto de 2018

17:30 - Operação prende 31 policiais militares em Campinas

10:38 - Quadrilha atira em seguranças e explode carro-forte na Anhanguera

Sábado, 11 de agosto de 2018

10:33 - Acusado por duplo feminicídio, homem é condenado a 35 anos de prisão

Sexta, 10 de agosto de 2018

14:45 - Mulher pula de carro em movimento após estupro na zona leste de SP

Quinta, 09 de agosto de 2018

12:08 - PF deflagra operação contra tráfico internacional de transexuais

11:16 - Polícia prende mais um suspeito pela morte da policial Juliane

10:59 - Em segundo dia de ataques, quadrilhas explodem mais 4 bancos no interior de SP

Terça, 07 de agosto de 2018

14:51 - São Paulo confirma contratação do meia Everton Felipe, do Sport


// leia também

Sábado, 18 de agosto de 2018

17:00 - Integrantes de facção são presos com armamento pesado em Brasília

16:00 - Lei de Proteção de Dados trará impactos a pessoas, empresas e governos

10:12 - Rio apura se tráfico faz barreira com brinquedos

09:56 - País só vacinou 16% do esperado contra sarampo e pólio

Sexta, 17 de agosto de 2018

17:40 - Pesquisa mostra que 2/3 das mortes em confronto policial só traz versão da PM

16:45 - Procuradoria pede impugnação de concurso da PF por violação de cota

16:26 - Justiça do RJ decreta prisão preventiva do Dr. Bumbum por morte de cuiabana

12:40 - Disque-Denúncia quer informações sobre morte de corretora no Rio

12:30 - MP do Rio aceita ajuda da Polícia Federal no caso Marielle

11:07 - Operação conjunta das Forças Armadas mira tráfico no Complexo do Alemão